SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue4Anthropometry and risk factors in newborns with facial cleftsOccurrence analysis of Maternal Mortality in the Province of Santa Fe - Argentina, due to an intervention author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

TANIGUCHI, Cana; GIMENO, Suely Godoy Agostinho; FERREIRA, Sandra Roberta G.  and  JAPANESE-BRAZILIAN DIABETES STUDY GROUP - JBDSG. Características antropométricas de nipo-brasileiros. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2004, vol.7, n.4, pp. 423-433. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2004000400006.

OBJETIVO: Este trabalho visou estimar as prevalências de excesso de peso e descrever algumas variáveis antropométricas relativas à distribuição da gordura corporal de uma população migrante de origem japonesa residente no Brasil. MÉTODO: A amostra foi constituída por 647 nipo-brasileiros de 1ª (n = 237) e 2ª geração (n = 410), de ambos os sexos, com idade > 35 anos, submetidos a medidas antropométricas, de pressão arterial, perfil lipídico e teste oral de tolerância à glicose. Sobrepeso e obesidade foram diagnosticados por meio de índice de massa corporal (IMC) entre 25-29,9 e > 30 kg/m2, respectivamente. O diagnóstico de adiposidade abdominal foi baseado nos valores de circunferência de cintura > 94 cm para homens e > 80 cm para mulheres. Para a análise dos dados foram usados a estatística qui-quadrado e o teste t de Student. RESULTADOS: Dos indivíduos estudados, 40% apresentavam algum grau de excesso de peso (IMC > 25 kg/m2), sendo a prevalência de obesidade abdominal de 21,5% entre os homens e de 66,7% entre as mulheres. Homens nipo-brasileiros < 60 anos de 2ª geração enquadraram-se no perfil andróide de distribuição da gordura corporal; as mulheres mostraram-se mais obesas que os homens, apresentando tanto o padrão andróide como ginóide, avaliado por meio das dobras cutâneas. CONCLUSÃO: Os imigrantes japoneses que originalmente não apresentavam o fenótipo de obesidade acompanharam a tendência mundial atual de ganho progressivo de peso até a obesidade. Em particular, essa situação foi acompanhada de aumento de adiposidade abdominal, possivelmente indicativa de acúmulo de gordura visceral e desencadeante de alterações metabólicas. Estes achados sugerem que indivíduos de origem japonesa devem apresentar uma predisposição à obesidade abdominal, que se manifesta quando expostos a ambiente desfavorável.

Keywords : Adiposidade abdominal; Antropometria; Dobras cutâneas; Circunferência da cintura; Doenças metabólicas; Ocidentalização.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese