SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Characteristics associated with the use of dental services by the adult Brazilian populationComprehensive health care as the core concept for technological organization in services author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MARTINS, Antilia Januária; CARDOSO, Maria Helena Cabral de Almeida; LLERENA JUNIOR, Juan Clinton  and  MOREIRA, Martha Cristina Nunes. A concepção de família e religiosidade presente nos discursos produzidos por profissionais médicos acerca de crianças com doenças genéticas. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.2, pp. 545-553. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000200027.

O estudo explora a influência de tradições culturais arraigadas na construção do discurso que médicos do Instituto Fernandes Figueira/Fundação Oswaldo Cruz produzem acerca das crianças com doenças genéticas associadas a malformações congênitas e ao retardo mental, assim como, as reflexões provocadas pelo convívio profissional com tais crianças. Os dados foram coletados através de entrevistas orais do tipo narrativa conversada e do material analisado semioticamente. Os resultados apontaram para quatro tradições culturais muito presentes no discurso médico: a norma, a razão, a família e a religiosidade judaico-cristã. Este artigo, contudo, centra-se nas duas últimas, enfatizando como a concepção da família, principalmente a mitificação da mãe, pode 'tornar invisível' a criança com uma doença genética, como também contribui para que a condição de mulher da mãe fique subestimada diante de sua maternidade. Tais noções imbricam-se com aquelas trazidas pelas tradições religiosas e influenciam as percepções médicas a respeito do paciente e de sua família.

Keywords : Família; Religião; Cultura; Deficiência; Criança; Genética.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese