SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue9Dispensing specialized component medicines in areas of the State of Rio de JaneiroThe working process in the Family Health Strategy and its repercussions on the health-disease process author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

ALANO, Graziela Modolon; COSTA, Laise Nunes; MIRANDA, Luziane Righeto  and  GALATO, Dayani. Conhecimento, consumo e acesso à contracepção de emergência entre mulheres universitárias no sul do Estado de Santa Catarina. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.9, pp. 2397-2404. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000900020.

A contracepção de emergência tem sido utilizada na prevenção da gravidez não planejada. Este estudo objetivou investigar o conhecimento, o consumo e o acesso desse método entre mulheres universitárias do Sul do Estado de Santa Catarina. Trata-se de estudo observacional, transversal, aplicando-se formulário de setembro a outubro de 2008. Participaram 360 mulheres entre 18 e 45 anos, a maioria da classe econômica B2 ou superior (74,2%), onde 79,4% já haviam mantido relação sexual. Destas, 48,6% haviam utilizado a contracepção de emergência, sendo mais frequente quanto menor a idade. O método foi usado em média 2,4 vezes e 87,1% administraram-no até 24 horas após a relação sexual. Foram referidas reações adversas por 20,9% das usuárias, sendo as mais comuns, alterações menstruais (44,8%) e náuseas (44,8%). Os principais motivos para o uso do método foram: não uso do preservativo (44,6%) e rompimento do mesmo (39,6%). Das entrevistadas, 15,0% não souberam responder ou responderam de modo errado à questão sobre a não prevenção de Doença Sexualmente Transmissível pelo método e 97,8% negaram ter alterado o método utilizado rotineiramente. Apenas 2,9% das mulheres adquiriram o medicamento mediante prescrição médica e 35,3% receberam orientações no momento da compra.

Keywords : Contracepção de emergência (utilização); Pílula do dia seguinte; Mulheres; Universitárias; Doença Sexualmente Transmissível.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese