SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 issue6Dermatological disease among HIV-infected patients with CD4-lymphocyte count author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Rev. Saúde Pública vol.38 n.6 São Paulo Dec. 2004

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102004000600001 

ARTIGOS ORIGINAIS

 

Internações e óbitos e sua relação com a poluição atmosférica em São Paulo, 1993 a 1997

 

Hospital admissions and mortality: association with air pollution in São Paulo, Brazil, 1993 to 1997

 

 

Clarice FreitasI; Stephen A BremnerII; Nelson GouveiaIII; Luiz A A PereiraIV; Paulo H N SaldivaIV

ICentro de Vigilância Epidemiológica. Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
IIDepartment of Public Health Sciences. St. George Hospital Medical School. London, England
IIIDepartamento de Medicina Preventiva. Faculdade de Medicina. Universidade de São Paulo [FMUSP]. São Paulo, SP, Brasil
IVLaboratório de Poluição Atmosférica Experimental. FMUSP. São Paulo, SP, Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

OBJETIVO: Investigar efeitos de curto prazo da poluição atmosférica na morbidade respiratória de menores de 15 anos e na mortalidade de idosos.
MÉTODOS: O estudo foi realizado na cidade de São Paulo, Brasil. Foram analisadas as contagens diárias de admissões hospitalares, de menores de 15 anos e de mortes de idosos (>64 anos) no período de 1993 a 1997, em relação às variações diárias de poluentes atmosféricos (PM10, CO, O3). Foi utilizada para análise a regressão de Poisson em modelos aditivos generalizados. Os modelos foram ajustados para efeitos da tendência temporal, sazonalidade, dias da semana, fatores meteorológicos e autocorrelação.
RESULTADOS: Variações do 10° ao 90° percentil dos poluentes foi significativamente associada com o aumento de admissões por doenças respiratórias em menores de 15 anos para PM10 (%RR=10,0), CO (%RR=6,1) e O3 (%RR=2,5). Associação similar foi encontrada para mortalidade em idosos e PM10 (%RR=8,1) e CO (%RR=7,9).
CONCLUSÕES: Os resultados encontrados são coerentes com os estudos que apontam associação entre variações de curto prazo dos poluentes atmosféricos e incremento na morbidade e mortalidade nos grandes centros urbanos.

Descritores: Hospitalização. Idoso. Poluição do ar. Doenças respiratórias. Saúde infantil (saúde pública). Saúde do idoso. Morbidade. Mortalidade. Vigilância.


ABSTRACT

OBJECTIVE: To investigate short-term effects of air pollution on respiratory morbidity of children under 15 and elderly mortality.
METHODS: The study was carried out in the city of São Paulo, Brazil. Daily hospital admissions due to respiratory conditions in children under 15 and mortality of adults over 64 years of age were obtained for the period ranging from 1993 to 1997. Daily levels of PM10, CO and O3 were collected for the same period. Poisson regression analysis was