SciELO - Scientific Electronic Library Online

SciELO - Scientific Electronic Library Online

Article References

OLIVEIRA, Gisele Pinto de et al. Uso do sistema de informação sobre mortalidade para identificar subnotificação de casos de tuberculose no Brasil. Rev. bras. epidemiol. [online]. 2012, vol.15, n.3, pp. 468-477. ISSN 1415-790X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1415-790X2012000300003.

    1. World Health Organization. Global Tuberculosis Control 2011: WHO report 2011. Geneva: WHO; 2011. [ Links ]

    2. Modesitt SK, Hulman S, Feming D. Evaluations of active versus passive surveillance in Oregon. American Journal of Public Health 1990; 80(4): 463-4. [ Links ]

    3. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Sistema de Informação de Agravos de Notificação - Sinan: normas e rotinas. 2 edição. Brasília; 2007; 67 p. [ Links ]

    4. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. Coordenação Geral de Informações e Análise Epidemiológica. Sistema de Informação de Mortalidade. Disponível em:http://portal.saude.gov.br/SAUDE/visualizar_texto.cfm?idtxt=21377. [Acessado em 27 de julho de 2008] [ Links ]

    5. Façanha MC. Tuberculose: subnotificação de casos que evoluíram para óbito em Fortaleza-CE. Rev Bras Epidemiol 2006; 32(6): 553-8. [ Links ]

    6. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Guia de Vigilância Epidemiológica 2009; 7 ed: 39-60. [ Links ]

    7. Bierrenbach AL, Stevens AP, Gomes AB, Noronha EF, Glatt R, Carvalho et al. Efeito da remoção de notificações repetidas sobre a incidência da tuberculose no Brasil. Rev Saúde Pública 2007; 41(S1): 67-76. [ Links ]

    8. Teixeira CLS, Block KV, Klein CH, Coeli CM. Método de relacionamento de bancos de dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade e das autorizações de internação hospitalar no Sistema Único de Saúde, na investigação de óbitos de causa mal-definida no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, 1998. Epidemiol Serv Saúde 2006; 15(1): 47-57. [ Links ]

    9. Camargo Jr KR, Coeli CM. Reclink: aplicativo para o relacionamento de bases de dados, implementando o método probabilistic record linkage. Cad Saúde Pública 2000; 16(2): 439-47. [ Links ]

    10. Camargo Jr KR, Coeli CM. Reclink III versão 3.1.6.3160. Guia do Usuário. 2007. Disponível em http://www.iesc.ufrj.br/reclink [Acessado em 15 de junho de 2008] [ Links ]

    11. Junger WL. Estimação de parâmetros em relacionamento probabilístico de banco de dados: uma aplicação EM para o Reclink. Cad Saúde Pública 2006; 14 (2): 225-32. [ Links ]

    12. Bierrenbach AL, Oliveira GP, Codenotti S, Gomes ABF, Stevens AP. Duplicates and misclassification of TB notification records increased the notification rates of new TB cases in Brazil from 2001 to 2007. Int J Tuberc Lung Dis 2010; 14(5): 593-9. [ Links ]

    13. BRASIL. Ministério da Saúde. Departamento de Informática do SUS. Tabnet: abulador naweb. Disponível em http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php [Acessado em 15 de julho de 2009] [ Links ]

    14. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Programa Nacional de DST e Aids. A subnotificação de casos de AIDS em municípios brasileiros selecionados: uma aplicação do método de captura-recaptura. Boletim Epidemiológico AIDS 2004, 1(1): 7-9. Disponível em www.aids.gov.br [Acessado em 29 de julho de 2008] [ Links ]

    15. Washko RM, Frieden TR. Tuberculosis Surveillance using death certificate data, New York City, 1992. Public Health Reports 1996; 3: 251-255. [ Links ]

    16. Crofts JP, Pebory R, Grant A, Watson, JM, Abubakar I. Estimating tuberculosis case mortality in England and Wales, 2001-2002. Int J Tuberc Lung Dis 2008; 12(3): 308-13. [ Links ]

    17. Selig L, Belo M, Cunha AJLA, Teixeira EG, Brito R, Luna AL, Trajman A. Óbitos Atribuídos à Tuberculose no Estado do Rio de Janeiro. J BrasPneumol 2004; 30(4): 417-24. [ Links ]

    18. Rutstein DD, Berenberg W, Chalmers TC, Child CG, Fishman AP, Perrin EB. Measuring the quality of medical care. A clinical method. N Engl J Med 1976; 294(11): 582-8. [ Links ]

    19. Rutstein DD, Mullan RJ, Frazier TM, Halperin WE, Melius JM, Sestito, JP. Sentinel Health Events (occupational): a basis for physician recognition and public health surveillance. Am J Public Health 1983; 73(9): 1054-62. [ Links ]

    20. Waaler HT. Tuberculosis and poverty. Int J Tuberc Lung Dis 2002; 6(9): 745-6. [ Links ]

    21. Bates I et al. Vulnerability to malaria, tuberculosis, and HIV/AIDS infection and disease. Part I - Part II: determinants operating at individual and household level. Lancet 2004; 4: 267-77. [ Links ]

    22. Sousa LMO, Pinheiro RS. Óbitos e internações por tuberculose não notificados no município do Rio de Janeiro. Rev Saúde Pública 2011; 45(1): 31-9. [ Links ]

    23. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Disponível em http://portal.saude.gov.br/portal/saude/visualizar_texto.cfm?idtxt=28055). [Acessado em 25 de janeiro de 2010] [ Links ]

    24. Braga JU. Vigilância Epidemiológica e o sistema de informação da tuberculose no Brasil, 2001 - 2003. Rev Saúde Pública 2007; 41(S1): 77-88. [ Links ]

    25. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Análise de Situação de Saúde. Coordenação Geral de Informações e Análise Epidemiológica. Documento técnico contendo a cobertura do Sistema de Informação sobre Mortalidade no Brasil. [Falta inserir data] [ Links ]

    26. Paes NA. Avaliação da cobertura dos registros de óbitos dos Estados brasileiros em 2000. Rev Saúde Pública 2005; 39(6): 882-90. [ Links ]

    27. Selig L, Kritski A, Guedes R, Braga JU, Trajman A. Uses of tuberculosis mortality surveillance to identify program errors and improve database reporting. Int J Tuberc Lung Dis 2009; 13: 982-8. [ Links ]

    28. Ferreira VMB, Portela MC, Vasconcelos MTL. Fatores associados à subnotificação de pacientes com Aids, no Rio de Janeiro, RJ, 1996. Rev Saúde Pública 2000; 34(2): 170-7. [ Links ]

    29. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. Programa Nacional de Controle da Tuberculose. Situação epidemiológica. Disponível em http://portal.saude.gov.br/portal/saude/profissional/area. cfm?id_area=1527 [Acessado em 31 de julho de 2011] [ Links ]

    30. Ferreira VMB, Portela MC. Avaliação da subnotificação de casos de AIDS no município do Rio de Janeiro com base em dados do sistema de informações hospitalares do Sistema Único de Saúde. Cad Saúde Pública 1999; 15(2): 317-24. [ Links ]

    31. Drumond EF, Machado CJ, França E. Subnotificação de nascidos vivos: procedimentos de mensuração a partir do Sistema de Informação Hospitalar. Rev Saúde Pública 2008; 42(1): 55-63. [ Links ]

    32. Cavalcante MS, Ramos Jr AN, Pontes LRSK. Relacionamento de sistemas de informação em saúde: uma estratégia para otimizar a vigilância das gestantes infectadas pelo HIV. Epidemiol Serv Saúde 2005; 14(4): 127-33. [ Links ]

    33. Lemos KRV, Valente JG. A declaração de óbito como indicador de sub-registro de casos de AIDS. Cad Saúde Pública 2001; 17(3): 617-26. [ Links ]

    34. Dye C, Bassili A, Bierrenbach AL, Broekmans JF, Chadha VK, Glaziou P et al. Measuring tuberculosis burden, trends, and the impact of control programmes. Lancet Inf Dis 2008; 8(4): 233-43. [ Links ]

    35. Van Hest NAH, Story A, Grant AD, Antonie D, Crofts JP, Watson JM. Record-linkage and capture-recapture analysis to estimate the incidence and completeness of reporting of tuberculosis in England 1999-2002. Epidemiol. Infect 2008; 136(12): 1606-16. [ Links ]

    36. Tilling, K., Sterne, JAC., Wolfe, CDA. Estimation of stoke using a capture-recapture model including covariates. Int J Epidemiol 2001; 30: 1351-9. [ Links ]