SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue8Physical exercise, muscle strength and the day-to-day activities of elderly womenThe symptomatology of self-referred depression by elderly people who live in a shantytown author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

SILVA, Alexandre da et al. Prevalência de quedas e de fatores associados em idosos segundo etnia. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.8, pp. 2181-2190. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000800028.

A característica histórico-cultural brasileira reflete a população. Idosos negros apresentam desvantagens nos aspectos socioeconômicos e demográficos, clínico-funcionais e psicossociais, reduzindo a autonomia social e a independência funcional. O declínio na condição funcional devido a idade e a variáveis associadas à etnia pode contribuir em eventos incapacitantes, como quedas. Foram coletados dados sociodemográficos, clínicos-funcionais, aspectos relacionados às quedas; Avaliou-se mobilidade, condição funcional e cognição. Estatística assumindo significância de p < 0,05. Amostra de 196 idosos sendo 48,5% brancos, 28% pardos, 23,5% negros. Média de 69,9 anos. Mobilidade reduzida classificando médio risco a quedas para 60% (p < 0,013) dos idosos. Referente aos grupos, significância entre variáveis para renda familiar (p < 0,029), ocorrência (p < 0,006) e medo de quedas (p < 0,023) e quase-quedas (p < 0,000). Negros caem com maior frequência (p < 0,03). Significância estatística entre etnia autodeclarada e ocorrência de quedas, medo de cair e ocorrência de quase-quedas, limitação funcional e risco médio a quedas por mobilidade reduzida, frequência maior de quedas aos idosos negros.

Keywords : Idoso; Grupos étnicos; Acidente por quedas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese