• Factors associated with arterial hypertension: a systematic review Revisão

    Marques, Aline Pinto; Szwarcwald, Célia Landmann; Pires, Débora Castanheira; Rodrigues, Jéssica Muzy; Almeida, Wanessa da Silva de; Romero, Dalia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Revisão sistemática sobre fatores demográficos, socioeconômicos, comportamentais e antropométricos associados à hipertensão (HAS). Foram incluídos estudos observacionais, de populações com 18 anos ou mais, dos últimos dez anos, publicados em inglês, português ou espanhol das bases Pubmed, Web of Science, Scopus e Lilacs. Ao final, foram incluídos 42 artigos, a maioria do tipo seccional. A idade e o Índice de Massa Corporal (IMC) elevados foram os fatores relacionados à maior chance de ter HAS mais encontrados nos estudos. Outros fatores associados à HAS foram: sexo (masculino), escolaridade (menor escolaridade), renda (menor renda) e circunferência da cintura (elevada). Nunca ter fumado, nunca ter consumido álcool e ter cor branca apareceram como características relacionadas a menor chance de ter HAS. Assim, características demográficas, socioeconômicas, comportamentais e antropométricas são importantes fatores associados a maior chance de ter HAS na população adulta. Entretanto, enquanto a maioria dos fatores associados à HAS for passível de intervenção, serão necessárias políticas de promoção da saúde mais amplas para reduzir as desigualdades socioeconômicas na prevalência de hipertensão.

    Abstract in English:

    Abstract A systematic review of demographic, socioeconomic, behavioral and anthropometric factors associated with hypertension. We included observational studies, of populations aged 18 or older, from the past ten years, published in English, Portuguese or Spanish from Pubmed, Web of Science, Scopus and Lilacs bases. The most found factors related to the greater chance of having hypertension were age and the Body Mass Index (BMI). Other factors associated with the disease were: gender (male), education (lower education), income (lower income) and waist circumference (high). Never having smoked, never having consumed alcohol and white skin color were characteristics related to a lower chance of having hypertension. As demonstrated, demographic, socioeconomic, behavioral and anthropometric characteristics are important factors associated with a greater chance of having hypertension in the adult population. However, while most of the factors associated with it are amenable to intervention, broader health promotion policies will be needed to reduce socioeconomic inequalities in the prevalence of the disease.
  • Social, demographic, and health policies history of indigenous peoples from the state of Acre, Brazil Revisão

    Borges, Maria Fernanda de Sousa Oliveira; Silva, Ilce Ferreira da; Koifman, Rosalina

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A trajetória histórica vivenciada pelos povos indígenas no Brasil coadunou numa complexa situação social que se estende com precariedade e evidentes disparidades traduzidas em pior perfil de pobreza, escolaridade e de saúde em relação a outros segmentos da sociedade nacional. As políticas de saúde direcionadas para os povos indígenas não conseguiram até a atualidade superar as lacunas do cuidado especializado, persistindo a atenção fragmentada e emergencial, manutenção de péssimo quadro de morbimortalidade, iniquidades de acesso aos serviços de saúde, elevada descontinuidade do cuidado, barreiras administrativas e distorções no processo de controle social. O Estado do Acre, localizado na Amazônia Ocidental brasileira, reflete o quadro de maior vulnerabilidade dos povos indígenas da Região Norte, que compartilham piores resultados de saúde quando comparados com o restante do país. O objetivo do presente artigo de revisão narrativa da literatura consiste em caracterizar o histórico dos povos indígenas do Acre, segundo aspectos sociodemográficos, epidemiológicos e de políticas de saúde no contexto brasileiro.

    Abstract in English:

    Abstract The historical trajectory experienced by Brazilian Amerindians population lead to a complex social issues, which are expressed by a lack of health service access and socioeconomic disparities. Such reality is translated into a higher level of poverty, lower education level and worse health profile, as compared to non-indigenous counterparts. The current health policies for indigenous population in Brazil could not overcome the lack of specialized care access. thus, fragmented and unplanned health care still persist, with distortions in the process of social control. Therefore, increased morbidity and mortality rates, unequal health care access, lack of continuity of care, and administrative barriers are still frequent among Brazilian Amerindians. The indigenous peoples from the State of Acre, located in the Western Brazilian Amazon, reflects the situation of greater vulnerability among all the indigenous populations from the North Region of Brazil, sharing worse health outcomes as compared to the rest of the country. Thus, the purpose of this narrative review is to characterize the history of the Indian population in Brazil and the State of Acre, according to demographic, epidemiological and health policies.
  • Performance of the oral health team in home care in the context of the Family Health Strategy: an integrative review Revisão

    Silva, Renata Marques da; Peres, Ana Carolina Oliveira; Carcereri, Daniela Lemos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Trata-se de uma revisão integrativa com o objetivo de analisar a atuação da equipe de saúde bucal na atenção domiciliar no contexto da Estratégia Saúde da Família, após a publicação das Diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal. Utilizou-se as bases de dados PubMed, Lilacs e SciELO, no período de 2004-2018. Os artigos selecionados (n=17) foram organizados em planilha Excel com os dados: autor, ano de publicação, título, objetivos, periódico de publicação, localização do estudo, tipo de estudo e categoria temática. Da análise temática emergiram duas categorias: “Práticas de saúde bucal no contexto domiciliar e o processo de trabalho da equipe de saúde bucal” (n=11) e “Instrumentos de gestão e avaliação da atenção domiciliar para a equipe de saúde bucal” (n=6). A produção científica evidencia baixa frequência de visita domiciliar, falta de priorização e sistematização das ações de atenção domiciliar e pouca interação com a equipe de saúde da família. Os protocolos de atenção domiciliar e os instrumentos de priorização de visitas domiciliares indicam potenciais caminhos para superar o enfoque clínico restrito ao consultório odontológico. Decorridos 14 anos da publicação das diretrizes da Política Nacional de Saúde Bucal o domicílio configura-se em um território a ser conquistado pela equipe de saúde bucal.

    Abstract in English:

    Abstract This is an integrative review that aimed to analyze the performance of the oral health team in home care within the Family Health Strategy, after the publication of the National Oral Health Policy Guidelines. Databases PubMed, Lilacs and SciELO were used in the 2004-2018 period. The selected papers (n=17) were organized in Excel sheet with data: author, year of publication, title, objectives, publishing journal, study location, type of study and thematic category. Two categories emerged from the thematic analysis: “Oral health practices in the household context and the work process of the oral health team” (n=11) and “Instruments for the management and evaluation of home care by the oral health team” (n=6). The scientific production showed low frequency of home visits, lack of prioritization and systematization of home care actions and weak interaction with the family health team. The home care protocols and instruments for the prioritization of home visits indicate the potential to overcome the clinical approach restricted to the dental office. Fourteen years into the publication of the National Oral Health Policy guidelines, the household is a territory to be conquered by the oral health team.
  • Violence and Primary Health Care in Brazil: an integrative literature review Revisão

    Mendonça, Carolina Siqueira; Machado, Dinair Ferreira; Almeida, Margareth Aparecida Santini de; Castanheira, Elen Rose Lodeiro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A violência é um dos desafios que se coloca para os serviços de saúde no Brasil, especialmente os de atenção primária. Este estudo analisa a produção científica nacional acerca da temática da violência na Atenção Primária à Saúde. Realizou-se uma revisão integrativa da literatura com amostra final composta por 18 artigos. O tema predominante foi a violência contra a mulher (nove artigos), seguido da violência contra crianças e adolescentes com quatro, e a violência contra idosos com três. A violência contra os homens teve a menor abordagem, presente em dois artigos. Os estudos evidenciam a invisibilidade da violência nos serviços de atenção primária do Brasil e a necessidade de reorganização do processo de trabalho na atenção primária para além da queixa conduta, pautando-se na abordagem sociocultural e ampliada dos grupos de indivíduos em situações de violência e na intersetorialidade. A integralidade do cuidado e a intersetorialidade nas ações, representam a garantia de uma rede de atenção para a violência.

    Abstract in English:

    Abstract Violence is a challenge for health services in Brazil, especially within primary care. This study analyses national publications on violence and Primary Health Care. An integrative literature review was conducted resulting in a final sample of 18 articles. The most predominant theme was violence against women (nine articles), followed by violence against children and adolescents (four articles), and violence against the elderly (three articles). The population group that accounted for the least number of publications was men, with two articles. The studies show the invisibility of violence in primary healthcare services in Brazil and the need to reorganize the work process beyond a complaint-based approach towards a sociocultural approach based on intersectorality. Comprehensiveness and intersectorality are essential elements of an effective violence care network.
  • Reflections on comprehensive care in the ethnic-racial context: an integrating review Revisão

    Alves, Pedro Henrique Melo; Leite-Salgueiro, Claudia Daniele Barros; Alexandre, Ana Carla Silva; Oliveira, Gislene Farias de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O objetivo deste artigo é identificar na literatura científica, as ações afirmativas de cuidado para população negra. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura, realizada no mês de abril de 2017, na Biblioteca Virtual em Saúde, tendo como base de dados a LILACS (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde) e a Base de Dados de Enfermagem (BDENF). Após levar em consideração os critérios de inclusão e exclusão, foram utilizados e analisados através de um instrumento, dez artigos explorados e demonstrados em quadros sinópticos. Após o estudo dos artigos, foram elencadas nove ações afirmativas para promoção do cuidado à população negra no âmbito da saúde. Faz-se necessário, tanto nos espaços de cuidado, como nos de formação, problematizar sobre as principais demandas frente ao contexto em que a população negra está inserida, bem como as ações afirmativas de cuidado para população negra, de modo a efetivar os princípios da universalidade e da integralidade nos serviços de saúde em sua plenitude.

    Abstract in English:

    Abstract The objective of this article is to identify in the scientific literature affirmative care actions for the black population. This is an integrative review of the literature carried out in April 2017 at the Virtual Health Library (BVS), using LILACS (Latin American and Caribbean Literature in Health Sciences) and the Nursing Database (BDENF). Ten papers explored and shown in synoptic tables were used and analyzed through an instrument after taking into account the inclusion and exclusion criteria. Nine affirmative actions were listed to promote healthcare for the black population following the study of the papers. It is necessary, in both care and training spaces, to question the main demands against the context in which the black population is inserted, as well as the affirmative care actions for the black population to implement the principles of universality and integrality in health services to their full extent.
ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: revscol@fiocruz.br