SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue9Semantic Equivalence of the Brazilian Portuguese version of the "Body Change Inventory"Mobility and the risk of falls among elderly people of the community of São Carlos author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

BREVIDELLI, Maria Meimei  and  FREITAS, Fernando Celso Garcia de. Estudo ecológico sobre o desenvolvimento da saúde no Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.9, pp. 2471-2480. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000900027.

Avaliar o nível de saúde das Unidades da Federação (UF) do Brasil, por meio de um indicador sintético - Índice de Desenvolvimento da Saúde (IDS). O IDS foi composto pelas dimensões: (1) Recursos de saúde: disponibilidade e qualidade dos recursos de saúde; (2) Cobertura por atenção básica e saneamento; (3) Eficácia das políticas de saúde. Cada dimensão englobou um conjunto de indicadores obtidos em bases de dados nacionais. Em 2005, o Brasil apresentava nível intermediário de desenvolvimento da saúde, tendo progredido de patamares inferiores, desde 1999. A maioria das UF apresentava déficits em "recursos" e "cobertura". A dimensão da "eficácia" mostrou-se altamente desenvolvida em todo Brasil. Conclusões: A construção do indicador sintético IDS possibilitou constatar deficiências e disparidades significativas na disponibilidade e qualidade dos recursos de saúde, em grande parte do território nacional. Esses resultados podem auxiliar gestores de saúde no desafio de tornar a saúde pública universal.

Keywords : Indicadores de saúde; Estatísticas de saúde; Desigualdades de saúde; Gestão em saúde; Fatores socioeconômicos; Estudos ecológicos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese