SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Deficiency of glucose-6-phosphate dehydrogenase in healthy men and malaria patients; Turbo (Antioquia, Colombia)Variability in the measurement of anthropometric measures: comparison between two statistical methods to assess interviewers, calibration author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

SILVA, Shirley Cristina Lima e; BATISTA FILHO, Malaquias  and  MIGLIOLI, Teresa Cristina. Prevalência e fatores de risco de anemia em mães e filhos no Estado de Pernambuco. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2008, vol.11, n.2, pp. 266-277. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000200008.

OBJETIVO: Estudar a prevalência e fatores de risco de anemia em mães e filhos menores de 5 anos, no Estado de Pernambuco, em três espaços geográficos: Região Metropolitana do Recife (RMR); Interior Urbano (IU) e Interior Rural (IR). MÉTODO: Estudo seccional, em amostra representativa de 807 mulheres adultas e 827 crianças menores de 5 anos, sorteadas em 3 estágios (municípios, setores censitários e famílias), possibilitando 523 pareamentos mães x filhos biológicos. A hemoglobina foi determinada em aparelho portátil (HemoCue). Fez-se avaliação de fatores de risco (biológicos, socioeconômicos, ambientais e acesso a serviços de saúde). RESULTADOS: No conjunto dos resultados, 21,8% das mulheres e 46,9% das crianças tinham anemia, prevalências semelhantes no pareamento mães/filhos biológicos. As prevalências mais baixas de anemia foram encontradas no IU, enquanto as mais elevadas ocorreram no IR. Ocorreu associação entre a situação das mães e dos filhos, com um RP = 1,45, IC (95): 1,21-1,74. Quatro fatores de risco foram comuns às mães e filhos: tipo de ocupação das moradias, coleta de lixo, assistência pré-natal e distância do serviço de saúde. As crianças incorporam mais sete fatores: idade da mãe, idade da criança, espaço geográfico, baixa escolaridade das mães, baixa renda familiar, tamanho da família e falta de esgotos sanitários. CONCLUSÃO: A prevalência de anemia se diferencia por espaços geográficos, idade das crianças e condição de exposição de mães e filhos a fatores biológicos, sócio-econômicos e ambientais.

Keywords : Anemia; Prevalência; Mães e filhos; Estado de Pernambuco.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese