SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue5Invisible sequels of traffic accident: the post-traumatic stress disorder as a public health problemThe mortality differentials by violence against adolescents according to living conditions strata and race/color in the city of Recife author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

VIEIRA, Luiza Jane Eyre de Souza et al. Impacto da violência na saúde de famílias em Fortaleza, Ceará. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.5, pp. 1773-1779. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000500018.

O estudo descreve o impacto da violência na qualidade de vida de famílias atendidas na Associação de Parentes e Amigos Vítimas da Violência (APAVV), em Fortaleza, Ceará. Estudo de caso realizado com cinco mães que participavam de uma ONG no combate à violência. A entrevista semi-estruturada, participação nas reuniões da instituição e pesquisa documental foram as técnicas de coleta de dados, sendo esses últimos submetidos à análise temática e discutidos à luz da literatura e das cartas de promoção da saúde. Os impactos causados pela violência comprometem a saúde física e emocional das famílias, originam mudanças de comportamento entre os membros, contribuem para o aumento do tabagismo, do etilismo, do isolamento social e exacerbam sentimentos de revolta, vingança e pessimismo. O trabalho da ONG tem sido importante para apoiar as famílias na superação dos conflitos e na restauração da saúde, resgatando a auto-estima, a esperança na justiça e na mobilidade social. A saúde dessas famílias fica comprometida nos aspectos biológicos, emocionais e sociais, favorecendo o adoecimento. Essas têm recorrido ao suporte de ONGs para transformarem a "condição de vítima" - refém da violência - em "cidadania responsável" na luta contra esse fenômeno.

Keywords : Violência; Saúde; Família; ONG.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese