SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Prevalence and risk factors of anemia among women and their children in the State of PernambucoSerum concentrations of retinol and beta-carotene, and nutritional status of children in Teresina, Piauí, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

CASTRO, Vanilde de; MORAES, Suzana Alves de; FREITAS, Isabel Cristina Martins de  and  MONDINI, Lenise. Variabilidade na aferição de medidas antropométricas: comparação de dois métodos estatísticos para avaliar a calibração de entrevistadores. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2008, vol.11, n.2, pp.278-286. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000200009.

Estudos que incluem medidas antropométricas exigem, além da padronização de técnicas de aferição, o emprego de métodos estatísticos para a avaliação de erros de mensuração. OBJETIVO: Comparar duas técnicas estatísticas para avaliar a calibração de entrevistadores, em treinamento para a aferição de medidas antropométricas. METODOLOGIA: Treze entrevistadores participaram da fase de treinamento, que foi programado de modo que, em cada sessão, sub-grupos de entrevistadores realizassem duas aferições de medidas de peso e duas de altura em voluntários (em média, 10 voluntários/sessão). Ao todo, foram realizadas seis sessões para a aferição das medidas de peso e onze para a aferição das medidas de altura. Para as medidas de peso foram utilizadas balanças eletrônicas e, para as de altura, estadiômetros de parede. Para avaliar a calibração, dois métodos estatísticos foram comparados: a) o coeficiente de correlação intraclasse (CCI) e b) a precisão e a exatidão das aferições, segundo Habicht. RESULTADOS: Os entrevistadores foram submetidos, em média, a duas sessões para a calibração das medidas de peso e a três sessões para a calibração das medidas de altura, sendo a precisão atingida antes da exatidão. Os valores dos respectivos CCIs indicaram medições fortemente concordantes desde a primeira sessão. CONCLUSÃO: O método de Habicht apresentou melhor desempenho que o CCI, pois, além do cálculo da precisão, indicou a magnitude da divergência das aferições realizadas pelos entrevistadores, em relação às do supervisor (exatidão).

Keywords : Reprodutibilidade; Coeficiente de Correlação Intraclasse; Calibração.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )