SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2A structural equation model for predictors of mental and physical health in womenValidation of a job aid to rule out pregnancy among family planning clients in Nicaragua author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Panamericana de Salud Pública

On-line version ISSN 1680-5348Print version ISSN 1020-4989

Rev Panam Salud Publica vol.23 n.2 Washington Feb. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1020-49892008000200006 

INVESTIGACIÓN ORIGINAL ORIGINAL RESEARCH

 

Validação da versão em português europeu de questionário de avaliação funcional multidimensional de idosos

 

Validation of the European Portuguese version of the Older Americans Resources and Services instrument

 

 

Rogério Manuel Clemente Rodrigues*

Escola Superior de Enfermagem, Coimbra, Portugal

 

 


RESUMO

OBJETIVO: Validar a versão em português europeu do Older Americans Resources and Services, um instrumento para avaliar de forma multidimensional a qualidade de vida dos idosos.
MÉTODO: O estudo, autorizado pelos autores da versão original em inglês, começou com a tradução e a adaptação cultural do questionário para a língua portuguesa. A versão resultante foi validada por peritos e aplicada a 302 idosos (147 residentes em lares e 155 freqüentadores de centros de dia) na região centro de Portugal (distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Guarda e Viseu). Depois disso, foi feito o estudo psicométrico global do instrumento (coerência interna, validade da construção da versão em português europeu, validade de critério e reprodutibilidade). A amostra foi aleatória e estratificada por idade, gênero e tipo de apoio institucional.
RESULTADOS: A coerência interna (alfa de Cronbach) para as cinco escalas de avaliação funcional do instrumento situou-se entre 0,64 e 0,91. Para a validade de critério, os valores relativamente baixos da correlação de Pearson (< 0,700) obtidos na correlação com o Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form General Health Survey demonstram a dificuldade em dispor, na avaliação em saúde, de medidas de critério com as quais novos instrumentos possam ser comparados. No estudo da reprodutibilidade, os valores da correlação de Pearson situaram-se entre 0,859 e 1,000.
CONCLUSÕES: O instrumento de avaliação da qualidade de vida para idosos resultante deste trabalho — o Questionário de Avaliação Funcional Multidimensional de Idosos — é útil para levantar informações significativas que auxiliem a centrar as intervenções comunitárias e a promover estratégias de intervenção mais adequadas a esse grupo populacional.

Palavras-chave: Avaliação geriátrica, qualidade de vida, saúde pública, Older Americans Resources and Services Program, validação, Portugal.


ABSTRACT

OBJECTIVE: To validate the European Portuguese version of the Older Americans Resources and Services (OARS) instrument, used for the multidimensional evaluation of the quality of life of the elderly.
METHOD: The study was authorized by the authors of the original English version. First, the questionnaire was translated into European Portuguese and culturally adapted. The resulting version was then validated by experts and administered to 302 elderly persons (147 living in nursing homes and 155 at day care centers) in the central region of Portugal (districts of Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Leiria, Guarda, and Viseu). Subsequently, a global psychometric study was conducted on the instrument, evaluating internal coherence, validity of construction, criterion validity, and reproducibility. The sample was randomly selected and stratified by age, sex, and type of institutional support.
RESULTS: The internal coherence (Cronbach's alpha) was between 0.64 and 0.91 for each of the five functional assessment scales included in the instrument. For criterion validity, the relatively low Pearson correlation values obtained (< 0.700) through the Medical Outcomes Study 36-Item Short-Form General Health Survey reflect the challenges associated with establishing a criterion by which new health evaluation instruments might be compared. Pearson's correlation for reproducibility was between 0.859 and 1.0 for all the scales.
CONCLU