SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.1 issue2Validation of four AIDS-case definitions in HIV-infected intravenous drug users in Barcelona, SpainInjecting drug users and the Human Immunodeficiency Virus infection: epidemiology and perspectives of intervention author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

OLIVEIRA, Angelo Giuseppe Roncalli da Costa et al. Levantamentos epidemiológicos em saúde bucal: análise da metodologia proposta pela Organização Mundial da Saúde. Rev. bras. epidemiol. [online]. 1998, vol.1, n.2, pp. 177-189. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X1998000200008.

Os levantamentos epidemiológicos são importantes para o conhecimento da prevalência e tipologia das doenças bucais, podendo-se a partir dos dados coletados, planejar, executar e avaliar ações de saúde. É necessário, no entanto, que haja rigor metodológico que garanta reprodutibilidade, validade e confiabilidade, e que haja uniformidade de procedimentos para permitir comparações nacionais e internacionais. A iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) na assessoria à realização de levantamentos tem se mostrado extremamente útil, estimulando o estabelecimento de padrões de procedimentos que podem ser utilizados em todos os países. Em 1991 foi publicada a edição em português da terceira edição do "Oral Health Surveys - basic methods", de 1987, um manual que objetiva fornecer instruções para a realização de levantamentos epidemiológicos e tal publicação passou a servir de base a estudos realizados em diversos locais do Brasil e do mundo. O objetivo deste trabalho, é analisar criticamente a metodologia para Levantamento Epidemiológico em Saúde Bucal da OMS, na tentativa de contribuir para o aperfeiçoamento da mesma. De acordo com a presente análise, foram encontrados pontos relevantes para consideração, referentes à amostragem, à calibração dos examinadores e aos critérios para a avaliação de saúde bucal e necessidades de tratamento. Concluiu-se, em nível de recomendação, que, devido ao caráter dinâmico do conhecimento científico e, levando-se em consideração as diferenças regionais com relação ao padrão de desenvolvimento das doenças bucais, as propostas de padronização de levantamentos devem ser periodicamente revisadas. É provável, ainda, que outros pontos importantes não tenham sido detectados nesta análise, tornando-se premente ampliar esta discussão para toda a comunidade odontológica.

Keywords : Epidemiologia; Odontologia em saúde pública; Métodos epidemiológicos; Calibragem; Amostragem; Coleta de dados.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese