SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue4Nota do fórum de coordenadores de programas de pós-graduação em saúde coletiva sobre o novo qualis periódicos author indexsubject indexarticles search
Home Page  

Revista Brasileira de Epidemiologia

Print version ISSN 1415-790X

Rev. bras. epidemiol. vol.11 n.4 São Paulo Dec. 2008

http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2008000400019 

CARTA AO EDITOR LETTER TO THE EDITOR

 

Artigo com erro importante aceito para publicação no New England Journal of Medicine: por que não admitir?

 

 

Jose Eluf-Neto

Departamento de Medicina Preventiva - Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Av. Dr. Arnaldo 455 São Paulo - SP CEP: 01246-903

 

 

Senhores Editores, embora não se trate de matéria publicada na Revista Brasileira de Epidemiologia, encaminho esta carta para relatar fato ocorrido com correspondência (reproduzida abaixo) submetida, em 29 de janeiro de 2008, para publicação no New England Journal of Medicine, sobre um artigo publicado pelo NEJM.

"Ao Editor: No artigo sobre desfechos em atletas, Pelliccia et al. (fascículo de 10 de janeiro)(1) descreveram o estudo como caso-controle pareado. Na realidade, foi conduzido um estudo de coorte para avaliar desfechos clínicos tardios em atletas jovens que apresentavam alterações de repolarização importantes ao eletrocardiograma (ECG). Os autores compararam atletas apresentando esse tipo de alteração com atletas que apresentavam ECG normal.

Como mostrado na Figura 2 do artigo, entre os atletas com alterações de repolarização importantes ao ECG, foram incluídos indivíduos com somente 1 ano de seguimento. Por que, então, os autores excluíram atletas com ECG normal seguidos por menos de 3 anos? Na Discussão, não há menção a nenhuma limitação do estudo. No mínimo, os autores deveriam ter comentado o potencial viés de seleção, assim como a generalização dos resultados."

Em 26 de fevereiro recebi a seguinte mensagem do Editor adjunto: Muito obrigado por sua carta ao editor sobre o artigo de Pelliccia et al. (Outcomes in Athletes with Marked ECG Repolarization Abnormalities. N Engl J Med 2008; 358: 152-61). O erro que você identificou foi introduzido durante o processo editorial, e nós publicaremos uma correção em um fascículo futuro.

Em 28 de fevereiro perguntei se eles iriam publicar minha carta com a correção. Em 29 de fevereiro a gerente de Administração Editorial respondeu que infelizmente minha carta não havia sido selecionada para publicação, e uma nota formal de correção seria publicada em um fascículo futuro da revista, na seção de Correções.

Em 7 de março enviei a seguinte mensagem: penso que minha carta deve ser publicada. É bastante improvável que o erro identificado por mim tenha sido introduzido durante o processo editorial. De fato, eu não posso acreditar que a descrição do desenho de estudo tenha mudado de coorte para caso-controle pareado durante um processo editorial no NEJM. Além disso, na carta eu apontei outros problemas no artigo: "Na Discussão, não há menção a nenhuma limitação do estudo. No mínimo, os autores deveriam ter comentado o potencial viés de seleção, assim como a generalização dos resultados."

Até o momento (23 de outubro), nenhuma correção do artigo foi publicada. No último fascículo do NEJM (23 de outubro), há uma correção de artigo publicado em 10 de julho. A meu ver, a revista não quer admitir que um artigo com as deficiências apontadas tenha sido aceito para publicação. É importante que esse tipo de comportamento da revista seja conhecido por leitores e autores.

 

 

1. Pelliccia et al. Outcomes in Athletes with Marked ECG Repolarization Abnormalities. N Engl J Med 2008; 358: 152-61        [ Links ]