SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

QUEIROGA, Rodrigo Pinheiro Fernandes de et al. Distribuição espacial da tuberculose e a relação com condições de vida na área urbana do município de Campina Grande - 2004 a 2007. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2012, vol.15, n.1, pp. 222-232. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000100020.

    1. Barata RB. Condições de saúde da população brasileira. In: Giovanella L; Scorel S, Lobato LVC et al. (orgs). Políticas e Sistema de Saúde no Brasil. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2008. p. 167-213. [ Links ]

    2. World Health Organization. Global tuberculosis control. WHO Report 2010. Geneva; 2010. [ Links ]

    3. SINAN - Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Disponível em http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/novo. [Acessado em 22 de janeiro de 2010] [ Links ]

    4. Sá LD, Figueiredo TMRM, Lima DS, Andrade MN, Queiroga RPF, Cardoso MAA et al. A experiência da implantação do DOTS em seis municípios paraibanos. In: Ruffino Netto A, Villa TCS. Tuberculose - Implantação do DOTS em algumas regiões do Brasil: histórico e peculiaridades regionais. Ribeirão Preto: FMRP/REDE TB-USP; 2006. p. 142-65. [ Links ]

    5. Barata RB. Como e porque as desigualdades sociais fazem mal à saúde. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2009. p. 19-20. [ Links ]

    6. World Health Organization. The global Plan to Stop TB 2006-2005. WHO Report. Geneve; 2006. [ Links ]

    7. Teixeira GM. Aprofundar o conhecimento espacial da tuberculose para melhor combatê-la. Boletim de pneumologia sanitária 2004; 12(3): 141-43. [ Links ]

    8. Hino P. Distribuição espacial dos casos de tuberculose no município de Ribeirão Preto nos anos de 1998 a 2002 [dissertação de mestrado]. Ribeirão Preto: Escola de Enfermagem da USP; 2004. [ Links ]

    9. Rouquayrol MZ, Almeida Filho N. Epidemiologia e saúde. Rio de Janeiro: MEDSI; 1999. [ Links ]

    10. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Estimativas da população para 1º de julho de 2008. Disponível em http://www.ibge.gov.br. [Acessado em 15 de dezembro de 2008] [ Links ]

    11. IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Demográfico 2000: agregado por setores censitários dos resultados do universo. 2 ed. Rio de Janeiro; 2003. Disponível em http://www.ibge.gov.br. [Acessado em 15 de dezembro de 2008] [ Links ]

    12. STATACORP LP. Stata programming: reference manual: release 9. College Station, Tex.: StataCorp LP 2005. [ Links ]

    13. Kemp KK. Encyclopedia of geographic information science. Los Angeles: SAGE Publications; 2008. [ Links ]

    14. Environmental Systems Research Institute (Redlands Calif.). ArcView GIS. 3.1 for Windows. ed. Redlands, Calif.: ESRI; 1998. [ Links ]

    15. Cerbino Neto J. Fatores associados à incidência de leishmaniose visceral em Teresina-PI na década de 90 [dissertação de mestrado]. Rio de Janeiro: Faculdade de Medicina da UFRJ; 2003. [ Links ]

    16. Câmara G, Monteiro AM, Fucks SD, Carvalho MS. Análise espacial de dados geográficos. INPE; 2001. Disponível em http://www.dpi.inpe.com.br/gilberto/livro. [Acessado em 13 de novembro de 2007] [ Links ]

    17. Paim JS, Silva LMV, Costa MCN, Prata PR, Lessa I. Desigualdades na situação de saúde do município de Salvador e relações com as condições de vida. Rev Ciências Médicas e Biológicas 2003; 2(1): 30-39. [ Links ]

    18. World Health Organization. Tuberculosis control, surveillance, planning, financing. WHO Report. Geneva; 2004. [ Links ]

    19. Vendramini SHF, Gazetta CE, Netto FC, Cury MR, Meirelles EB, Kuyumjian FG, el al. Tuberculose em município de porte médio do sudeste do Brasil: indicadores de morbidade e mortalidade, de 1985 a 2003. J Bras Pneum 2005; 31(3): 237-43. [ Links ]

    20. Akerman M, Stephens C, Campanario P, Maia PB. Saúde e meio ambiente: uma análise de diferenciais intra-urbanos enfocando o Município de São Paulo, Brasil. Rev Saúde Pública 1994; 28: 320-25. [ Links ]

    21. Vendramini SHF. O programa de controle da tuberculose em São José do Rio Preto-SP, 1985-2004: do contexto epidemiológico à dimensão social [tese de doutorado]. Ribeirão Preto: Escola de Enfermagem da USP; 2005. [ Links ]

    22. Paim JS. Abordagens teórico-conceituais em estudos de condições de vida e saúde: notas para reflexão e ação. In: Barata RB. Condições de vida e situação de saúde. Rio de Janeiro: ABRASCO; 1997. p. 7-30. [ Links ]

    23. Lima DS. Documento técnico contendo análise do sistema de informação - SINAN-TB - nos municípios prioritários, exceto a capital do estado no período de 2005 e 2006. Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura; Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba, Coordenação de Vigilância Epidemiológica, Núcleo de Pneumologia Sanitária. Paraíba; 2007. [ Links ]

    24. Figueiredo TMRM, Villa TCS, Scatena LM. et al. Desempenho da atenção básica no controle da tuberculose. Rev Saúde Pública 2009; 43(5): 825-31. [ Links ]

    25. Oliveira AR. Avaliando as condições de acessibilidade dos doentes de tuberculose ao diagnóstico e tratamento em serviços de saúde de Campina Grande - PB [dissertação de mestrado]. João Pessoa: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da UFPB; 2008. [ Links ]

    26. Ruffino Neto A. Tuberculose. Revista do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina. Ribeirão Preto 1991; 24: 225-40. [ Links ]

    27. Santos MLSG, Vendramini SHF, Gazetta CE, Oliveira SAC, Villa TCS. Pobreza: caracterização socioeconômica da tuberculose. Rev Latino-Am Enferm 2007; 15: 762-67. [ Links ]

    28. Chiesa AM, Westphal MF, Kashiwagi NM. Geoprocessamento e a promoção da saúde: desigualdades sociais e ambientais em São Paulo. Rev Saúde Pública 2002; 36(5): 559-67. [ Links ]

    29. Rodrigues L, Barreto M, Kramer M, Barata RCB. Resposta brasileira à tuberculose: contexto, desafios e perspectivas. Rev Saúde Pública 2007; 41(S1): 1-2. [ Links ]

    30. Carbone MH. Tísica e rua: os dados da vida em jogo [dissertação de mestrado]. Recife: Escola Nacional de Saúde Pública; 2000. [ Links ]