EDITORIAL

 

A RBE acompanha o crescimento da produção científica na área de saúde coletiva e de epidemiologia

 

 

Marcia Furquim de Almeida

Editora Científica

 

 

A produção científica da área de Saúde Pública/Saúde Coletiva brasileira tem aumentado, bem como sua visibilidade internacional. Segundo dados do Scientific Journal Rankings (SJR), na grande área de Medicina, os periódicos brasileiros em Saúde Pública ocupam o 6º lugar na produção mundial de artigos científicos com 7.680 documentos, no período de 2006 a 20101. As publicações nacionais têm índice H igual a 51, ficando em 17º lugar. A área de Epidemiologia tem um volume de produção científica de 459 documentos, situando-se em 17º lugar na produção mundial. Já a produção em Epidemiologia tem um índice H de 38 e se classificou em 18º lugar na produção global, neste período1.

A indexação e a disseminação pela plataforma SciELO possibilitou o avanço da RBE. O fator de impacto da RBE tem crescido ao longo do tempo; este era de 0.389 em 2006 e passou para 0.776 em 2010, segundo a plataforma SciELO2. Nos últimos três anos, RBE foi indexada em bases internacionais: SCOPUS (SJR) e PUBMED, o que permitiu uma maior visibilidade internacional da Revista. Na base SJR a Revista Brasileira de Epidemiologia tem um fator de impacto de 0,05 com 0,7 citações por artigo e índice H de 8 e a colaboração internacional esteve presente em 18,5% dos artigos publicados em 20103.

A maior visibilidade dos artigos disseminados pela RBE fez com que aumentasse o número de manuscritos submetidos, a média mensal era 24,5 em 2008 e de 37,6 em 2011. No período de 2009 a 2011 foram encaminhados 783 manuscritos para a RBE. O índice de recusas foi de 64,5%, 17,6% foram aprovados e 17,9% estavam em fase de tramitação, entre 2009 e 2011

Não é uma tarefa fácil identificar os manuscritos encaminhados à RBE segundo subáreas de conhecimento. Muitos manuscritos abordam mais de uma área especifica e sua classificação pode ter algum grau de subjetividade. As principais subáreas dos manuscritos foram: doenças não transmissíveis (141), doenças transmissíveis (121), nutrição (104) e saúde bucal (80). Estes dados mostram que a demanda de manuscritos acompanha o perfil epidemiológico da população e indica o crescimento de algumas áreas emergentes na área de saúde coletiva, como nutrição e saúde bucal.

A partir de 2009, a RBE desenvolveu uma política de incentivo para os autores com manuscritos aprovados traduzirem seus artigos para o Inglês, para disseminação na versão eletrônica. Isso contribuiu para que a proporção de artigos bilíngues passasse de 33,3% em 2009 para 50% em 2011. A meta da RBE é que 100% dos artigos passem a ser bilíngues, em 2012. Essa meta certamente aumentará a visibilidade externa da produção científica divulgada pela RBE e está alinhada com a indicação de recente seminário da Biblioteca SciELO4, que mostrou que a disseminação em Inglês é um mecanismo importante para aumentar o impacto da produção científica nacional.

Os dados aqui apresentados mostram o crescimento da RBE, e este contou com a inestimável colaboração dos pesquisadores da área, que contribuíram não só enviando seus manuscritos, como emitindo pareceres. Contou também com a contribuição da secretaria da Revista que garantiu o processo de tramitação.

 

Referências

1. SJR: Scientific Journal Rankings [internet]. [citado 20 set 2011] Disponível em:<http://www.scimagojr.com/countryrank.php?area=2700&category=273 9&region=all&year=all&order=h&min=0&min_type=it>          .

2. SciELO: Indicadores bibliométricos. Indicadores de citação [internet]. [citado 20 set 2011] Disponível em:<http://www.scielo.org/php/level.php?lang=pt&component=56&item=50>          .

3. SJR: Scientific Journal Rankings [internet]. [citado 20 set 2011] Disponível em:<http://www.scimagojr.com/journalsearch.php?q=revista±brasileira±de± epidemiologia&tip=jou>          .

4. Parker A: Os periódicos brasileiros na comunicação da pesquisa nacional. SciELO, Seminário sobre o desempenho dos periódicos brasileiros no JCR 2010 [internet]. [citado 22 set 2011] Disponível em:<http://eventos.scielo.org/jcr2010/programacao-22-09-2011>          .

Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revbrepi@usp.br