SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue1Effects of resistance training over metabolic syndrome risk factorsDeterminants for low birth weight according to Live Born Certificates author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

SILVA, Kelly Samara da et al. Associações entre atividade física, índice de massa corporal e comportamentos sedentários em adolescentes. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2008, vol.11, n.1, pp. 159-168. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000100015.

OBJETIVO: Este estudo teve como objetivo determinar a associação do índice de massa corporal (IMC) com os níveis de atividade física (AF) e comportamentos sedentários (assistir TV, usar computador ou jogar videogames) em adolescentes de escolas públicas do Estado de Santa Catarina (15-19 anos; n = 5.028). MÉTODOS: As informações foram coletadas por meio de questionário desenvolvido e validado para adolescentes. Foram considerados insuficientemente ativos, os jovens que não acumulavam pelo menos 300 minutos/semana de atividades físicas moderadas ou vigorosas. Considerou-se para o uso excessivo de TV e computador/games um tempo > 2 horas/dia; para excesso de peso corporal, utilizou-se a tabela internacional de IMC para adolescentes. RESULTADOS: O excesso de peso corporal foi mais prevalente entre os rapazes (12,7% vs 7,9%, p<0,001), e houve uma maior proporção de moças insuficientemente ativas (37,0% vs 21,0%, p<0,001). A chance de ter excesso de peso corporal foi 74% maior entre os rapazes pouco ativos em comparação com os ativos, e entre as moças de menor renda familiar (OR=1,85) e as que residiam na zona urbana (OR=2,22). A chance de serem menos ativos foi 43% maior entre os rapazes que assistiam mais TV e 73% maior para aqueles com excesso de peso corporal. Nas moças, a chance de pouca atividade física foi 54% maior entre as que trabalhavam. CONCLUSÕES: a prevalência de excesso de peso corporal foi maior entre os rapazes, mesmo sendo mais ativos do que as moças. Nos rapazes, o excesso de peso estava significativamente associado à menor prática de atividade física e, nas moças, à menor renda familiar e local de moradia.

Keywords : Sobrepeso; Obesidade; Atividade física; Computador; Televisão; Adolescente.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese