SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue1Sputum baciloscopy in patients admitted into tuberculosis hospitals in the State of São PauloLymphatic filariasis in Moreno, Northeast Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

JAIME, Patrícia Constante et al. Prevalência de sobrepeso e obesidade abdominal em indivíduos portadores de HIV/AIDS, em uso de terapia anti-retroviral de alta potência. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2004, vol.7, n.1, pp. 65-72. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2004000100008.

OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional de indivíduos portadores do HIV/AIDS em uso de terapia anti-retroviral de alta potência, segundo sexo e número de linfócitos T CD4.+. MATERIAL E MÉTODOS: Estudo transversal envolvendo 223 indivíduos (171 homens e 52 mulheres) tratados com inibidores de protease, com idade entre 20 e 59 anos, recrutados em um serviço de referência em tratamento de HIV/AIDS do município de São Paulo. Os dados antropométricos utilizados foram peso, estatura e circunferência da cintura (CC). O índice de massa corporal (IMC) foi calculado como a razão entre peso (kg) e estatura ao quadrado (m2), de acordo com o critério de classificação proposto pela Organização Mundial de Saúde. Os pacientes foram divididos em três categorias por número de linfócitos T CD4.+: < 200, 201 - 349 e > 350 (cel/mm3). RESULTADOS: A prevalência de sobrepeso na população foi de 30,5%, e de obesidade abdominal de 12,6%. As mulheres apresentaram prevalência maior de sobrepeso (36,5%) e de obesidade abdominal (32,7%) quando comparadas aos homens (28,7% e 6,4% respectivamente). A prevalência de baixo peso foi maior nas mulheres (7,7%) do que nos homens (2,3%). Ausência de associação significativa entre sobrepeso, obesidade abdominal e número de linfócitos T CD4.+ foi observada tanto nos homens como nas mulheres. CONCLUSÃO: As mulheres apresentaram prevalências maiores de baixo peso, sobrepeso e obesidade abdominal em relação aos homens. A obesidade é o desvio do estado nutricional mais importante, superando a desnutrição, nesta população de indivíduos portadores do HIV/AIDS em uso de terapia anti-retroviral de alta potência.

Keywords : HIV/AIDS; Terapia anti-retroviral; Obesidade; Avaliação nutricional.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese