SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número2Differentials in vital information in the state of Pernambuco, Brazil, 2006-2008Time series of visceral leishmaniasis in Aracaju, state of Sergipe, Brazil (1999 to 2008): human and canine aspects índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Page  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

  • No hay articulos similaresSimilares en SciELO

Compartir


Revista Brasileira de Epidemiologia

versión impresa ISSN 1415-790X

Resumen

LACERDA, Gonçalo F. et al. Câncer nos Açores: primeiros resultados de um registro oncológico de base populacional recentemente criado. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2012, vol.15, n.2, pp. 285-297. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000200006.

INTRODUÇÃO: O arquipélago dos Açores é a região Portuguesa a apresentar as mais elevadas taxas de mortalidade por câncer desde há alguns anos. A ausência de dados de incidência tem constituído um obstáculo ao conhecimento da distribuição da doença oncológica na população açoriana. METODOLOGIA: Todos os tumores malignos (5º dígito da ICD-O: /3) diagnosticados pela primeira vez entre 1 de Janeiro de 2000 e 31 de Dezembro de 2002 foram retirados da base de dados do Registo Oncológico Regional dos Açores. Foram calculadas as taxas brutas, específicas por idade e padronizadas, e estimados os respectivos intervalos de confiança, bem como os riscos relativos de desenvolver câncer nos Açores, em relação a Portugal continental. Finalmente, foram estabelecidos alguns indicadores de qualidade do Registo, como a razão mortalidade:incidência. RESULTADOS: Em termos globais, os resultados demonstram que alguns cânceres, sobretudo nos homens, apresentam taxas de incidência relativamente elevadas. Considerando todas as localizações, quer os homens (RR 1.412; 99% IC 1.407-1.416) quer as mulheres açorianas (1.127; 1.125-1.129) apresentaram um risco significativamente maior de desenvolver câncer, quando comparados com Portugal continental. No que respeita à razão mortalidade:incidência, os resultados poderão eventualmente apontar para padrões de sobrevivência mais desfavoráveis nos Açores relativamente a outras regiões europeias, incluindo o continente. CONCLUSÃO: Uma análise preliminar dos resultados aponta para a existência de fatores de risco, como o consumo de tabaco, a contribuir para a elevada incidência de câncer do pulmão nos homens açorianos. Eventuais disparidades na sobrevivência por câncer entre os Açores e o continente deverão também ser futuramente estudadas.

Palabras llave : Câncer; Incidência; Mortalidade; Registo; Arquipélago; Açores.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés