SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 suppl.1Evaluation of food intake markers in the Brazilian surveillance system for chronic diseases - VIGITEL (2007-2009)Alcoholic beverage consumption among adults: sociodemographic characteristics and trends author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Abstract

HALLAL, Pedro C et al. Tendências temporais de atividade física no Brasil (2006-2009). Rev. bras. epidemiol. [online]. 2011, vol.14, suppl.1, pp. 53-60. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2011000500006.

OBJETIVO: Analisar as tendências temporais de atividade física (AF) nas capitais brasileiras entre 2006 e 2009. MÉTODOS: A análise apresentada neste artigo é baseada nos dados do VIGITEL, totalizando uma amostra anual aproximada de 54.000 indivíduos. Foram analisados indicadores de AF no tempo livre, trabalho, em casa e no deslocamento, além do tempo assistindo à televisão e de inatividade considerando todos os domínios de AF. A variação dos indicadores no período foi aferida por meio de modelos de regressão de Poisson, tendo como variável explanatória o ano do inquérito. Foi considerada significativa a evolução correspondente a um coeficiente de regressão diferente de zero (p<0,05). RESULTADOS: O percentual de indivíduos ativos no deslocamento passou de 11,7 para 14,4% (p<0,001), enquanto aqueles fisicamente inativos nos quatro domínios passaram de 11,7 para 8,7% (p<0,001). Não foram observadas oscilações significantes nos demais indicadores. As mulheres foram menos ativas em todos os indicadores, exceto nos serviços domésticos. Neste domínio, houve redução das mulheres ativas de 71,4 para 67,1% (p<0,001). Os níveis de AF da população brasileira entre 2006 e 2009 estão estáveis no tempo livre e nas atividades domésticas, mas aumentaram no deslocamento, acarretando uma diminuição no percentual de inativos no país. CONCLUSÃO: A continuidade do monitoramento e o fortalecimento do VIGITEL se colocam como prioridades e a área de AF se insere neste crescimento, e no longo prazo, poderá ter sua evolução temporal novamente avaliada.

Keywords : atividade motora; vigilância da população; epidemiologia; países em desenvolvimento; caminhada; esportes.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese