SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Mobile Emergency Care Service (SAMU): analysis of demand and its space distribution in a city of the Brazilian northeastObesity and early sexual maturation among students from Florianopolis - SC author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

COSTA, Mariana de M. F. et al. Variação intra e interpessoal como fatores determinantes para o cálculo do número de observações para estimar a ingestão dietética habitual de adolescentes. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2008, vol.11, n.4, pp. 541-548. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000400003.

Este estudo transversal descreve a variabilidade do consumo alimentar de energia e macronutrientes a partir da estimativa dos coeficientes de variação intra e interpessoal e calcula o número de dias necessários para se avaliar a ingestão dietética de adolescentes de Piracicaba, Brasil. A amostra foi constituída por 92 adolescentes com idade entre 11 e 16 anos. Por meio de entrevistas, foram avaliadas variáveis demográficas, antropométricas e de ingestão dietética, levantada por meio de dois Recordatórios de 24h. Foram realizadas análises descritivas, sendo que as variâncias e os coeficientes de variação intra e interpessoal foram obtidos a partir dos resultados da ANOVA com um fator de classificação. O consumo médio de energia observado foi de 2.326,2 Kcal, e em relação aos macronutrientes foram observados valores de 89,0g de lipídios, 305,3g de carboidratos e 82,2g de proteínas. Os coeficientes de variação intrapessoal variaram de 36% a 45% enquanto os coeficientes de variação interpessoal variaram de 26% a 31%. A razão entre as variâncias variou de 1,35 (carboidrato) a 2,62 (proteína). O menor número de observações necessárias para avaliar corretamente (r = 0,90) a dieta habitual foi de 6 dias para carboidratos. O maior número foi para proteínas (11 dias). Os coeficientes de variação foram semelhantes aos observados em estudos internacionais. Conclui-se que, para o presente estudo, duas observações foram suficientes para a obtenção de coeficientes de correlação razoáveis. No entanto, para se obter ótimos coeficientes de correlação, são necessárias no mínimo seis avaliações destes adolescentes.

Keywords : Consumo alimentar; Razão de variância; Variação intra-pessoal; Variação interpessoal; Adolescentes.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English