• Is the global rise of asthma an early impact of anthropogenic climate change? Review

    Beggs, Paul John; Bambrick, Hilary Jane

    Abstract in Portuguese:

    O crescimento na incidência, prevalência e morbidade da asma durante as recentes décadas representa importante desafio para a saúde pública. Pólen é um importante desencadeador de alguns tipos de asma e tanto a sua quantidade como as especificidades das estações em que eles mais se disseminam dependem de variáveis climáticas e meteorológicas. No mesmo período em que se observa o incremento na incidência da asma houve considerável crescimento de concentração de dióxido de carbono na atmosfera e aumento da média de temperatura da superfície da terra. Nossa hipótese é a de que as mudanças antropogênicas do clima constituem um fator plausível para o incremento da incidência da asma. Maiores concentrações de dióxido de carbono e elevadas temperaturas podem aumentar a quantidade de pólen e induzir o aumento de variações climáticas que facilitam sua dispersão. Alergias a pólen podem aumentar como resultado de mudanças climáticas. Exposição precoce a ambientes que predisponham a alergias também podem provocar o desenvolvimento de condições atópicas, como eczema e rinite alérgica. Embora a etiologia da asma seja complexa, o recente incremento de sintomas de asma em nível global pode significar um dos antecipados efeitos sobre a saúde, de mudanças climáticas antropogênicas.

    Abstract in English:

    The increase in asthma incidence, prevalence, and morbidity over recent decades presents a significant challenge to public health. Pollen is an important trigger of some types of asthma, and both pollen quantity and season depend on climatic and meteorological variables. Over the same period as the global rise in asthma, there have been considerable increases in atmospheric carbon dioxide concentration and global average surface temperature. We hypothesize anthropogenic climate change as a plausible contributor to the rise in asthma. Greater concentrations of carbon dioxide and higher temperatures may increase pollen quantity and induce longer pollen seasons. Pollen allergenicity can also increase as a result of these changes in climate. Exposure in early life to a more allergenic environment may also provoke the development of other atopic conditions, such as eczema and allergic rhinitis. Although the etiology of asthma is complex, the recent global rise in asthma could be an early health effect of anthropogenic climate change.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br