• Evaluation of breastfeeding support: meanings from mothers receiving care at primary health care units in the State of Rio de Janeiro Temas Livres

    Oliveira, Maria Inês Couto de; Souza, Ivis Emília de Oliveira; Santos, Elizabeth Moreira dos; Camacho, Luiz Antonio Bastos

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho objetivou compreender os significados expressos por mulheres usuárias de unidades básicas de saúde acerca do apoio recebido para amamentar. Foi realizado um estudo em 24 unidades básicas de saúde do Estado do Rio de Janeiro, para investigar o porquê das gestantes e mães terem se sentido apoiadas (ou não) pela unidade para amamentar. Utilizando a abordagem fenomenológica heideggeriana, a partir da fala das mulheres, foram construídas cinco estruturas de significação: "nenhum apoio", "apoio dúbio", "apoio como incentivo", "apoio no manejo" e "parceria". Perguntadas também quanto a sugestões sobre como a unidade poderia ajudá-las a amamentar, foi identificada ainda a estrutura de significação "apoio continuado", sendo que uma parcela das mulheres não emitiu sugestão, alegando não ter sugestão a dar ou já estar satisfeita com a atuação da unidade. As mulheres apontaram para possibilidades assistenciais calcadas na singularidade da clientela e na autenticidade da relação entre a equipe de saúde e as usuárias. Nesse processo, a solicitude necessita estar incorporada à prática das unidades básicas de saúde, para que estas possam se constituir em um espaço efetivo de promoção, proteção e apoio à amamentação.

    Abstract in English:

    This article aims at understanding the meanings expressed by women concerning the breastfeeding support received at primary health care (PHC) units. A study was conducted in 24 PHC units in the State of Rio de Janeiro for the purpose of investigating why pregnant women and mothers felt supported (or not) by these units regarding breastfeeding. Heidegger's phenomenological approach was used to develop five structures of meaning, evincing the breastfeeding support provided as "none", "dubious", "incentive", "guidance", and "partnership". When the mothers were asked for suggestions about how the unit could help them breastfeed, their answers generated a new structure of meaning: "continuous support". Some women gave no suggestions, stating that they had none or were satisfied with the support provided. The women indicated possibilities for care based on the singularity of the clientele and on the authenticity of the health-care staff / user relationship. In that process, solicitude needs to be incorporated into the practice of PHC units, so that they can be an effective space for breastfeeding promotion, protection, and support.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br