ARTIGOS

 

Municipalização da vigilância epidemiológica: uma proposta em construção

 

 

Denise Schout

Médica Sanitarista. OMBUDSMAN - editora de qualidade da Superintendência de controle de Endemias - SUCEN

 

 


RESUMO

Neste artigo serão apresentados aspectos do processo de municipalização das atividades de vigilância epidemiológica no Estado de São Paulo, os entraves que o Sistema de Vigilância Epidemiológica têm na sua estrutura que dificultam a efetiva inclusão destas atividades pelos Municípios e quais as perspectivas existentes para sua superação.


 

 

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

1. PERRENOUD, B. A. F. et al O sistema de vigilância epidemiológica sob a crise do setor saúde. Saúde e Soc, 1(1): 15-23, 1992.         

2. CARVALHO, G. C. M. O momento atual do SUS: a ousadia de cumprir e fazer cumprir a lei. Saúde e Soc, 2(1): 9-24, 1993.         

3. CARVALHO, G. I. Sistema Único de Saúde: comentário à Lei Orgânica de Saúde, São Paulo, Ed. HUCITEC, 1992.         

4. GUEDES, J. S. et al Considerações acerca do processo de criação dos sistemas unificados e decentralizados de saúde (SUDS) agosto/1987. [mimeo]          .

5. PIMENTA, A. L. O SUS e a municipalização: a luz da experiência concreta. Saúde e Soc, 2(1): 25-40, 1993.         

6. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO. Centro de Informações de Saúde. Manual de vigilância epidemiológica: normas e instruções. São Paulo, 1978.         

7. WALDMAN, E. A. Vigilância epidemiológica como prática de saúde pública. São Paulo, 1991 [Tese de Doutorado - Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo]          .

8. Diário Oficial, Decreto 24565 de 27/12/85.         

9. SEMINÁRIO DE DIRIGENTES DA SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE/CONFERÊNCIA ESTADUAL DE SAÚDE, 1ª/CONFERÊNCIA NACIONAL DE SAÚDE, 9ª, São Paulo, 1991. Reflexões sobre as ações de saúde coletiva. São Paulo, CVE/CVS/SUCEN/IAL, 1991        

10. Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). Municipalização das ações de vigilância e epidemiológica. São Paulo, 1994. [mimeografado]         

11. Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE). Sistema de vigilância epidemiológica (SVE) no Estado de São Paulo. São Paulo, 1994 [mimeografado]         

12. UNGLERT, C. V. S. et al. Acesso aos serviços de saúde: uma abordagem de geografia em saúde pública. Rev. Saúde Pública., 21; 439-46, 1987.         

13. VILASBÔAS, A. L. et al. A Vigilância à saúde no distrito sanitário. Brasília, OPAS/OMS, 1992. (Série Desenvolvimento de Serviços de Saúde n° 10)        

14. GOLDBAUM, M. Vigilância da saúde. In: Seminário Nacional de Vigilância Epidemiológica, Brasília, 1993. Anais. Brasília, FNS/CENEPI.         

15. BARATA, R. B. Reorientação das práticas de vigilância epidemiológica. In: Seminário Nacional de Vigilância Epidemiológica, Brasília, , 1993. Anais, Brasília. FNS/CENEPI        

16. WALDMAN, E. A. As concepções de vigilância como instrumento de saúde pública e a implantação do SUS. In: Seminário Nacional de Vigilância Epidemiológica, Brasília, 1993. Anais. Brasília, FNS/CENEPI        

17. SILVA, L. J. Vigilância epidemiológica: uma proposta de transformação, Saúde e Soc, 1(1): 7-14, 1992.         

18. SCHOUT, D.; KATZ, G.; PARODI, E. S. M.; GLASSER, C. M.; LO, S. S.; MARCONDES, A. E. C. Programa de prevenção e controle de dengue e febre amarela - Município São Paulo. São Paulo, 1993. [mimeografado]          .

Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo. Associação Paulista de Saúde Pública. SP - Brazil
E-mail: saudesoc@usp.br