SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue3Approaches to determine priorities and to analyze problems of health with a look from the equity: experience in the local level in VenezuelaMargot Jefferys: the British voice of medical sociology author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

ERMEL, Regina Célia et al. Algumas perspectivas para análise da gestão da saúde no estado de São Paulo (Brasil). Ciênc. saúde coletiva [online]. 2011, vol.16, n.3, pp. 1899-1906. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000300024.

O presente estudo visa refletir sobre as reformas efetuadas na Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES) ante as propostas teóricas de gestão. Realizou-se uma breve pesquisa bibliográfica, na base de dados Lilacs e Scielo. Selecionaram-se 22 fontes bibliográficas pertencentes ao período de 1993 a 2007. Os resultados mostraram que as principais tendências no que concerne à administração pública gerencial são representadas pela separação entre funções políticas e administrativas, distinção entre atividades exclusivas de estado das que podem ser realizadas por outros agentes, ênfase do controle dos procedimentos para controle dos produtos, atribuição clara de resultados, definição de formas de prestação de contas, governabilidade e governança. Concluiu-se que a redefinição e o direcionamento das diversas funções de gestão da SES possibilitaram a continuidade dos processos de descentralização com o intuito de que a cobertura das ações de saúde fosse ampliada diminuindo as desigualdades de atenção e promovendo a equidade nos processos de saúde através de uma gestão articulada entre o estado e os municípios.

Keywords : Gestor de saúde; Descentralização; Equidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese