SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue2Mouth-dental injuries in women violence victims: a pilot study of registered cases in the Legal Medical Institute of Belo Horizonte, MGEarly neonatal hospital mortality in Minas Gerais: association with healthcare variables and the issue of underreporting author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

MARTINS, Ronald Jefferson; GARCIA, Alício Rosalino; GARBIN, Cléa Adas Saliba  and  SUNDEFELD, Maria Lúcia Marçal Mazza. Associação entre classe econômica e estresse na ocorrência da disfunção temporomandibular. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2007, vol.10, n.2, pp.215-222. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2007000200009.

Objetivou-se neste estudo verificar a associação da classe econômica e do estresse com a ocorrência de disfunção temporomandibular (DTM). A população deste estudo constituiu-se de uma amostra estatisticamente significativa de 354 indivíduos de ambos os sexos, pertencentes a diferentes classes econômicas da zona urbana do município de Piacatu, São Paulo, Brasil. Para isso, utilizou-se o Critério de Classificação Econômica Brasil (CCEB) para a estratificação econômica da população. Retirou-se uma amostra de cada estrato, na qual aplicou-se o Questionário de Fonseca para verificar o grau de DTM, e a Escala de Reajustamento Social (SRRS) para verificar o grau de estresse. Os dados coletados foram tabulados por meio do programa Epi Info 2000, versão 3.2, e analisados estatisticamente por meio do Teste Qui-Quadrado, com nível de significância de 5%. Os chefes das famílias foram assim distribuídos: 4 famílias pertencentes à "Classe A2", 14 à "Classe B1", 25 à "Classe B2", 112 à "Classe C", 174 à "Classe D" e 25 à "Classe E". Após a análise estatística não foi observada associação significativa entre classe econômica e disfunção temporomandibular (DTM); entretanto, a mesma ocorreu entre estresse e DTM (p<0,01). A classe econômica não influencia na ocorrência de DTM, mas existe associação direta entre estresse e disfunção temporomandibular.

Keywords : Articulação temporomandibular; Classe social; Estresse.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )