Cadernos de Saúde Pública, Volume: 9, Issue: 2, Published: 1993
  • Long-term controlled field experiment on the competition between two species of Biomphalaria (Mollusca, Basommatophora), the snail vectors of Schistosoma mansoni in Northeastern Brazil Articles

    Barbosa, Constança S.; Barbosa, Frederico S.; Arruda, Francisco

    Abstract in Portuguese:

    Um estudo experimental de campo sobre a interação populacional entre Biomphalaria glabrata (população-alvo) e Biomphalaria straminea (competidor) foi realizado no município de Alhandra, PB, no período de 1980 a 1989. Os resultados deste experimento nos levam a considerar que é possível a indução de um processo competitivo entre B. glabrata e B. straminea, uma vez que em nove dos criadouros trabalhados até o final, seis deles tiveram as populações da espécie endêmica totalmente substituídas pelo caramujo competidor. O processo competitivo ocorreu mais eficazmente naqueles criadouros sujeitos à dessecação, o que parece ter favorecido a espécie competidora, que resiste bem mais aos períodos de seca. Não houve regressão do processo, ou seja, em todos os riachos onde B. straminea se estabeleceu, o caramujo alvo não voltou a proliferar.

    Abstract in English:

    A long-term controlled field experiment on the interactions of the populations of Biomphalaria glabrata (target population) and B. straminea (competitor) was carried out in the county of Alhandra, state of Paraíba, Brazil, during the period 1980 through 1989. Results obtained in the current paper show that the snail B. straminea has strong competitive advantages over B. glabrata. In six out of nine streams the native population of B. glabrata were totally excluded and replaced by B. straminea. There is evidence showing that seasonal dryness has marked influence on the phenomenon studied in this paper. In all the streams were B. straminea already predominated, return of B. glabrata was never observed.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br