SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 suppl.1Microbiological contamination of environments and surfaces at commercial restaurantsPsychiatric reform and social inclusion for work author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Ciência & Saúde Coletiva

On-line version ISSN 1678-4561Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MINNAERT, Ana Cláudia de Sá Teles  and  FREITAS, Maria do Carmo Soares. Práticas de higiene em uma feira livre da cidade de Salvador (BA). Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, suppl.1, pp.1607-1614. ISSN 1678-4561.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000700072.

Trata-se de compreender os significados das práticas de higiene dos alimentos em uma feira livre da cidade de Salvador (BA). O estudo etnográfico consegue apreender duas categorias centrais como produção simbólica das práticas higiênicas: o limpo como ordem e o sujo como desordem. Esses códigos culturais fazem correspondências com os estudos de Mary Douglas e Norbert Elias e apresentam especificidades para decifrar um mundo cotidiano em que concepções e práticas de higiene são aspectos normalizados por personagens que compartilham o espaço da feira: feirantes, consumidores, garis e fiscais municipais. O conhecimento técnico-científico e a legislação sanitária são tidos como estranhos ao sistema simbólico dos feirantes. As leis não são efetivas e não têm uma influência importante na construção das práticas higiênicas. As práticas dos fiscais municipais são coercitivas e punitivas e não consideram os valores culturais na formação de novas práticas de higiene.

Keywords : Higiene; Práticas de higiene; Feira livre; Fiscalização; Vigilância sanitária.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )