SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 issue6Oswaldo Paulo Forattini: editorColega relembra Oswaldo Paulo Forattini author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • Have no similar articlesSimilars in SciELO

Share


Revista de Saúde Pública

Print version ISSN 0034-8910

Rev. Saúde Pública vol.41 n.6 São Paulo Dec. 2007

http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102007000600003 

HOMENAGEM

 

Oswaldo Paulo Forattini - epidemiologista, entomologista e humanista

 

 

Maria Anice Mureb SallumI; José Maria Soares BarataI; Roseli La Corte dos SantosII

IDepartamento de Epidemiologia, Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo
IICentro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal de Sergipe

 

 

Na ansiedade do irrealizado
A angústia da frustração.
Na espera do porvir
O não chegar à solução.
Na decadência física a vir
O sentido último da vida
Da realização, a vaidade
Da mediocridade ambiente, a resistência
Do ideal que se foi, a persistência
Da pureza juvenil, a saudade

Forattini (1979)

 

Nascido a 10 de janeiro de 1924 em Rosário de Santa Fé, Argentina, e naturalizado brasileiro em 1946, o Professor Forattini foi filho único de pais imigrantes da Itália que chegaram ao Brasil no início da década de 1930. Cresceu em ambiente familiar onde falava português com o pai, Policarpo Forattini, e francês e italiano com a mãe, Giuseppina Candrina Forattini. Além de ter o domínio dos três idiomas, tornou-se também fluente em espanhol e inglês, e teve grande interesse nos estudos do latim. Por ser erudito, ele defendia que os livros deveriam ser lidos no idioma em que eram escritos. Um dos primeiros livros que teve o prazer de receber de presente de sua mãe quando fez 12 anos de idade foi um exemplar da Divina Comédia, escrito em italiano arcaico.

Por ser filho único de casal sem família no Brasil e pela formação intelectual que recebeu com o incentivo dos pais, tornou-se apaixonado por literatura, história, música clássica e artes. Desde muito jovem ia a concertos no Theatro Municipal de São Paulo aos domingos e ouvia música clássica todos os dias. Dessa maneira, ele era capaz de identificar não apenas o compositor, mas a orquestra e o solista. Obviamente, ele apreciava outras modalidades de música, como jazz, blues e regionais. Lia e escrevia poesias. Enfim, o Professor Forattini conhecia muitas obras em profundidade, descrevendo em detalhes peças musicais, obras da literatura, história e artes. Era um amante da palavra, da vida.

Durante o curso secundário, no Ginásio do Estado, na cidade de São Paulo, ele pensava em estudar história, mas no decorrer dos anos, ingressou no Colégio Universitário e se candidatou ao exame vestibular para ingresso no curso de medicina. Classificado em primeiro lugar, tornou-se aluno da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em 1946.

Logo depois de se formar em medicina em 1949, o Professor Forattini ingressou na então Faculdade de Higiene e Saúde Pública da Universidade de São Paulo como professor assistente do Departamento de Parasitologia e Higiene Rural. Teve início assim sua carreira universitária. Iniciou estudos em entomologia médica, em 1950, com o pesquisador John Lane e depois saúde pública, em 1957. Em maio de 1954, com 30 anos, o Professor Forattini prestou concurso para Livre-Docente com a tese intitulada "Algumas observações sobre biologia de flebótomos (Diptera, Psychodidae), em região da Bacia do Rio Paraná (Brasil)". Cinco anos mais tarde, submeteu-se a concurso para provimento do cargo de Professor Adjunto da Cadeira de Parasitologia Aplicada e Higiene Rural. Foi em 1966 que o Professor Forattini conquistou a Cátedra de Epidemiologia, apresentando a tese sob o título "Investigações sobre focos naturais de arbovírus". Em 1970 assumiu a chefia do Departamento de Epidemiologia. No Departamento, ele "imprimiu a visão do epidemiologista além ou acima das áreas de conhecimento específicas", nas palavras da Profa. Dra. Maria Lúcia Lebrão, atual Chefe do Departamento de Epidemologia.

Foi Vice-diretor (1975-1976) e em seguida, Diretor da Faculdade de Saúde Pública (1978-1982), Chefe do Departamento de Epidemiologia (1970-1986), membro do Conselho Deliberativo do Hospital Universitário em 1980, membro do Conselho Curador da Fuvest em 1978, membro do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (1975-1988) e Coordenador do Núcleo de Pesquisas Taxonômica e Sistemática em Entomologia Médica (1990-2004). Acresce considerar a sua participação na Comissão Editorial da Editora da Universidade de São Paulo (1983-2004), e seu empenho para a criação e desenvolvimento da Revista de Saúde Pública (1966-2005), da qual foi o Editor. Participou diretamente da criação do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBI) da Universidade de São Paulo (1979-1984).

A vida do Professor Forattini sempre foi guiada por desafios e paixões. Colaborou com o Prof. John Lane, coordenador do Curso de Entomologia Médica, suspenso com o falecimento de seu idealizador em 1963. Aceitou o desafio de dar continuidade ao Curso em 1970, reestruturado e denominado Curso de Epidemiologia Médico-Entomológica, coordenado por ele até 1984, e mantido por seus colegas. Além deste curso, o Professor Forattini reestruturou a Disciplina de Epidemiologia para alunos dos cursos de especialização e pós-graduação em Saúde Pública. A partir de 1980, o novo desafio era a ecologia, ciência que, naquela oportunidade, não era voltada para a saúde pública e medicina, mas o Professor Forattini visualizou as inter-relações entre esses campos. Assim, publicou inúmeros artigos associando insetos com a distribuição de doenças, publicou o livro "Ecologia, Epidemiologia e Sociedade" e propôs a criação da disciplina de pós-graduação "Ecologia em Saúde Pública", ministrada por ele entre as décadas de 1990 e início da de 2000, no final das tardes de sextas-feiras. Suas aulas eram freqüentadas por alunos de formações variadas, que incluíam sociólogos, advogados, biólogos, médicos, antropólogos entre muitos outros. Embora fosse uma disciplina de pós-graduação, recebia também muitos os alunos ouvintes, inclusive externos à universidade.

Um dos poucos, talvez o único professor de sua época, que prendia o interesse dos alunos com sua oratória e "diapositivos", como ele costumava chamar os slides. Suas aulas eram brilhantes e promoviam discussões entre os alunos, muitas vezes acaloradas. O Professor Forattini foi um grande orador que provocava e cativava a platéia. Com muita habilidade, inteligência e conhecimento, ele iniciava uma aula de assunto específico, a seguir ampliava a abordagem da biologia, voltando a concluir o ponto inicial. Na verdade, suas aulas e palestras eram viagens encantadoras pelo mundo da biologia, evolução, saúde pública, medicina e artes. Com a habilidade e gosto de um artista e a visão de um cientista, ilustrava suas aulas e palestras com suas fotos, capturadas com uma câmera fotográfica Leica, na cidade de São Paulo ou no interior do Brasil, estas durante as coletas de campo de suas pesquisas. Dessa maneira ele colecionou centenas de slides e estórias interessantes.

Muitos de seus alunos de especialização e pós-graduação hoje atuam em diferentes áreas da entomologia médica no Brasil e América Latina, como pesquisadores ou professores universitários. Dessa maneira, o Professor deixou um legado de seguidores que darão continuidade à entomologia médica na região neotropical.

Devido à sua vida científica bastante produtiva, as contribuições do Professor para o desenvolvimento da ciência foram de enorme relevância, tendo merecido o reconhecimento e respeito nacional e internacional. Nos primeiros anos de sua vida profissional, dedicou-se quase inteiramente aos estudos dos insetos vetores de interesse para a saúde pública. Primeiro foram os culicóides (Culicoides, Ceratopogonidae), depois os flebotomíneos (Phlebotominae, Pshychodidae), a seguir os culicídeos (Diptera: Culicidae) e os triatomíneos (Triatominae, Reduviidae).

Como verdadeiro apaixonado da ciência, dedicava longas horas ao trabalho diário, escrevendo livros e artigos científicos, inclusive nos fins de semana e feriados. Munido de lápis, apontador, uma máquina de escrever manual, canetas de pena e muita habilidade artística, o Professor Forattini escreveu e desenhou as ilustrações de seus livros.

Entre suas contribuições científicas para o desenvolvimento da entomologia médica no Brasil e América Latina incluem-se mais de 200 artigos científicos, a maioria na área de epidemiologia médico-entomológica em colaboração com alunos e colegas do Brasil e exterior. Paralelamente, teve 14 livros publicados. Entre eles, quatro são considerados clássicos da entomologia médica da Região Neotropical, escritos na década de 1960 e início da de 1970.

Em seus estudos sobre a doença de Chagas o Professor Forattini passou a colaborar com o Ministério da Saúde, por meio da Superintendência de Campanhas de Saúde Pública e posteriormente, Fundação Nacional de Saúde. Assim surgiu a necessidade de se criar o então Centro de Estudos Entomologia em Epidemiologia, resultado da cooperação entre a Faculdade de Saúde Pública da USP e Ministério da Saúde.

Desde que iniciou seus estudos entomológicos em 1948, o Professor Forattini nunca deixou de depositar e cuidar dos espécimes coletados em suas pesquisas. Acresceu milhares desses exemplares na Coleção Entomológica de Referência da Faculdade de Saúde Pública, coleção iniciada em 1937 pelos Professores Paulo C. A. Antunes e John Lane. Nesse contexto, foram as amostras de Aedes albopictus depositadas na coleção em 1948 que permitiram a identificação dos primeiros espécimes desse táxon encontrados no Brasil.

Como conseqüência de vida dedicada à produção do conhecimento científico, o Professor Forattini foi agraciado com múltiplos prêmios. Merecem destaque: Emílio Ribas (Esquitossomose mansônica em Santos, Estado de São Paulo, 1947); José Pinto Alves (Contribuição para o estudo da actinomicose toraco-pulmonar, 1948); Florêncio Gomes da Academia de Medicina de São Paulo (Culicoides Neotropicais (Diptera, Ceratopogonidae, 1955); Contribuição Relevante para a Pesquisa da Universidade de São Paulo (1992); John Belkin Memorial do American Mosquito Control Association, EUA (1995); Jabuti pelo seu livro Culicidologia Médica. Vol. 1. (1996) e Câmara Brasileira do Livro (1997). Foi agraciado com a Medalha Cultural Gaspar Vianna, em 1961, pela sua contribuição aos estudos relativos a leishmaniose tegumentar. Em 2005, recebeu o título de Professor Emérito da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo. Foi homenageado pela Universidade de São Paulo pela sua dedicação à pesquisa, docência e outras atividades relevantes para o desenvolvimento do País (2006).

 

COMENTÁRIOS DE SUA BIBLIOGRAFIA CIENTÍFICA

Apresenta-se a seguir uma síntese comentada sobre a importância de suas contribuições científicas, finalizando com a listagem completa de sua bibliografia, com 243 artigos de pesquisa e 14 livros.

A produção científica do professor Forattini teve início em meados da década de 1940, quando era estudante do quarto ano de medicina e se incorporou a grupos de pesquisa em medicina tropical da Faculdade de Medicina onde estudava. Publicou seis artigos em 1946 e outros cinco em 1947. Entre os trabalhos acadêmicos daquele período, merece destaque o apresentado no quinto ano à Cadeira de Higiene, intitulado "Contribuição ao estudo da esquistossomose mansônica em Santos, Estado de São Paulo". Desde esse período mostrou tendências para os estudos entomológicos.

Nos anos de 1949 e 1950, colaborou com o Serviço Especial de Saúde de Araraquara em inquérito epidemiológico na região de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, com o objetivo de esclarecer a transmissão autóctone de esquistossomose mansônica. Posteriormente, em áreas do município de Araraquara e vizinhanças, realizou pesquisas que permitiram a descoberta da presença da doença de Chagas nos municípios de Araraquara, São Simão e São Carlos.

Iniciou as investigações sobre leishmaniose tegumentar na década de 1950, que se prolongaram até a década de 1980. As pesquisas tiveram por finalidade a descoberta de novas áreas de endemicidade e, conseqüentemente, o estudo local de fatores epidemiológicos. Nesse sentido, as pesquisas se concentraram na elucidação de problemas concernentes à transmissão, na existência de reservatórios naturais de Leishmania spp, taxonomia de Phlebotominae, aspectos da ecologia e comportamento de espécies vetoras dos protozoários. Foram assinalados vários focos de infecção nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Amapá e Rondônia. No caso de São Paulo, vale assinalar o encontro de foco na região sul que até aquela época era considerada isenta da endemia. Na região meridional do Brasil, foi possível incriminar a Psychodopygus intermedius como provável transmissor, além de outras espécies da subfamília Phebotominae. No estado do Amapá, foram obtidas evidências que sugeriram a participação da P. squamiventris. Na mesma época, assinalou-se a presença de Lutzomyia longipalpis, vetor da leishmaniose visceral no nordeste, na região sul do estado de Mato Grosso do Sul. Foram feitas descobertas pioneiras na ocasião, sobre os possíveis reservatórios silvestres de leishmanias. Como resultado de suas pesquisas, elaborou modelo epidemiológico da transmissão da leishmaniose tegumentar e os ciclos que os parasitas poderiam apresentar na natureza.

Em 1953, tiveram início os estudos sobre aspectos da biologia de ceratopogonídeos hematófagos do gênero Culicoides em campo. Dessa maneira, foi possível descobrir os criadouros de várias espécies, estabelecer quais as dominantes na região de São Vicente e observar os hábitos de adultos. Esses estudos foram pioneiros na América do Sul e contribuíram para o melhor entendimento da epidemiologia dos agentes infecciosos veiculados por esses insetos. Em 1959, iniciou as observações ecológicas destinadas a estudar aspectos da biologia de Culicidae e suas implicações na epidemiologia dos agentes infecciosos veiculados por mosquitos. Em 1957 publicou importante revisão do gênero Culicoides.

O Professor Forattini dedicou-se intensamente aos estudos da transmissão da malária. Suas investigações contribuíram para o esclarecimento dessa endemia no Estado do Amapá. Paralelamente, conduziu estudos semelhantes no Estado de São Paulo. Pesquisas foram desenvolvidas sobre o foco endêmico de malária em Cananéia, com a finalidade de obter conhecimentos úteis para a campanha de erradicação da doença. Em conseqüência, observou-se que a densidade intradomiciliar de espécies de Kerteszia sofria variações regionais, consideradas resultantes de mudanças comportamentais desses insetos. Outro resultado importante dos estudos foi a observação de que o alcance de vôo de espécies de Kerteszia era maior do que se admitia na época. Suas pesquisas assinalaram, pela primeira vez, a presença de Anopheles neivai no Brasil, inseto de importância epidemiológica em certas regiões da Colômbia. Em 1960, o Professor Forattini investigou epidemia de dermatite provocada por lepidópteros de gênero Hylesia, no Estado do Amapá.

Ainda na década de 1960 dedicou-se a investigações epidemiológicas visando ao estudo de focos naturais de arboviroses e a possível transferência desses agentes infecciosos para o homem e seu ambiente. Nesse sentido, em colaboração com colegas estrangeiros, publicou resultados de estudo que mostraram que o mosquito Psorophora ferox era competente para transmitir o vírus em laboratório. Entre os estudos sobre insetos de importância médica, aqueles sobre os hábitos domiciliares do mosquito Ae. scapularis evidenciaram sua possível participação na transmissão do vírus Rocio, em áreas do Vale do Ribeira, Estado de São Paulo, durante epidemia que ocorreu no início da década de 1970. As investigações sobre mosquitos se tornaram ainda mais intensas na segunda metade da década de 1970 e continuaram, nas décadas seguintes. Nesses anos, estudou intensamente aspectos da ecologia, epidemiologia e sistemática de espécies de mosquitos de diversas áreas do Vale do Ribeira, situado no sudeste do Estado de São Paulo. Com recursos de projeto de pesquisa, estabeleceu uma base de campo para estudos com insetos de importância epidemiológica em Pariquera Açu, município localizado no sul do estado de São Paulo. Destacam-se: o primeiro registro da ocorrência de Ae. albopictus no Brasil e os estudos sobre comportamento de espécies do complexo Anopheles albitarsis em área de plantação de arroz irrigado, estudos sobre Kerteszia e Ae. scapularis. Acresce considerar as investigações sobre a sistemática de mosquitos que resultaram na descrição de espécies novas e em revisão da Seção Spissipes de Culex (Melanoconion).

Embora com algumas incursões anteriores, foi no fim da década de 1960 que o Professor Forattini iniciou os estudos e publicações sobre a transmissão e o controle da tripanossomíase americana e seus insetos vetores, os triatomíneos.

Durante o período entre 1970 e 1984 estudou espécimes de todo o território brasileiro, provenientes do "Inquérito Nacional de Triatomíneos". Publicou uma série de artigos considerados pioneiros não só pelo ineditismo dos dados, mas particularmente pela forma de analisar e apresentar os resultados. Suas pesquisas evidenciaram associações entre as freqüências das espécies encontradas e os dados ecológicos dos grandes biomas brasileiros, como o cerrado, a caatinga e a Mata Atlântica.

Quase sempre com a colaboração de pesquisadores da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, o Professor Forattini estudou e publicou a série de 21 trabalhos denominada "Aspectos ecológicos da Tripanossomiase americana". Trata-se de estudos em campo sobre o comportamento de Triatoma infestans, T. sordida, Panstrongylus megistus e da Rhodnius neglectus, espécies vetoras mais importantes da doença de Chagas no Estado de São Paulo. A partir do conhecimento adquirido nas pesquisas, a Secretaria da Saúde foi modificando as medidas adotadas no controle desta endemia, por meio do Serviço de Erradicação da Malária e Profilaxia da Doença de Chagas, Superintendência do Meio Ambiente e posteriormente Superintendência de Controle de Endemias. Nesse contexto, passou de uma ação com cobertura total de inseticida, como a fase de "arrastão", ao "controle seletivo" segundo as evidências dos estudos. Dessa maneira pôde-se eliminar a T. infestans, que era a espécie vetora mais importante. Esse resultado serviu de modelo para as propostas de controle da doença de Chagas pelo Governo Federal e posteriormente pelos países do Cone Sul. Seu artigo sobre a biogeografia, a origem e a distribuição da domiciliação de triatomíneos no Brasil teve grande importância para o entendimento do padrão de distibuição do T. infestans na América do Sul.

O Professor Forattini dedicou-se mais intensamente aos estudos sobre aspectos ecológicos e comportamentais dos mosquitos e da sistemática de dois gêneros de grande importância epidemiológica, Anopheles e Culex, a partir da década de 1990. Os estudos ecológicos sobre os culicídeos de áreas distintas do ecossistema da Mata Atlântica mostraram a utilidade desses insetos na avaliação do grau de alteração do ambiente natural em decorrência dos processos de ocupação do solo pelo homem.

Na década de 2000 foram marcantes os estudos direcionados aos mosquitos sinantrópicos, notadamente Ae. albopitcus. A indicação das bromélias como criadouros de Ae. albopictus e Ae. aegypti promoveram a inclusão dessas plantas entre os recipientes submetidos à vigilância entomológica.

Com os conhecimentos adquiridos nos trabalhos de campo e nas investigações de laboratório, o Professor Forattini escreveu como único autor livros considerados clássicos da entomologia médica. Em vista de suas atividades de pesquisa e sua atuação como professor do Curso de Epidemiologia Médico-Entomológica, elaborou a obra de Entomologia Médica em quatro volumes. O primeiro volume foi sobre Anophelinae e malária; o segundo aborda Culex, Aedes, Psorophora; o terceiro, sobre os gêneros Haemagogus, Mansonia, Coquillettidia, Culiseta, tribo Sabethini, arboviroses e filariosose bancroftiana; e o quarto sobre a subfamília Phlebotominae, leishmanioses e bartoneloses.

O primeiro livro de epidemiologia em língua portuguesa foi escrito pelo Professor, intitulado "Epidemiologia Geral", publicado em 1976, e uma segunda edição em 1996.

Em conseqüência de sua disciplina "Ecologia em Saúde Pública", escreveu o livro intitulado "Ecologia, Epidemiologia e Sociedade" que teve grande impacto na abordagem da saúde pública contemporânea. A primeira edição ocorreu em 1992 e segunda em 2003.

Encerrou sua coleção de livros com a publicação, em 2004, intitulada "Conceitos Básicos de Epidemiologia Molecular".

As atividades de pesquisa não impediram o Professor Forattini de elaborar um livro fora de sua área de estudos, no qual abordou seus pensamentos sobre o ser humano: "O Ser e Ser Humano".

***

Depois de aposentado compulsoriamente em 1994, o Professor Forattini permaneceu em atividade até início de 2004, quando teve que se afastar por motivo de saúde. Dedicou 55 anos de sua vida à Faculdade de Saúde Pública, à Universidade de São Paulo e à Ciência.

Aqueles que conviveram com o Professor Forattini sempre se lembrarão de uma frase que ele costumava dizer em momentos difíceis da vida:

Nada resiste ao trabalho!

 

BIBLIOGRAFIA (1946-2007)

Artigos de pesquisa

Década de 1940

1. Almeida F, Lacaz CS, Forattini OP. Ação da sulfanilamida e seus derivados "in vitro", sobre o Paracoccidioides brasiliensis. Rev Clin Cient. 1946;15:113-7.

2. Artom M, Lacaz CS, Forattini OP. Considerações sobre um caso de leishmaniose do tipo linfangítico-nodular ascendente, simulando esporotricose. Rev Med CAOC. 1946;30:313-6.

3. Forattini OP. Considerações clínicas sobre um caso de localização apendicular do Trichocephalus trichiurus (Linnaeus, 1771) Blanchard, 1895. An Paul Med Cir. 1946;52:327-31.

4. Forattini OP. Um caso de blastomicose com localização pancreática. Rev Med CAOC. 1946;30:515-20.

5. Almeida F, Lacaz CS, Forattini OP. Considerações sobre três casos de micoses humanas de cujas lesões foram isoladas ao lado dos cogumelos responsáveis, algas provavelmente do gênero Chlorella. An Fac Med Univ S Paulo. 1946;22:295-9.

6. Almeida F, Lacaz CS, Forattini OP. Ação da sulfanilamida e seus derivados "in vitro", sobre o Actinomyces brasiliensis. An Fac Med Univ S Paulo. 1946;22:301-6.

7. Madeira JA, Lacaz CS, Forattini OP. Considerações sobre um caso de blastomicose (granulomatose paracoccidioidica) generalizado, com o isolamento de Paracoccidioides brasiliensis, a partir do sangue circulante. O Hospital. 1947;31:845-54.

8. Forattini O.P. Nota sobre a incidência de Capillaria hepatica (Bancroft, 1893) e Cysticercus fasciolaris (Rudolphi, 1808) nos ratos da cidade de São Paulo. Rev Med CAOC. 1947;31:163-9.

9. Forattini OP. Presença de leptospiras nos ratos da cidade de São Paulo. An Fac Med Univ S Paulo.1947;23:5-27.

10. Montenegro J, Forattini OP. Faraco A. Pesquisa de espiroquetas no fígado humano. Rev Inst Adolfo Lutz. 1947;7:41-54.

11. Forattini OP. Blastomicose da região pancreática. Rev Paul Med. 1947;31:165-72.

12. Lane J, Forattini OP. Duas novas espécies de Bibionellus Edwards, 1935 (Diptera, Bibionidae). Rev Ent. 1948;19:569-74.

13. Almeida F, Lacaz CS, Forattini OP. Contribuição para o estudo da actinomicose tóraco-pulmonar. Rev Paul Med. 1948;32:259-302.

14. Silva OJ, Forattini OP. Nota sobre a infecção natural de triatomídeos e de cão pelo Trypanosoma cruzi em uma zona do rio Mogi-Guaçu, Municípios de São Simão e de São Carlos, Estado de São Paulo. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1949; 3:211-7.

Década de 1950

15. Forattini OP. Parasitoses intestinais. Nota sobre as variedades observadas na 4a Enfermaria de Cirurgia de Homens no Hospital Central da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo. An Paul Med Cir. 1950;59:307-10.

16. Forattini OP, Serra OP. Contribuição ao conhecimento da morfologia e biologia de Pyrrhosphodrus militaris Stal, 1866 (Hemiptera, Harpactorinae). Dusenia. 1:229-36, 1950.

17. Forattini OP, Silva OJ. Resultados das pesquisas de triatomídeos no Distrito de Motuca (município de Araraquara). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1950;4:21-36.

18. Lane J, Forattini OP. New data on Sabethini. Proc Entomol So Wash. 1952;54:254-7.

19. Forattini OP, Lane J. Sobre Toxorhynchites haemorrhoidalis separatus Arribalzaga, 1891. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1952;6:57-9.

20. Forattini OP, Santos MR. Notas sobre infecção natural de Phlebotomus intermedius Lutz e Neiva, 1912, por formas em leptomonas em um foco de leishmaniose tegumentar americana. Arq Hig Saude Publ. 1952;17:171-4.

21. Forattini OP. O Culicoides trinidadensis Hoffman, 1925 (Diptera, Ceratopogonidae). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1953;7:123-6.

22. Forattini OP, Pattoli DBG, Aun JR. Algumas observações sobre o comportamento da Leishmania brasiliensis em cães. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1953;7:137-55.

23. Forattini OP. Nota sobre criadouros naturais de flebótomos em dependências peridomiciliares no Estado de São Paulo. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1953;7:157-67.

24. Forattini OP. Redescrição de Culicoides flavivenula Costa Lima, 1937 (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1954;1:135-8.

25. Forattini OP. Algumas observações sobre biologia de flebótomos (Diptera-Psychodidae) em região da bacia do Rio Paraná (Brasil). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1954;8:15-136.

26. Forattini OP. O segundo esternito em algumas espécies de flebótomos do Brasil (Diptera, Psychodidae). Folia clin biol. 1954;21:213-8.

27. Forattini OP. Nova espécie de Culicoides (Diptera, Ceratopogonidae) do Estado de Goiás, Brasil. Folia Clin Biol. 1954;21:315-20.

28. Forattini OP. Nova espécie de Culicoides (Diptera, Ceratopogonidae) do Brasil Central. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1954;8:189-92.

29. Forattini OP. Nota sobre anomalia observada na genitália masculina de Phlebotomus whitmani Antunes e Coutinho, 1939 (Diptera, Psychodidae). Folia Clin Biol. 1954;21: 353-6.

30. Forattini OP. Redescrição de Culicoides lopesi Barreto, 1944, C.limai Barreto, 1944 e C.bambusicola Lutz (Diptera, Ceratopogonidae). Folia Clin Biol 1954;22:223-32.

31. Forattini OP. Redescrição de Culicoides guttatus (Coquillet, 1904) e C.insignis Lutz, 1913 (Diptera, Ceratopogonidae). Folia Clin Biol. 1955;23:103-14.

32. Forattini OP, Galvão AB. Redescrição de Culicoides maruim Lutz, 1913 e C.reticulatus Lutz, 1913 (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Malar. 1955;7:225-33.

33. Forattini OP, Lane J. Sobre uma Forcipomyia que suga Phasmidae (Diptera, Nematocera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1955;4:1-6.

34. Forattini OP, Santos MR. Novas observações em regiões endêmicas de leishmaniose tegumentar americana nos Estados de São Paulo e Mato Grosso, Brasil. Rev Clin S Paulo. 1955;1-3:13-20.

35. Lane J, Forattini OP, Rabello EX. Dixa (Dixella) paulistana n. sp.. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1955;9:113-7.

36. Lane J, Forattini OP, Rabello EX. Biologia e espécies novas de Palpomyia e Stilobezzia (Diptera, Nematocera, Ceratopogonidae). Dusenia. 1955;6:61-8.

37. Forattini OP. A new Culicoides from Panama (Diptera, Ceratopogonidae). Proc Entomol Soc Wash. 1956;58:35-6.

38. Forattini OP. Nova espécie de Culicoides (Diptera, Ceratopogonidae) de São Vicente, Estado de São Paulo, Brasil. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1956;10:81-4.

39. Forattini OP, Rabello EX. As formas imaturas de Culicoides guyanensis Floch e Abonnenc, 1942 e de algumas espécies de Stilobezzia (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1956;6: 43-50.

40. Forattini OP, Santos MR. Nota sobre um foco de leishmaniose tegumentar americana no Estado de Mato Grosso, Brasil. Rev Bras Malar. 1956;8:127-33.

41. Forattini OP, Rabello EX, Heredia RL. Notas sobre Culicidae (Diptera). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1956;10:85-8.

42. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Nota sobre a larva e pupa de Culicoides insignis Lutz, 1913 (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1956;4:195-8.

43. Lane J, Forattini OP. Neotropical Stilobezzia Kieffer, 1911 - I. Nine new Panamian species (Diptera, Nematocera, Ceratopogonidae). Rev Bras Malar. 1956;8:207-26.

44. Forattini OP, Castro PC. Atividades de saúde pública na zona rural, com especial referência ao Estado de São Paulo, Brasil. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1957;11:35-39.

45. Forattini OP, Oliveira O. Um foco de leishmaniose tegumentar na zona sul de São Paulo, Brasil. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1957;11:23-34.

46. Forattini OP, Rabello EX. Dados sobre Dasyhelea Kieffer, 1911 do Brasil (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1957;7:241-50.

47. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. A brief note on breeding places of Culicoides in São Vicente, Brazil. Mosq News. 1957;17:312-3.

48. Forattini OP. Culicidae que se criam em buracos de caranguejos (Diptera). Rev Bras Biol. 1958;18:175-9.

49. Forattini OP. Nova espécie de Leptoconops s.str. da região neotropical (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1958;8:37-42.

50. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Culicoides da região neotropical (Diptera, Ceratopogonidae). II - Observações sobre biologia em condições naturais. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1958;12:1-52.

51. Lane J, Forattini OP. Neotropical Stilobezzia. II - Fourteen new species, chierfly from Panama (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1958;8:203-24.

52. Forattini OP. Flebótomos transmissores das leishmanioses na região neotropical. Arq Venez Pat Trop. 1959;3:193-205.

53. Forattini OP. Insecta Amapaensia - Diptera: Culicidae. Studia Ent. 1959;2:285-8.

54. Forattini OP. Sobre os flebótomos do Território do Amapá, Brasil. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1959;13:159-64.

55. Forattini OP, Lenko K. Nota biológica sobre Metacuterebra apicalis (Guérin, 1829/38) (Diptera, Cuterebridae). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1959;13:155-8.

56. Forattini OP, Juarez E, Bernardi L, Dauer C. Leishmaniose tegumentar, no Território do Amapá, Brasil. Rev Inst Med Trop S Paulo. 1959;1:11-7.

Década de 1960

57. Forattini OP. Nota sobre Phlebotomos do Território do Amapá, Brasil. (Diptera, Psychodidae). Studia Ent. 1960;3:467-80.

58. Forattini OP. Notícia sobre Panstrongylus geniculatus (Latreille, 1811). Rev Bras Ent. 1960;9:177-80.

59. Forattini OP. Sobre a leishmaniose tegumentar na região sul do Estado de Mato Grosso, Brasil. Rev Bras Malar. 1960;12:69-73.

60. Forattini OP. Sobre os reservatórios naturais de leishmaniose tegumentar americana. Rev Inst Med trop S Paulo. 1960;2:195-203.

61. Forattini OP, Rabello EX. Nota sobre Culicidae (Diptera). 2 - A larva, a pupa e alguns dados biológicos de Aedes (Finlaya) fluviatilis Lutz, 1904. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1960;14:87-94.

62. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Notas sobre Culicidae (Diptera). 3 - As larvas e as pupas de Wyeomyia (W.)limai Lane e Cerqueira, 1942 e de W. (D.)personata (Lutz, 1904). Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1960;14:95-109.

63. Forattini OP. Novas observações sobre a biologia de flebótomos em condições naturais (Diptera, Psychodidae). Arq Hig Saude Publica 1960;25:209-15.

64. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Sobre as formas imaturas de Culicoides reticulatus Lutz e de Stilobezzia panamensis Lane e Forattini (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1960;9: 1-4.

65. Antunes FCA, Forattini OP. Ginandromorfos de Aedes (Stegomyia)aegypti (L.) (Diptera, Culicidae). Rev Bras Biol. 1960;20:429-34.

66. Forattini OP. Breve nota sobre a presença de Anopheles (Kerteszia)neivai Howard, Dyar e Knab, 1912, no Brasil. Rev Bras Ent. 1961;10:31-2.

67. Forattini OP. Chaves para a identificação do gênero Anopheles Meigen, 1818, da região neotropical (Diptera, Culicidae). Rev Bras Ent. 1961;10:169-87.

68. Forattini OP. Some data on the domesticity of Aedes scapularis (Rondani) in São Paulo, Brazil. Mosq News. 1961;21:295-6.

69. Forattini OP, Correa RR, Rabello EX, Guarita O. Algumas observações sobre a densidade de anofelinos Kerteszia no Estado de São Paulo, Brasil. Arq Hig Saude Publica. 1961;26:249-56.

70. Correa RR, Forattini OP, Guarita OF, Rabello EX. Observações sobre o vôo de Anopheles (Kerteszia)cruzii e de A. (K.) bellator, vetores de malária ( Diptera, Culicidae). Arq Hig Saude Publica. 1961;26:333-42.

71. Gusmão HH, Forattini OP, Rotberg A. Dermatite provocada por lepidópteros do gênero Hylesia. Rev Inst Med Trop S Paulo. 1961;3:112-20.

72. Lane J, Forattini OP. Neotropical Stilobezzia Kieffer, 1911. III - Key for the adults of this genus and description of one new species (Diptera, Ceratopogonidae). Rev Bras Ent. 1961;10:83-94.

73. Forattini OP. Arboviroses. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1961/62;15/16: 109-99.

74. Coutinho JO, Forattini OP. Notas sobre Culicidae (Diptera). 4 - Contribuição ao estudo do subgênero Microculex com a descrição de uma nova espécie. Studia Ent. 1962;5:209-34.

75. Rabello EX, Forattini OP. Sobre uma nova espécie do gênero Rhexoza Enderlein (Diptera, Scatopsidae). Papeis avulsos Depto Zool S Paulo. 1962;15:303-9.

76. Forattini OP, Coutinho JO. Sobre duas espécies do subgênero Microculex (Diptera). Studia Ent. 1963;6:481-95.

77. Forattini OP, Bianchini NR, Bianchini JP, Rabello EX. Notas sobre Culicidae (Diptera). 5 - Observações sobre a evolução de cinco espécies em condições de laboratório, com a descrição de alguns ovos. Arq Fac Hig Saude Publ S Paulo. 1963;17:5-15.

78. Forattini OP. Notas sobre Culicidae (Diptera). 8 - A respeito de Culex (Culex)spinosus Lutz, 1905. Rev Bras Ent. 1964;11:57-62.

79. Forattini OP. Breve nota sobre variações em espécies de Anopheles (Diptera:Culicidae). Rev Bras Ent. 1964;11:139-40.

80. Forattini OP. Considerações sobre a erradicação do Aedes aegypti no Continente Americano. Arq Hig Saude Publica. 1964;29:83-87.

81. Forattini OP, Carvalho G. Notas sobre Culicidae (Diptera). 7 - Considerações a respeito de algumas espécies de Uranotaenia. Rev Bras Ent. 11: 31-35, 1964.

82. Forattini OP, Rabello EX. Notas sobre Culicidae (Diptera). 6 - Novos dados sobre algumas espécies do subgênero Culex. Papeis avulsos Depto Zool S Paulo. 1965;17:27-34.

83. Forattini OP, Leon PM, Rabello EX. Notas sobre Culicidae (Diptera). 9 - A respeito de algumas espécies de Sabethes. Studia Ent. 1965;8:449-67.

84. Souza Lopes O, Lacerda JPG, Fonseca IEM, Castro DP, Forattini OP, Rabello EX. Cotia virus: a new agent isolated from sentinel mice in São Paulo, Brazil. Amer J Trop Med Hyg. 1965;14:156-57.

85. Forattini OP, Toda A. Notas sobre Culicidae. 11 - Algumas espécies amazônicas de Microculex. Studia Ent. 1966;9:501-14.

86. Souza Lopes O, Forattini OP, Fonseca IEM, Lacerda JPG, Sacchetta LA, Rabello EX. Boracéia virus. A new virus related to Anopheles B virus. Proc Soc Exp Biol Med. 1966;123:502-504.

87. Forattini OP, Toda A. Notas sobre Culicidae (Diptera). 10 - Novo encontro e alguns dados sobre as formas imaturas de Sabethes forattinii. Rev Bras Ent. 1967;12:103-107.

88. Forattini OP, Rabello EX, Souza Lopes O. Notas sobre Culicidae (Diptera). 12 - Nova espécie do subgênero Culex. Rev Bras Ent. 1967;12:13-16.

89. Forattini OP, Juarez E, Rabello EX. Dados sobre a biologia do Triatoma arthurneivai no sudeste do Estado de São Paulo, Brasil (Hemiptera, Reduviidae). Rev Saude Publica. 1968;2:186-193.

90. Forattini OP, Souza Lopes O, Rabello EX. Investigações sobre o comportamento de formas adultas de mosquitos silvestres no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1968;2(2):111-173.

91. Forattini OP, Juarez E, Correa RR. Medida de infestação domiciliar por Triatoma infestans. Rev Saude Publica. 1969;3(1):11-16.

92. Forattini OP, Juarez E, Rabello EX, Pattoli DBG, Correa RR. Infestação domiciliar por Triatoma infestans e alguns aspectos epidemiológicos da tripanossomose americana em áreas do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1969;3(2):159-172.

Década de 1970

93. Forattini OP, Rabello EX, Castanho MLS, Pattoli DBG. Aspectos ecológicos da tripanossomose americana. I - Observações sobre Panstrongylus megistus e suas relações com focos naturais da infecção em área urbana da cidade de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1970;4(1):19-30.

94. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Sobre o encontro de Lutzomyia longipalpis (Lutz & Neiva, 1912) no Estado de São Paulo, (Comunicação). Rev Saude Publica. 1970;4(1):99-100.

95. Forattini OP, Rabello EX, Cotrim MD. Catálogo das Coleções Entomológicas da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (1ª série). Culicidae. Série Monográfica nº 1. Rev Saude Publica. 1970;4 (nº Especial):5-100.

96. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG, Correa RR. Observações sobre a infestação domiciliar residual por Triatoma infestans. Rev Saude Publica. 1971;5(1):17-21.

97. Forattini OP. Nota sobre Psychodopygus squamiventris (Lutz e Neiva, 1912) e espécies afins (Diptera, Psychodidae). Rev Saude Publica. 1971;5(1):151-4.

98. Forattini OP. Sobre a classificação da subfamília Phlebotominae nas Américas (Diptera, Psychodidae). Papeis avulsos Depto Zool S Paulo. 1971;24:93-111.

99. Forattini OP. Nota sobre Psychodopygus paraensis (Lima, 1941) (Diptera, Psychodidae). Studia Ent. 1971;14:173-76.

100. Forattini OP, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX, Santos, J.L.F. - Aspectos ecológicos da tripanossomose americana. II - Distribuição e dispersão local de triatomíneos em ecótopos naturais e artificiais. Rev Saude Publica. 1971;5(2):163-91.

101. Forattini OP, Rocha e Silva EO, Ferreira, O.A.; Rabello EX, Pattoli DBG. Aspectos ecológicos da tripanossomose americana. III - Distribuição local de triatomíneos com especial referência ao Triatoma sordida. Rev Saude Publica. 1971;5(2):193-205.

102. Forattini OP, Rabello EX, Cotrim, M.D. - Catálogo das Coleções Entomológicas da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (1ª série). Ceratopogonidae, Psychodidae, Simuliidae. Rev Saude Publica. 1971;5(2):301-66.

103. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG, Ferreira OA. Nota sobre um foco de leishmaniose tegumentar na região Nordeste do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1972;6(1):103-5.

104. Forattini OP, Rabello EX, Pattoli DBG. Aspectos ecológicos da tripanossomose americana. IV - Mobilidade de Triatoma arthurneivai em seus ecótopos naturais. Rev Saude Publica. 1972;6(2):183-87.

105. Forattini OP, Pattoli DBG, Rabello EX, Ferreira OA. Infecções naturais de mamíferos silvestres em área endêmica de leishmaniose tegumentar do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1972;6(3):255-61.

106. Forattini OP, Pattoli DBG, Rabello EX, Ferreira OA. Infecção natural de flebotomíneos em foco enzoótico de leishmaniose tegumentar no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1972;6(4):431-3.

107. Forattini OP, Pattoli DBG, Rabello EX, Ferreira OA. Nota sobre infecção natural de Oryzomys capito laticeps em foco enzoótico de leishmaniose tegumentar no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1973;7(2):181-4.

108. Forattini OP, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomose americana. V - Observações sobre colonização espontânea de triatomíneos silvestres em ecótopos artificiais, com especial referência ao Triatoma sordida. Rev Saude Publica. 1973;7(3):219-39.

109. Forattini OP, Ferreira AO, Souza JMP, Rabello EX, Rocha e Silva EO, Rodrigues FF. Medida da infestação domiciliar por Triatoma sordida. Rev Saude Publica. 1973;7(3):241-50.

110. Forattini OP, Ishiata GK, Rabello EX, Cotrim MD. Observações sobre os mosquitos Culex da cidade de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1973;7(4):315-30.

111. Forattini OP, Pattoli DBG, Serra OP, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Nota sobre leishmaniose tegumentar no litoral sul do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1973;7(4):447-52.

112. Forattini OP, Rabello EX, Cotrim MD. Catálogo das coleções entomológicas da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (2ª série I) - Culicidae. Rev Saude Publica. 1973;7(4):453-79.

113. Forattini OP, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. VI - Persistência do Triatoma sordida após alteração ambiental e suas possíveis relações com a dispersão da espécie. Rev Saude Publica. 1974;8(3):265-82.

114. Forattini OP, Barata JMS. Nota sobre a diferenciação de ovos de Rhodnius neglectus e R.prolixus. Rev Saude Publica. 1974;8(4):447-50.

115. Forattini OP, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. VII - Permanência e mobilidade do Triatoma sordida em relação aos ecótopos artificiais. Rev Saude Publica. 1975;9(4):467-76.

116. Forattini OP, Rabello EX, Serra OP, Cotrim MD, Galati EAB, Barata JMS. Observações sobre a transmissão da leishmaniose tegumentar no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1976;10(1):31-43.

117. Forattini OP, Rabello EX, Galati EAB. Novos encontros de flebotomíneos no Estado de São Paulo, Brasil, com especial referência à Lutzomyia longipalpis. Rev Saude Publica. 1976;10(1):125-8.

118. Candeias JAN, Forattini OP, Vieira JG. Evidenciação de antígeno da hepatite B (HBs Ag) em "manchas" obtidas de exemplares de Triatominae (nota prévia). Rev Saude Publica. 1976;10(3):267-8.

119. Forattini OP. Effects of control measures on vector population dynamics. In: Proceeding of an International symposium on new approaches in American trypanosomiasis research; 1975; Belo Horizonte, Brasil. Washington, DC: Pan-American Health Organization; 1976. p.21-3. (Scientific publication, 318).

120. Forattini OP, Cotrim MD, Galati EAB, Sarzana SB, Cruz CF, Van Dinteren NHS, Gotlieb SLD. Estudo sobre a utilização de Rhodnius neglectus para xenodiagnósticos realizados em marsupiais (Didelphis). Rev Saude Publica. 1976;10(4):335-45.

121. Forattini OP, Galati EAB. Description of the female of Psychodopygus ayrozai (Barreto and Coutinho) (Diptera:Phlebotominae). Proc Entomol Soc Wash., 79:25-27, 1977.

122. Forattini OP, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. VIII - Domiciliação de Panstrongylus megistus e sua presença extradomiciliar. Rev Saude Publica. 1977;11(1):73-86.

123. Forattini OP, Nogueira DP. Effects of tropical disease on the working capacity. J Occup Med. 1977;19:485-6.

124. Forattini OP; Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. IX - Variação e mobilidade de Panstrongylus megistus em ecótopos artificiais. Rev Saude Publica. 1977;11(2):199-213.

125. Forattini OP, Santos JLF, Ferreira AO, Rocha e Silva EO, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. X - Dados populacionais das colônias de Panstrongylus megistus e de Triatoma sordida, espontaneamente desenvolvidas em ecótopos artificiais. Rev Saude Publica. 1977;11(3):362-74.

126. Forattini OP, Rocha e Silva EO, Ferreira AO, Rabello EX, Santos JLF, Lima AR. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XI - Domiciliação de Panstrongylus megistus e potencial enzoótico. Rev Saude Publica. 1977;11(4):527-50.

127. Forattini OP, Ferreira OA, Silva EOS, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XII – Variação regional da tendência de Panstrongylus megistus à domiciliação. Rev Saude Publica. 1978;12(2):209-33.

128. Forattini OP, Gomes AC,Galati EAB, Rabello EX, Iversson LB. Estudos ecológicos sobre mosquitos Culicidae no Sistema da Serra do Mar, Brasil. 1 - Observações no ambiente extradomiciliar. Rev Saude Publica. 1978;12(3):297-325.

129. Forattini OP, Silva EOS, Rabello EX, Andrade JCR, Rodrigues VLCC. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XIII - Potencial enzoótico doméstico em área de ocorrência de Panstrongylus megistus, sob vigilância epidemiológica. Rev Saude Publica. 1978;12(4):417-24.

130. Forattini OP, Gomes AC, Galati, EAB, Rabello EX, Iversson LB. Estudos ecológicos sobre mosquitos Culicidae no Sistema da Serra do Mar, Brasil. 2 - Observações no ambiente domiciliar. Rev Saude Publica. 1978;12(4):476-96.

131. Forattini OP, Ferreira OA, Silva EOS, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XIV - Persistência e potencial de domiciliação de populações triatomínicas silvestres em região de intensa atividade agropecuária. Rev Saude Publica. 1979;13(2):123-46.

132. Forattini OP, Ferreira OA, Silva EOS, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XV - Desenvolvimento, variação e permanência de Triatoma sordida, Panstrongylus megistus e Rhodnius neglectus em ecótopos artificiais. Rev Saude Publica.1979;13(3):220-34.

133. Forattini OP, Santos JLF, Ferreira OA, Silva EOR, Rabello EX. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XVI - Dispersão e ciclos anuais de colônias de Triatoma sordida e de Panstrongylus megistus espontaneamente desenvolvidas em ecótopos artificiais. Rev Saude Publica. 1979;13(4):281-98.

Década de 1980

134. Forattini OP, Silva EOS, Barata JMS, Boainain E. Nota sobre caso autóctone de tripanossomíase americana no litoral sul do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1980;14(1):143-9.

135. Forattini OP, Ottati S, Candeias JAN, Vieira JG, Rácz ML. Evidenciação do antígeno de hepatite B (HBsAG) em Triatominae. Rev Saude Publica. 1980;14(2):194-8.

136. Forattini OP. Biogeografia, origem e distribuição da domiciliação de triatomíneos no Brasil. Rev Saude Publica. 1980;14(3):265-99.

137. Forattini OP, Barata JMS, Santos JLF, Silveira AC. Hábitos alimentares, infecção natural e distribuição de triatomíneos domiciliados na região Nordeste do Brasil. Rev Saude Publica. 1981;15(2):113-64.

138. Forattini OP, Silva EOS, Barata JMS, Boainain E. Nota sobre novo caso autóctone de tripanossomíase americana no litoral sul do Estado de São Paulo. Rev Saude Publica.1981;15(3):350-2.

139. Forattini OP, Gomes AC, Santos JLF, Galati EAB, Rabello EX, Natal D. Observações sobre atividade de mosquitos Culicidae, em mata residual no Vale do Ribeira, S.Paulo, Brasil. Rev Saude Publica.1981;15(6):557-86.

140. Forattini OP, Barata JMS, Dallatorre CC, Buralli GM. Nota sobre domiciliação de Panstrongylus megistus no litoral sul do Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1982;16(2);127-31.

141. Forattini OP, Barata JMS, Santos JLF, Silveira AC. Hábitos alimentares, infecção natural e distribuição de triatomíneos domiciliados na região central do Brasil. Rev Saude Publica. 1982;16(4):171-204.

142. Forattini OP, Ferreira OA, Rabello EX, Barata JMS, Santos JLF. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XVII - Desenvolvimento da domiciliação triatomínea regional, no centro de endemismo de Triatoma sordida. Rev Saude Publica. 1983;17(3):159-99.

143. Forattini OP, Ferreira OA, Rabello EX, Barata JMS, Santos JLF. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XVIII - Desenvolvimento e ciclos anuais de colônias de Triatoma infestans, T.sordida e Rhodnius neglectus em ecótopos artificiais no ambiente peri e extradomiciliar. Rev Saude Publica. 1983;17(4):243-62.

144. Forattini OP, Ferreira OA, Rabello EX, Barata JMS, Santos JLF. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XIX - Desenvolvimento da domiciliação triatomínea regional. em centro de endemismo de Panstrongylus megistus. Rev Saude Publica. 1983;17(6):436-60.

145. Mitchell CJ, Forattini OP. Experimental transmission of Rocio encephalitis virus by Aedes scapularis (Diptera, Culicidae) from the epidemic zone in Brazil. J Med Entomol. 1984;21(1):34-7.

146. Forattini OP, Ferreira OA, Rabello EX, Barata JMS, Santos JLF. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XX - Desenvolvimento e ciclos anuais de colônias de Panstrongylus megistus em ecótopos artificiais, no ambiente peri e extradomiciliar. Rev Saude Publica. 1984;18(1):30-40.

147. Forattini OP, Rabello EX, Ferreira OA, Silva EOS, Santos JLF. Aspectos ecológicos da tripanossomíase americana. XXI - Comportamento de espécies triatomíneas silvestres na reinfestação do intra e do peridomicílio. Rev Saude Publica.1984;18(3):185-208.

148. Forattini OP, Sallum MAM. A new species of Culex (Melanoconion) from southern Brazil (Diptera:Culicidae). Rev Saude Publica. 1985;19(2):171-82.

149. Forattini OP, Gomes AC, Natal D,Santos JLF.- Observações sobre atividade de mosquitos Culicidae em mata primitiva da encosta no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1986;20(1):1-20.

150. Forattini OP, Gomes AC, Natal D, Santos JLF. Observações sobre atividade de mosquitos Culicidae em matas primitivas da planície e perfís epidemiológicos de vários ambientes no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica.1986;20(3):178-203.

151. Mitchell CJ, Forattini OP, Miller BR. Vector competence experiments with Rocio virus and three mosquito species from the epidemic zone in Brazil. Rev Saude Publica.1986;20(3):171-7.

152. Forattini OP. Identificação do Aedes (Stegomyia) albopictus (Skuse) no Brasil. Rev Saude Publica. 1986;20(3):244-5.

153. Forattini OP, Sallum MAM. Studies on some species of Culex (Melanoconion), with the description of a new one from southern Brazil (Diptera:Culicidae). Rev Saude Publica. 1987;21(2):123-56.

154. Forattini OP, Gomes AC, Natal D, Kakitani I, Marucci D. Preferências alimentares de mosquitos Culicidae no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1987;21(3):171-87.

155. Forattini OP, Gomes AC, Natal D, Kakitani I, Marucci D. Freqüência domiciliar e endofilia de mosquitos Culicidae no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1987;21(3):188-92.

156. Forattini OP. Comportamento exófilo de Anopheles darlingi Root, em Região Meridional do Brasil. Rev Saude Publica. 1987;21(4):291-304.

157. Forattini OP, Sallum MAM. A new species of Culex (Melanoconion) from inland southern Brazil (Diptera: Culicidae). Mosq Syst. 1987;19(2):167-72.

158. Gomes AC, Forattini OP, Natal D. Composição e atividade de mosquitos Culicidae. Emprego de armadilha CDC no Vale do Ribeira, Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1987;21(5):363-70.

159. Sallum MAM, Uramoto K, Forattini OP. Redescription, and resurrection from synonymy of Aedes (Ochlerotatus) rhyacophilus Costa Lima, 1933. Mem Inst Oswaldo Cruz. 1988;83(1):67-77.

160. Forattini OP, Gomes AC. Biting activity of Aedes scapularis (Rondani) and Haemagogus mosquitoes in southern Brazil (Diptera:Culicidae). Rev Saude Publica. 1988;22(2):84-93.

161. Forattini OP, Gomes AC. Biting activity patterns of Culex (Melanoconion) ribeirensis in southern Brazil. J Am Mosq Control Assoc. 1988;4(2):175-8.

162. Forattini OP, Sallum MAM, Kakitani I. Catálogo das Coleções Entomológicas da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo - (2ª série II) - Culicidae. Rev Saude Publica. 1988; 22(6):519-47.

163. Forattini OP, Gomes AC, Natal D, Kakitani I, Marucci D. Preferências alimentares e domiciliação de mosquitos Culicidae no Vale do Ribeira, São Paulo, Brasil, com especial referência a Aedes scapularis e a Culex(Melanoconion). Rev Saude Publica.1989;23(1):9-19.

164. Forattini OP, Sallum MAM. A new species of Culex (Melanoconion) from Atlantic Tropical system of Southern Brazil (Diptera:Culicidae). Mem Inst Oswaldo Cruz. 1989;84(1):1-4.

165. Forattini OP, Sallum MAM. Redescription of Culex (Melanoconion)delpontei Duret, 1968 and of Cx.(Mel.) pereyrai Duret, 1967, from Southern Brazil. Proc Entomol Soc Wash. 1989;91(3):473-85.

166. Forattini OP, Sallum MAM. Redescription of Culex (Melanoconion) sacchettae Sirivanakarn and Jakob, 1981, with the description of immature stages (Diptera: Culicidae). Mosq Syst. 1989;21:117-32.

167. Forattini OP, Sallum MAM. Taxonomic study and redescription of Culex (Melanoconion) theobaldi (Lutz, 1904) (Diptera:Culicidae). Mem Inst Oswaldo Cruz. 1989;84 Supl:201-8.

168. Forattini OP, Gomes AC, Kakitani I. Observações sobre mosquitos Culicidae adultos em cultivo irrigado de arroz no Vale do Ribeira, Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 1989;23(4):307-12.

Década de 1990

169. Forattini OP. Os cimicídeos e sua importância em saúde pública (Hemiptera-Heteroptera;Cimicidae). Rev Saude Publica. 1990;24 Supl:1-37.

170. Forattini OP, Sallum MAM. Redescription of Culex (Melanoconion) lopesi Sirivanakarn and Jakob 1979, with the description of immature stages (Diptera:Culicidae). Mosq Syst. 1990;22:57-66.

171. Forattini OP, Gomes AC, Santos JLF, Kakitani I, Marucci D. Freqüência ao ambiente humano e dispersão de mosquitos Culicidae em área adjacente à mata Atlântica primitiva da planície. Rev Saude Publica. 1990;24(2):101-7.

172. Gomes AC, Forattini OP. Abrigos de mosquitos Culex (Culex) em zona rural (Diptera:Culicidae). Rev Saude Publica.1990;24(5):394-7.

173. Forattini OP, Sallum MAM, Flores DC. Gynandromorphs of some Culex (Melanoconion) species. J Am Mosq Control Assoc. 1991;7(1):129-31.

174. Forattini OP. Qualidade de vida e meio urbano. A cidade de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica.1991;25(2):75-86.

175. Forattini OP, Gomes AC, Kakitani I, Marucci D. Observações sobre domiciliação de mosquitos Culex (Melanoconion) em ambiente com acentuadas modificações antrópicas. Rev Saude Publica. 1991;25(4):257-66.

176. Forattini OP, Sallum MAM. A new species of Culex (Melanoconion) from the Amazonian region (Diptera: Culicidae). Mem Inst Oswaldo Cruz. 1992;87(2):265-74.

177. Forattini OP, Sallum MAM. Cibarial armature as taxonomic character for the Spissipes Section of Culex (Melanoconion) (Diptera: Culicidae). Mosq Syst. 1992;24(1):70-84.

178. Forattini OP, Sallum MAM. Redescription of Culex (Melanoconion) inadmirabilis Dyar and synonymy of Culex (Melanoconion) mistura Komp and Rozeboom (Diptera: Culicidae). Mosq Syst. 1993;25(2):77-88.

179. Forattini OP, Sallum MAM. Taxonomic study of some species of Educator Group of Culex (Melanoconion) (Diptera: Culicidae). Mosq Syst. 1993;25(2):89-109.

180. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Gomes AC. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 1 - Parity of blood seeking Anopheles (Kerteszia) in south-eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1993;27(1):1-8.

181. Forattini OP, Marucci D. The scanning electron microscopy of Anopheles (Kerteszia) eggs. Mem Inst Oswaldo Cruz. 1993;88(3):349-52.

182. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 2 - Immature stages survey at the rice irrigation system in southeastern Brazil. Rev. Saude Publica. 1993;27(4):227-36.

183. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 3 - Adults stage survey at the rice irrigation system and the emergence of the Anopheles albitarsis in the Ribeira Valley, São Paulo State, Brazil. Rev Saude Publica.1993;27(5):313-25.

184. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 4 - Resting adults survey and synanthropic behaviour in southeastern Brazil. Rev Saude Publica. 1993;27(6):398-411.

185. Marques CA, Forattini OP, Massad E. The basic reproduction number for dengue fever in São Paulo State, Brazil; 1990/1991 Epidemic. Trans R Soc Trop Med Hyg. 1994;88(1):58-9.

186. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 5 - Breeding of Anopheles albitarsis in flooded rice fields in South-Eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1994;28(5):329-31.

187. Forattini OP.Conduta na ciência. Rev Saude Publica. 1994;28(4):247-8.

188. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 6 - Breeding in empty conditions of rice fields in South-Eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1994;28(6):395-9.

189. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 7 - Behaviour of adults Nyssorhynchus anophelinae with special reference to Anopheles albitarsis s.l. in South-Eastern Brazil. Rev Saude Publica.1995;29(1):20-6.

190. Forattini OP, Sallum MAM, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 8 - Survey of adult behaviour of Spissipes Section of Culex (Melanoconion) in South-Eastern Brazil. Rev Saude Publica.1995;29(2):100-7.

191. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment.9- Synanthropy and epidemiological vector role of Aedes scapularis in south-eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1995;29(3):199-207.

192. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 10 - Survey of adult behaviour of Culex nigripalpus and other species of Culex (Culex) in south-eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1995;29(4):271-8.

193. Forattini OP, Sallum MAM. Two new species of the Spissipes Section of Culex (Melanoconion) (Diptera, Culicidae). Mosq Syst. 1995;27:125-42.

194. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 11 - Biting activity and blood-seeking parity of Anopheles (Kerteszia) in south-eastern Brazil. Rev Saude Publica. 1996; 30(2):107-114.

195. Forattini OP, Kakitani I, Massad E, Marucci D. Studies on mosquitoes (Diptera: Culicidae) and anthropic environment. 12 - Host-seeking behaviour of Anopheles albitarsis s.l. in South-Eastern Brasil. Rev Saude Publica.1996;30(4):299-303.

196. Sallum MAM, Forattini OP. Revision of the Spissipes Section of Culex (Melanoconion) (Diptera: Culicidae). J Am Mosq Control Assoc. 1996;12(3 Pt 2):517-600.

197. Forattini OP. A tríade da publicação científica. Rev Saude Publica. 1996;30(1):3-12.

198. Sallum MAM, Almirón WR, Forattini OP. Culex (Culex) interfor dyar (Diptera: Culicidae), morphological description including previously unknown life stages. Mem Inst Oswaldo Cruz. 1996;91(5):563-70.

199. Sallum MAM, Bergo ES, Forattini OP. First record of Anopheles benarrochi Gabaldón, Cova Garcia & Lopez from the State of São Paulo, southern Brazil. Mem Inst Oswaldo Cruz. 1997;92(2):233-4.

200. Forattini OP, Sallum MAM, Flores DC. Description of the egg of Anopheles (Anopheles) intermedius (Peryassu, 1908) (Diptera: Culicidae) by scanning electron microscopy. Rev Inst Med Trop. 1997;39(1):5-10.

201. Forattini OP. A língua Franca da Ciência. Rev Saude Publica. 1997;31(1):3-8.

202. Forattini OP, Kakitani I, Sallum MAM, Rezende L. Produtividade de criadouro de Aedes albopictus em ambiente urbano. Rev Saude Publica. 1997;31(6):545-55.

203. Wilkerson RC, Sallum MAM, Forattini OP. Redescription of Anopheles (Anopheles) shannoni: a member of the Arribalzagia series from the Amazon Basin (Diptera: Culicidae). Proc Entomol Soc Wash. 1997;99(3):461-71.

204. Forattini OP. O Brasil e a Medicina Tropical. Rev Saude Publica. 1997;31(2):116-20.

205. Forattini OP, Kakitani I, Sallum MAM. Encontro de criadouros de Aedes scapularis (Diptera: Culicidae) em recipientes artificiais. Rev Saude Publica. 1997;31(5):519-22.

206. Forattini OP, Sallum MAM, Marques GRAM, Flores DC. Description of the eggs of Anopheles (Kerteszia) laneanus and Anopheles (Nyssorhynchus) antunesi (Diptera: Culicidae) by scanning electron microscopy. J Am Mosq Control Assoc. 1997;13(4):368-74.

207. Forattini OP, Massad E. Culicidae vectors and anthropic changes in a Southern Brazil natural ecosystem. Ecosyst Health. 1998;4(1):9-19.

208. Massad E, Forattini OP. Modelling the temperature sensitivity of some physiological parameters of epidemiologic significance. Ecosyst Health. 1998;4(2):119-29.

209. Forattini OP, Marques GRAM, Kakitani I,Brito M, Sallum MAM. Significado epidemiológico dos criadouros de Aedes albopictus em bromélias. Rev Saude Publica. 1998;32(2):186-8.

210. Forattini OP, Marques GRAM, Brito M, Sallum MAM. An unusual ground larval habitat of Aedes albopictus. Rev Inst Med Trop. 1998;40(2):121-2.

211. Forattini OP, Sallum MAM, Bergo ES, Flôres DC. The ultrastructure of the eggs of Anopheles rondoni, Anopheles lutzii and Anopheles parvus, three species of the subgenus Nyssorhynchus (Diptera: Culicidae). J Am Mosq Control Assoc. 1998;14(3):256-65.

212. Forattini OP, Kakitani I, Marques GRAM, Brito M. Formas imaturas de anofelíneos em recipientes artificiais. Rev Saude Publica. 1998;32(2):189-91.

213. Forattini OP. Mosquitos Culicidae como vetores emergentes de infecções. Rev Saude Publica. 1998;32(6):497-502.

214. Forattini OP, Kakitani I, Marques GRAM, Brito M. Novos encontros de anofelíneos em recipientes artificiais. Rev Saude Publica. 1998;32(6):598-9.

215. Forattini OP. A Ciência e a Sociedade. Rev Saude Publica. 1999;33(1):107-8.

216. Forattini OP. Taxonomia da malária e as novas tecnologias. Médicos. 1999;2(7):56-7.

217. Forattini OP, Kakitani I, Santos RL, Ueno HM, Kobayashi KM. Role of Anopheles (Kerteszia) bellator as malaria vector in south-eastern Brazil. Mem Inst Oswaldo Cruz. 1999;94(6):715-8.

218. Santos RLC, Forattini OP.Marcação-soltura-recaptura para determinar o tamanho da população natural de Anopheles albitarsis l.s. (Diptera: Culicidae). Rev Saude Publica. 1999;33(3):309-313.

219. Sallum MAM, Wilkerson RC, Forattini OP.Taxonomic study of species formerly identified as Anopheles mediopunctatus (Theobald) and resurrection of An. costai (Diptera: Culicidae). J Med Entomol. 1999;36(3):282-300.

Década de 2000

220. Kakitani I, Forattini OP. Paridade e desenvolvimento ovariano de Anopheles albitarsis l.s. em área de agro-ecossistema irrigado. Revista Saude Publica. 2000;34(1):33-8.

221. Forattini OP. Reemergência de infecções. Rev Saude Publica. 2000;34(2):111-2.

222. Sallum MAM, Forattini OP, Wilkerson RC. Redescription of the adult and larva and first description of the pupa of Anopheles (Kerteszia) laneanus. J Am Mosq Control Assoc. 2000;16(2):86-92.

223. Forattini OP, Kakitani I, Santos RLC, Kobayashi KM, Ueno HM, Fernandez Z.Comportamento de Aedes albopictus e de Ae. scapularis adultos (Diptera: Culicidae) no sudeste do Brasil. Rev Saude Publica. 2000;34(5):461-7.

224. Forattini OP, Kakitani I, Santos RLC, Kobayashi KM, Ueno HM, Fernandez Z. Potencial sinantrópico de mosquitos Kerteszia e Culex (Diptera: Culicidae) no sudeste do Brasil. Rev Saude Publica. 2000;34(6):565-9.

225. Forattini OP, Marques GRAM. Nota sobre o encontro de Aedes aegypti em bromélias. Rev Saude Publica. 2000; 34(5):543-4.

226. Marques GRAM, Santos RLC, Forattini OP. Aedes albopictus em bromélias de ambiente antrópico no Estado de São Paulo, Brasil. Rev Saude Publica. 2001;35(3):243-8.

227. Sallum MAM, Kobayashi KM, Forattini OP. Description of immature stages of Culex ocossa Dyar & Knab, Culex delpontei Duret and Culex pereyrai Duret of the Melanoconion subgenus (Diptera: Culicidae). Mem Inst Oswaldo Cruz. 2001;96(7):927-43.

228. Forattini OP, Kakitani I,Ueno HM. Emergência de Aedes albopictus em recipientes artificiais. Rev Saude Publica. 2001;35(5):456-60.

229. Forattini OP.O pensamento epidemiológico evolutivo sobre infecções. Rev Saude Publica. 2002;36(3):257-62.

230. Sallum MAM, Bergo ES, Forattini OP, Flores DC. The eggs of Anopheles galvaoi and Anopheles evansae two species of the subgenus Nyssorhynchus (Diptera: Culicidae). J Am Mosq Control Assoc. 2002;18(1):10-5.

231. Santos RLC, Forattini OP, Burattini MN. Laboratory and field observations on duration of gonotrophic cycle of Anopheles albitarsis s.l. (Diptera: Culicidae) in Southeastern Brazil. J Med Entomol. 2002;39(6):926-30.

232. Sallum MAM, Bergo ES, Flores DC, Forattini OP.Systematic studies on Anopheles galvaoi Causey, Deane & Deane from subgenus Nyssorhynchus Blanchard (Diptera: Culicidae). Mem Inst Oswaldo Cruz. 2002;97(8):1177-89

233. Kakitani I, Ueno HM, Forattini OP.A paridade e a influência do vento sobre a hematofagia de Anopheles marajoara e freqüência de Aedes scapularis no Vale do Ribeira, Estado de São Paulo, Brasil (Diptera: Culicidae). Rev Saude Publica. 2003;37(3):280-4.

234. Forattini OP, Brito M. Reservatório domiciliares de água e controle do Aedes aegypti. Rev Saude Publica. 2003;37(5):676-7.

235. Fernández Z, Moncayo AC, Carrara AS, Forattini OP, Weaver SC. Vector competence of rural and urban strains of Aedes (Stegomyia) albopictus (Diptera: Culicidae) from São Paulo State, Brazil for IC, ID, and IF subtypes of Venezuelan Equine Encephalitis Virus. J Med Entomol. 2003;40(4):522-7.

236. Forattini OP. Epidemiology and phylogenetic relationships of dengue viruses. Dengue Bull. 2003;27:91-4.

237. Brito M, Forattini OP. Produtividade de criadouros de Aedes albopictus no Vale do Paraíba, SP, Brasil. Rev Saude Publica. 2004;38(2):209-15.

238. Fernández Z, Moncayo A, Forattini OP, Weaver SC. Susceptibility of urban and rural populations of Aedes albopictus from São Paulo State, Brazil, to infection by dengue-1 and -2 viruses. J Med Entomol. 2004;41(5):961-4.

239. Santos RLC, Forattini OP, Burattini MN. Anopheles albitarsis s.l. (Diptera: Culicidae) survivorship and density in a rice irrigation area of the State of São Paulo, Brasil. J Med Entomol. 2004;41(5):997-1000.

240. Marques GR, Forattini OP. Aedes albopictus in soil bromeliads in Ilhabela, coastal area of Southeastern Brazil. Rev Saude Publica. 2005;39(4):548-52.

241. Rafael MS, Santos-Junior IP, Tadei WP, Sallum MA, Forattini OP. Karyotype of Brazilian Anopheles albitarsis sensu lato (Diptera:Culicidae). Genet Mol Res. 2005;4(4):684-90.

242. Rafael MS, Santos IP Jr, Tadei WP, Carvalho KA, Recco-Pimente SM, Sallum MA, Forattini OP. Cytogenetic study of Anopheles albitarsis (Diptera: Culicidae) by C-banding and in situ hybridization. Hereditas. 2006;143(2006):62-7.

243. Ueno HM, Forattini OP, Kakitani I. Vertical and seasonal distribution of Anopheles (Kerteszia) in Ilha Comprida, Southeastern Brazil. Rev Saude Publica. 2007;41(2):269-75.

 

LIVROS

1. Forattini OP. Culicoides da Região Neotropical (Diptera, Ceratopogonidae). Estudo monográfico. Arq Fac Hig Saude Publica Univ Sao Paulo. 1957;11(2):161-526.

2. Forattini OP. Entomologia médica. Parte geral, Diptera, Anophelini. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da USP; 1962. v.1, 662p.

3. Forattini OP. Entomologia médica. Culicini: Culex, Aedes e Psorophora. São Paulo: Editora da USP; 1965. v.2, 506p.

4. Forattini OP. Entomologia médica. Culicini: Haemagogus, Mansonia, Culiseta, Sabethini, Toxorhynchitini, Arboviroses, Filariose bancroftiana, Genética. São Paulo: Editora da USP; 1965. v.3, 415p.

5. Forattini OP. Entomologia médica. Psychodidae, Phlebotominae, Leishmanioses, Bartonelose. São Paulo: Edgard Blücher/Editora da USP; 1973.v.4, 658p.

6. Forattini OP. Epidemiologia geral. São Paulo: Artes Médicas; 1980. 259p.

7. Forattini OP. Sampling triatomine vectors. In: Youdeowei A, Service MW, editors. Pest and vector management in the tropics. London: Longman: 1983. 399p.

8. Forattini OP. Chagas' disease and human behavior. In: Service MW, editor. - Demography and vector-borne diseases. Boca Raton: CRC Press; 1989. p.107-20.

9. Forattini OP. Ecologia, epidemiologia e sociedade. São Paulo: Artes Médicas/Editora da Universidade de São Paulo; 1992. 529p.

10. Forattini OP. Epidemiologia geral. 2.ed. São Paulo: Artes Médicas; 1996. 210 p.

11. Forattini OP. Culicidologia médica. Princípios gerais, morfologia, glossário taxonômico. São Paulo: Editora da USP; 1996. v.1. 548p.

12. Forattini OP. O ser e ser humano. São Paulo: Editora da USP; 2000. v.1, 245p.

13. Forattini OP. Culicidologia médica: identificação, biologia, epidemologia. São Paulo: Editora da USP; 2002. v.2, 864p.

14. Forattini OP. Conceitos básicos da epidemiologia molecular. São Paulo: Editora da USP: 2005, 133p.