SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 suppl.1Care completeness: conceptions and practice of nursing graduation professors in Goiás StateThe ethics of qualitative research in health: the said and the unsaid in the scientific production author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

LEITE, Silvana Nair  and  MAFRA, Ana Cristina. Que direito? Trajetórias e percepções dos usuários no processo de acesso a medicamentos por mandados judiciais em Santa Catarina. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2010, vol.15, suppl.1, pp. 1665-1672. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232010000700078.

O objetivo do estudo foi analisar as trajetórias dos usuários de Itajaí (SC) que recebem medicamentos via mandados judiciais contra o Estado de Santa Catarina, suas motivações e percepções sobre esta forma de acesso aos medicamentos. A metodologia consistiu de entrevistas semiestruturadas com os solicitantes de medicamentos de Itajaí no ano de 2006. Aceitaram participar dezoito usuários. Nenhum entrevistado sabia que poderia cobrar o medicamento do estado antes de ser avisado pelo médico (39%), Secretaria de Saúde (22%), advogado (11%), amigos ou associações (28%). A análise temática revelou que uma grande categoria, denominada "Não consciência do direito social", é o eixo estruturante de todas as trajetórias e forma pela qual os usuários percebem a construção do processo judicial. Conclui-se que o recebimento atual do benefício não promoveu a conscientização do direito social, pois a forma de condução dos processos não é empoderante, ao contrário, reforça as relações de dependência e a percepção de impotência do usuário.

Keywords : Assistência farmacêutica; Acesso universal a serviços de saúde; Direito à saúde; Medicamentos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese