• Microbiological evaluation of sugarcane juice sold at street stands and juice handling conditions in São Carlos, São Paulo, Brazil Research Note

    Oliveira, Aline Cristine Garcia; Seixas, Antonio Sergio Spano; Sousa, Cristina Paiva; Souza, Clovis Wesley Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    O caldo de cana é recém-preparado e comercializado por manipuladores sem tratamento térmico em São Carlos, São Paulo, Brasil. Vinte e quatro amostras da bebida obtidas em condição de consumidor nos pontos de venda foram avaliadas utilizando-se métodos convencionais na determinação de bactérias heterótrofas, contagens de coliformes totais e termo-tolerantes, Salmonella spp. e parasitas. Observou-se que 25% das amostras apresentaram condições sanitárias insatisfatórias, com níveis de coliformes termo-tolerantes superiores aos permitidos pelos padrões brasileiros. Salmonella spp. e parasitas não foram detectados em nenhuma amostra. Em 37% das mãos de manipuladores do produto detectou-se coliformes termo-tolerantes e as contagens de organismos heterótrofos atingiu valores de 2,0x103UFC/por mão. Em uma amostra de mão detectou-se a presença de Escherichia coli e ausência de Salmonella spp. Utilizaram-se entrevistas por meio de questionários com os vendedores e 62% destes não admitiram conhecimento ou adoção de quaisquer práticas higiênico-sanitárias para manipulação de alimentos.

    Abstract in English:

    Fresh sugarcane juice is sold by street vendors without any heat treatment in São Carlos, São Paulo, Brazil. Twenty-four samples of point-of-sale juice were tested by standard methods to determine heterotrophic bacteria, total and thermo-tolerant coliform counts, Salmonella, and parasites in the juice. 25% of samples showed poor sanitary conditions, with thermo-tolerant coliform levels higher than allowed by Brazilian standards. Salmonella spp. and parasites were absent in all samples. Thermo-tolerant coliforms were detected on the hands of 37% of juice handlers, and heterotrophic bacterial counts reached 2.0 x 10³ cfu/per hand. Escherichia coli was detected in one hand sample, and no Salmonella spp. was detected. Screening questionnaires were used to interview the vendors, and 62% of interviewees were either unfamiliar with or failed to adopt adequate hygiene for food handling.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br