SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue3Impact of tooth loss in quality of lifeThe user's evaluation of the ophthalmologic service offered by SUS (Brazilian Unified Health System) in an urban center in the south of Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

OLIVEIRA, Beatriz Helena Domingos; YASSUDA, Mônica Sanches; CUPERTINO, Ana Paula Fabrino Bretas  and  NERI, Anita Liberalesso. Relações entre padrão do sono, saúde percebida e variáveis socioeconômicas em uma amostra de idosos residentes na comunidade: Estudo PENSA. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, n.3, pp. 851-860. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000300028.

O padrão de sono se destaca por estar entre as mais frequentes queixas dos idosos. Mudanças na velhice podem ser observadas em diversos níveis da arquitetura e qualidade do sono. Assim, o objetivo do presente estudo foi observar a relação entre alterações do sono associadas à idade, sintomas de insônia, sintomas de apnéia e sintomas de parassonia com variáveis socioeconômicas e saúde autopercebida. O padrão de sono foi avaliado pelo Mini-Sleep Questionary. Os resultados apontaram que as mulheres e o grupo com menor escolaridade apresentaram maior frequência de sintomas de insônia, os idosos-idosos e o grupo com melhor percepção da saúde apresentaram menor frequência de sintomas apnéicos, e melhor percepção da saúde geral associou-se a melhor padrão de sono. Conclui-se que o padrão do sono é influenciado por características socioeconômicas como idade, gênero, escolaridade e saúde geral percebida.

Keywords : Sono; Envelhecimento; Transtornos do sono; Insônia; Apnéia e saúde percebida.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese