• Small(pox) success? Opinion

    Birn, Anne-Emanuelle

    Abstract in Portuguese:

    O 30º aniversário da certificação oficial da Organização Mundial da Saúde (OMS) da erradicação da varíola foi marcado por uma série de eventos que saudaram a dramática história do triunfo tecnológico e organizacional contra este antigo flagelo. Todavia, as comemorações também servem como momentos para uma reflexão crítica. Este artigo questiona os aplausos excessivos para a erradicação da varíola como o único e absoluto sucesso na história da saúde pública. Examina como e por que a erradicação da varíola e a abordagem da atenção básica de saúde orientada para a justiça social (de acordo com a Declaração de Alma-Ata) se tornaram paradigmas concorrentes. Sintetiza críticas sobre as deficiências da erradicação e busca desvelar alguns dos mitos que envolvem a campanha de erradicação global como uma prioridade e necessidade da saúde pública, e como uma vitória da cooperação da Guerra Fria. O artigo finaliza com reflexões sobre a integração de aspectos técnicos e sociopolíticos da saúde no contexto do Estado de bem-estar social como forma de atingir um amplo e duradouro sucesso para a saúde pública global.

    Abstract in English:

    The 30th anniversary of the World Health Organization's (WHO) official certification of smallpox eradication was marked by a slew of events hailing the campaign's dramatic tale of technological and organizational triumph against an ancient scourge. Yet commemorations also serve as moments of critical reflection. This article questions the acclaim showered upon smallpox eradication as the single greatest public health success in history. It examines how and why smallpox eradication and WHO's concurrent social justice-oriented primary health care approach (following from the Declaration of Alma-Ata) became competing paradigms. It synthesizes critiques of eradication's shortcomings and debunks some of the myths surrounding the global eradication campaign as a public health priority and necessity, and as a Cold War victory of cooperation. The article concludes with thoughts on integrating technical and social-political aspects of health within the context of welfare states as the means to achieving widespread and enduring global public health success.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br