Cadernos de Saúde Pública, Volume: 16 Supplement 2, Published: 2000
  • Chagas disease in Brazil Artigos

    Vinhaes, Márcio C.; Dias, João Carlos Pinto

    Abstract in Portuguese:

    Sumariam-se os dados da Fundação Nacional de Saúde (FNS) sobre o estado atual dos vetores da doença de Chagas no Brasil, verificando-se que após vinte anos de controle químico continuado houve franca redução dos índices triatomínico-tripanosômicos, particularmente para espécies como Triatoma infestans e Panstrongylus megistus. Em paralelo, dados de sorologia escolar, de internações e de mortalidade pela doença indicam descenso nas taxas de incidência e impacto médico social da protozoose, restando áreas mais preocupantes, como o Nordeste e resíduos de T. infestans. Impõe-se urgente uma vigilância epidemiológica efetiva, a ser realizada por estados e municípios ante o processo de descentralização da FNS.

    Abstract in English:

    This article presents the current situation for Chagas disease vectors in Brazil, based on data from the Brazilian National Health Foundation (FNS). Over the course of the last 20 years, continuous chemical control has resulted in a clear reduction of triatomine densities and Trypanosoma cruzi in Brazilian dwellings. Results have been particularly promising in relation to Triatoma infestans and Panstrongylus megistus, considered the most important species in the past. In parallel, data from school serological surveys, hospitalized patients, and mortality records show an important decrease in the disease. Nevertheless, some areas of the Brazilian Northeast and some residual foci of Triatoma infestans and Panstrongylus megistus remain as major challenges for public health authorities, requiring effective epidemiological surveillance. States and municipalities are required to assume this task at present, as the traditional Brazilian National Health Foundation is undergoing decentralization.
  • General situation and perspectives of Chagas disease in Northeastern Region, Brazil Artigos

    Dias, João Carlos Pinto; Machado, Evandro M. M.; Fernandes, Antônia Lins; Vinhaes, Márcio C.

    Abstract in Portuguese:

    Apresentam-se dados primários e secundários da doença de Chagas no Nordeste do Brasil, com prioridade para o vetor, a transmissão e o controle. Assinalam-se 27 espécies vetoras, com importância basicamente para Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis e Triatoma pseudomaculata. As duas primeiras foram mais domiciliadas, causaram mais impacto médico-social e têm sido eliminadas mediante continuado controle químico. As duas últimas são nativas, ubiqüistas e mais peridomésticas, de difícil controle e menor impacto, remanescendo como grande desafio operacional. Há diversidade nos padrões de transmissão e da doença na região, explicáveis por diferentes situações ecológicas e sociais, possivelmente envolvendo diferentes cepas de Trypanosoma cruzi. A doença de Chagas é importante no Nordeste, embora com menor morbi-mortalidade aparente que no Sudeste e em Goiás. Há uma tendência à diminuição da transmissão e impacto da doença na região, mas preocupa a progressiva desativação regional da Fundação Nacional de Saúde, sem a correspondente absorção de suas atividades pelos Estados e municípios.

    Abstract in English:

    Primary and secondary data show the importance and distribution of human Chagas disease (HCD) in Northeast Brazil. Among the 27 detected vector species, Triatoma infestans, Panstrongylus megistus, Triatoma brasiliensis and Triatoma pseudomaculata are epidemiologically important. Major medical impact is attributed to T. infestans and P. megistus, the most domiciliated and vulnerable species, while the other two are native and more difficult to control. Regional differences in transmission and medical impact of HCD exist in the Northeast, where in general the disease appears to be less harmful than in other Brazilian regions like the Southeast and State of Goiás. There is a downward trend in HCD transmission and morbidity in the Northeast, its control in the region is a cause of concern because of the decommissioning of the National Health Foundation without a corresponding assimilation of its routine activities by regional and municipal institutions.
  • Current situation with Chagas disease vector control in the Americas Artigos

    Silveira, Antonio Carlos

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho identifica e descreve distintas situações do ponto de vista epidemiológico em relação à transmissão natural da doença de Chagas no continente. A importância relativa das principais espécies de vetor na veiculação da doença e o nível de controle que se pode pretender em cada caso são examinados. Apresentam-se as estimativas existentes no que concerne à população sob risco, bem como ao número de casos de infecção e de doença crônica. Por fim discutem-se as perspectivas do controle, com base nos resultados obtidos e que podem ser colhidos com a introdução de espécies como Triatoma infestans, no Cone Sul, e Rhodnius prolixus, em parte da América Central e com as demais espécies, autóctones das áreas onde são encontradas. Além disso, questiona-se o papel que os demais mecanismos de transmissão poderão representar na manutenção da endemia chagásica.

    Abstract in English:

    This article identifies and describes various epidemiological aspects in the natural transmission of Chagas disease in the Americas. It also examines the relative importance of the principal vector species in the disease's transmission and the control levels that are feasible in each instance. Estimations of the population at risk, number of infected cases, and number of chronic cases are presented. Prospects for control are discussed on the basis of past results to predict the expected results with introduced species like Triatoma infestans in the Southern Cone and Rhodnius prolixus in Central America and with the other autochthonous species in areas where they are found. Finally, the article discusses the role of other transmission mechanisms in the maintenance of endemic Chagas disease.
  • Epidemiological surveillance of Chagas disease Artigos

    Dias, João Carlos Pinto

    Abstract in Portuguese:

    A doença de Chagas ainda representa importante problema médico e social nos países afetados. Em alguns deles, a extensão da doença segue desconhecida e programas de controle não foram implementados, mas, em outros, a endemia foi efetivamente minimizada mercê de controle e mudanças sociais e econômicas. Nesses casos, uma vigilância epidemiológica participativa e permanente sobre as formas de transmissão constitui, hoje, o horizonte operacional. Isso requer pesquisa aplicada e profundas reformulações no sistema de saúde, objetivando uma vigilância duradoura, eficiente e auto-sustentável, capaz de controlar, em especial, os triatomíneos em baixa densidade e presentes no espaço peridomiciliar. Por outro lado, remanesce uma população significativa de já infectados, a requerer atenção médica e previdenciária, tudo isto geralmente localizado em regiões e/ou populações mais pobres. Face ao desmonte progressivo de instituições federais como a Fundação Nacional de Saúde, no Brasil, em nome do processo de descentralização, instituições locais e regionais, bem como a comunidade, precisam assumir essa vigilância de maneira compartida e eficaz, o que pressupõe maturidade social e política dos novos atores envolvidos.

    Abstract in English:

    Chagas disease still constitutes an important medical problem in affected countries. In some, the extent of the disease is still unknown and control programs have not been implemented. In others the disease has been reduced due to regular control programs and other economic and social factors. Epidemiological surveillance with community participation to guard against disease transmission is now the basic challenge. Applied research and in-depth reformulation of health systems are required to establish efficient and sustainable Chagas disease surveillance programs, considering low density of peridomiciliary vectors as the most relevant factor. In addition, a large population of already infected, poor individuals require specific medical attention and social security. As a consequence of health care decentralization, Federal institutions such as the Brazilian National Health Foundation (FNS) are being progressively decommissioned, and new participants must be engaged in the process. Communities themselves, together with regional and local institutions, must take charge of surveillance in order to guarantee its efficiency and sustainability.
  • Operational aspects of Triatoma brasiliensis control Artigos

    Diotaiuti, Liléia; Faria Filho, Osvaldo F.; Carneiro, Francisco C. F.; Dias, João Carlos Pinto; Pires, Herton Helder R.; Schofield, Christopher J.

    Abstract in Portuguese:

    O controle de triatomíneos é dificultado pela capacidade de reinvasão das casas por exemplares silvestres. Entre agosto/96 e dezembro/97 realizou-se, no Ceará, um estudo a respeito da reinfestação das casas após borrifação. Das 277 Unidades Domiciliares UD pesquisadas, 40,8% estavam infestadas (21,7% dos intradomicílios e 35,4% dos peridomicílios). Dos 433 triatomíneos capturados, 207 eram Triatoma brasiliensis (48,8% no intradomicílio, média de 1,8 insetos/casa) e 226 Triatoma pseudomaculata (97,3% no peridomicílio). Ocorre um único ciclo anual do T. brasiliensis, e dois ciclos anuais do T. pseudomaculata. Quatro meses após a borrifação, 9,7% das unidades domiciliares permaneciam positivas, principalmente no peridomicílio; 10,3% das UD foram positivas em todas as avaliações. O teste de suscetibilidade biológica à deltametrina revelou a persistência do inseticida no intradomicílio até nove meses após a borrifação. A prevalência global da infecção humana foi de 5,7%, tendo sido positivas cinco crianças menores de dez anos. Considerando-se a alta pressão de recolonização a partir de exemplares silvestres, propõe-se, como metodologia de controle, um sistema misto da avaliação tradicional e a vigilância epidemiológica.

    Abstract in English:

    Vector control strategies against indigenous species is not easy, due to their capacity to reinvade treated premises from sylvatic ecotopes. Between August 1996 and December 1997 we conducted a study on reinfestation of houses after spraying in a county in the State of Ceará. Of 277 houses examined, 113 (40.8%) were infested (21.7% intradomiciliary and 35.4% peridomiciliary). Of the 433 Triatominae collected, 207 were Triatoma brasiliensis (49% of which intradomiciliary, with a mean of 1.8 insects/house) and 226 were Triatoma pseudomaculata (97% peridomiciliary). The age structure of the two indicated a univoltine development cycle for T. brasiliensis and two cycles per year for T. pseudomaculata. Four months after spraying with deltamethrin SC 25mg ia/m², 9.7% of the houses were still positive, mainly with peridomestic infestations. Intradomiciliary wall bioassays showed persistence of the insecticide up to 9 months after spraying. Considering the high potential for recolonization of treated premises from sylvatic foci, we propose an operational strategy combining traditional evaluations and community-based surveillance with increased selective interventions and community education.
  • Peridomiciliary changes and implications for Triatoma brasiliensis control Artigos

    Oliveira-Lima, José Wellington; Faria Filho, Osvaldo F.; Vieira, João Batista Furtado; Gadelha, Francisco Vieira; Oliveira Filho, Alfredo M.

    Abstract in Portuguese:

    Em Boa Viagem, Ceará, foram investigados e rociados 9.906 anexos dos peridomicílios de 1.541 vivendas rurais em área infestada por Triatoma brasiliensis e/ou Triatoma pseudomaculata com revisões aos 6, 12 e 18 meses. Observou-se um decréscimo do número de anexos nos 18 meses, mais intenso para anexos tipo "pilhas de materiais". De modo geral, a população só modificou 3% dos anexos, principalmente os abrigos de animais (6%). A construção de anexos novos foi importante como causa de novas infestações, significativamente mais presentes nestes (25%) que naqueles que existiam desde o início da observação (4%), provavelmente por conta do expurgo inicialmente realizado. A reinfestação ocorreu lentamente, sendo mais freqüente nos abrigos de animais (7,0%) que em pilhas (4,4%) e em cercas e cobertas (<1%). A densidade da reinfestação sempre foi baixa, independente da espécie do triatomíneo ou do tipo do anexo. Em um estudo colateral, um ensaio pareado com a borrifação inicial de piretróide versus composto organofosforado em matriz de lenta liberação não mostrou diferenças de infestação nem de densidade triatomínica ao final do experimento. Sugere-se a borrifação seletiva de anexos novos tão logo sejam construídos, em áreas semelhantes à deste estudo.

    Abstract in English:

    A total of 9,906 annexes from 1,541 rural dwellings of Boa Viagem County, Ceará, Brazil, infested by Triatoma brasiliensis and Triatoma pseudomaculata were investigated and immediately sprayed with pyrethroid insecticide, followed by revisions at 6, 12, and 18 months. The initial infestation rate of annexes was 4.0%, with predominant infestation in animal shelters (7.0%). Mean insect density was low, regardless of triatomine species or type of annex. A progressive decrease in the number of initial annexes was observed (66% of remaining annexes), mainly those classified as "piles of materials". Only 3% of the annexes were modified by the population. New constructed annexes were important as new foci of infestation. Some 25% were infested at the end of observation period, significantly more than the "old" annexes (4.0%), a difference attributed to insecticide spraying at the beginning of the intervention. Reinfestation occurred slowly and was more frequent in animal shelters No differences were observed between traditional pyrethroid and slow-release organophosphate formulations. Selective spraying of "new" annexes is recommended.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br