SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue5The risk of the military profession in the city of Rio de Janeiro in "peace time": the perception of the troopDiscourse analysis: research potentialities to gender violence author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

SOUZA, Edinilsa Ramos de et al. O tema violência intrafamiliar na concepção dos formadores dos profissionais de saúde. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.5, pp. 1709-1719. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000500012.

Este artigo tem o objetivo de identificar as concepções e sugestões dos docentes de graduação de medicina e enfermagem sobre a inserção do tema violência intrafamiliar na formação dos alunos. Realizou-se uma pesquisa exploratória aplicando-se questionário a coordenadores de disciplinas de universidades públicas e particulares desses cursos nas cidades do Rio de Janeiro e de Cuiabá. A maioria dos professores reconhece a violência como problema de saúde, embora 40,7% da medicina e 71,1% da enfermagem nas duas cidades a abordem em suas aulas. Docentes de medicina sugerem a inserção transversal do tema na formação dos alunos por meio de visitas a instituições, grupos de encontro com pessoas em situação de violência e entrevista com profissionais experientes no tema. Os de enfermagem apostam em recursos como filmes e vídeos, seminários e conferências. Identificaram-se lacunas na formação dos alunos e dos professores que não se sentem capacitados para discutir a temática da violência. Indica-se necessidade de mudanças urgentes nos currículos desses cursos.

Keywords : Violência intrafamiliar; Formação; Ensino; Treinamento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese