SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue3Time series analysis in epidemiology: an introduction to methodological aspectsTime trends in cancer mortality in Rio Grande do Sul, Brazil, 1979-1995 author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

TOME, Ermelinda Antonia  and  LATORRE, Maria do Rosário Dias de Oliveira. Tendências da mortalidade infantil no Município de Guarulhos: análise do período de 1971 a 1998. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2001, vol.4, n.3, pp. 153-167. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2001000300003.

INTRODUÇÃO: Nas últimas décadas, o coeficiente de mortalidade infantil vem apresentando uma tendência de queda, principalmente às custas do componente pós-neonatal. OBJETIVOS: Analisar as tendências da mortalidade infantil e de seus componentes para o Município de Guarulhos, no período de 1971 a 1998. MATERIAL E MÉTODOS: As séries históricas dos coeficientes de mortalidade infantil, da mortalidade neonatal, neonatal precoce, neonatal tardia e da mortalidade pós-neonatal foram obtidas na Fundação SEADE. O comportamento dos referidos coeficientes de mortalidade foi analisado em três períodos de tempo distintos, a saber: 1971 a 1980, 1981 a 1990 e 1991 a 1998. As análises das tendências foram realizadas através de modelos de regressão polinomial. RESULTADOS: Verificou-se que apenas um destes períodos apresentou tendências decrescentes estatisticamente significativas para todos os coeficientes de mortalidade infantil estudados: o de 1971 a 1980. Nas séries históricas de 1981 a 1990 somente os coeficientes de mortalidade infantil (p=0,0058), o de mortalidade neonatal tardia (p=0,0105) e o pós-neonatal (p=0,0045) apresentaram tendências decrescentes estatisticamente significativas. No período de 1991 a 1998, os coeficientes que apresentaram tendências decrescentes estatisticamente significativas foram os coeficientes de mortalidade infantil (p<0,0001), o de mortalidade neonatal (p= ,0173) e pós-neonatal (p=0,0044). CONCLUSÃO: é necessário que as autoridades de Guarulhos invistam mais na atenção materno-infantil para que o coeficiente de mortalidade infantil deste município atinja o patamar de países considerados desenvolvidos.

Keywords : Mortalidade infantil; Tendências; Séries temporais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese