SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número2Fatores sociodemográficos associados aos diferentes domínios da atividade física em adultos de etnia negraUso de medicamentos contínuos e fatores associados em idosos de Quixadá, Ceará índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Page  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Brasileira de Epidemiologia

versão impressa ISSN 1415-790X

Resumo

RAMIS, Thiago Rozales et al. Tabagismo e consumo de álcool em estudantes universitários: prevalência e fatores associados. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2012, vol.15, n.2, pp. 376-385. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000200015.

O presente estudo teve o objetivo de verificar a prevalência de tabagismo e consumo de álcool entre estudantes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), além de investigar os fatores associados a esses comportamentos. A amostra foi composta por 485 alunos que ingressaram na UFPel em 2008. Os alunos foram selecionados de maneira aleatória entre cursos de todas as áreas da UFPel e responderam a um questionário pré-testado na sala de aula, sob supervisão da equipe de pesquisa. Dos indivíduos entrevistados, 53,9% eram do sexo feminino e 42,3% tinham menos de 20 anos. Em relação ao consumo de álcool, 75% da amostra o utilizam pelo menos uma vez por mês; a prevalência de risco para o alcoolismo foi de 6,2%. Em relação ao tabagismo, 10,2% dos estudantes relataram fumar regularmente ou nos fins-de-semana. Além disso, mais de 90% dos fumantes e dos que consomem bebidas alcoólicas iniciaram o hábito antes de ingressar na universidade. O tabagismo apresentou uma relação direta com a idade e inversa com a autopercepção de saúde. Em relação ao álcool, estudantes que moram com amigos relataram um maior consumo. Os dados sugerem a necessidade de intervenções no meio acadêmico. Entretanto, cabe destacar que as ações para a população adolescente como um todo devam ser priorizadas, pois mais de 90% dos alunos adquiriram os hábitos antes de ingressarem na universidade, demonstrando que o início do consumo está ocorrendo em idades mais precoces.

Palavras-chave : Consumo de álcool; Tabagismo; Universitários; Epidemiologia; Estudantes; Estudos transversais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português