SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Visible lesions in leprosy: the role of dentists in the identification of new casesCharacterization of victims of accidents and violence: emergency Service of Alta Floresta - MT (Brazil) author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

ELIAS, Evelyn  and  MAGAJEWSKI, Flávio. A Atenção Primária à Saúde no sul de Santa Catarina: uma análise das internações por condições sensíveis à atenção ambulatorial, no período de 1999 a 2004. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2008, vol.11, n.4, pp. 633-647. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000400011.

INTRODUÇÃO: A reorientação do modelo de atenção à saúde brasileira tem como principal estratégia a estruturação de uma rede de atenção primária que dê cobertura às necessidades de saúde da população através do acesso a equipes de saúde da família. A avaliação do impacto da atenção primária sobre a saúde da população pode ser feito a partir do monitoramento das internações hospitalares por condições sensíveis à atenção ambulatorial, iniciativa que vem se desenvolvendo nos últimos anos em vários países e também no Brasil. OBJETIVO: analisar o comportamento das internações hospitalares por algumas condições sensíveis à atenção ambulatorial na região da Associação de Municípios do Extremo Sul de Santa Catarina - AMESC, associando-o com a qualidade da atenção oferecida pelo Programa de Saúde da Família (PSF) MÉTODO: Pesquisa exploratória com características de estudo ecológico que qualificou a atenção primária oferecida a partir de questionário dirigido aos profissionais do PSF e informações colhidas através dos bancos nacionais de informação, definindo dois grupos de população: uma atendida por serviços de atenção básica com padrão adequado e outra servida por serviços abaixo desse padrão. As internações hospitalares por algumas causas selecionadas destas duas populações foram comparadas no período 1999-2004, analisando-se a sua tendência e associação estatística. RESULTADOS: A análise estatística sugeriu que houve tendência ao declínio das taxas de internações por pneumonia em menores de 5 anos e pneumonia em maiores de 60 anos na população com atenção ambulatorial básica adequada e não adequada. As internações por Diabetes Mellitus tiveram tendência ao declínio na população com atenção ambulatorial básica adequada. As taxas por diarréia apresentaram tendência à estabilidade nos dois grupos populacionais, mas nos municípios com atenção adequada a sua magnitude foi muito menor. As taxas de internação por Acidente Vascular Cerebral foram crescentes em município com atenção adequada, com tênue queda linear para a população atendida de forma não adequada. Em relação às internações por Infarto Agudo do Miocárdio, tanto nos municípios com atenção adequada quanto naqueles com atenção não adequada, as taxas apresentaram tendência ao aumento, com tendência um pouco menor nos municípios com PSF adequado. CONCLUSÃO: É possível perceber algumas mudanças positivas na evolução de algumas taxas de internações por condições sensíveis à atenção ambulatorial, que podem estar associadas a maior cobertura e a melhor atenção recebida pelo PSF.

Keywords : Programa de Saúde da Família; Qualidade da atenção; Avaliação em saúde; Internações por causas sensíveis à atenção ambulatorial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese