• Forum: challenges in STD/AIDS prevention in Portuguese-speaking African countries: contributions from social research and from a gender approach: Introduction Forum

    Monteiro, Simone

    Abstract in Portuguese:

    Esta introdução apresenta o Fórum sobre os desafios da prevenção às DST/AIDS em países africanos de língua oficial portuguesa, constituído por três artigos e um posfácio. O primeiro trabalho traz uma revisão da produção acadêmica no campo das ciências sociais e da saúde sobre o tema, focalizando as implicações dos fatores culturais e sócio-econômicos locais para a dinâmica da epidemia. A partir de um estudo etnográfico numa região do sul de Moçambique, o segundo texto analisa a noção de "tradição" no contexto moçambicano e suas conseqüências para a percepção da vulnerabilidade às DST/AIDS da população local. O terceiro artigo discute pontos de aproximação e de desencontro entre o governo e a sociedade civil na abordagem de gênero de projetos comunitários de enfrentamento do HIV/AIDS em Moçambique. As reflexões revelam que os discursos e ações de prevenção das DST/AIDS em países africanos apresentam equívocos importantes por não considerarem as particularidades dos modelos de desenvolvimento e os sistemas culturais locais.

    Abstract in English:

    This forum on the challenges of preventing STD/AIDS in Portuguese-speaking African countries contains three articles and a postscript. The first paper reviews academic production on the topic from the fields of the social sciences and of health, with special attention on how local cultural and socioeconomic factors impact the dynamics of the epidemic. Based on an ethnographic study of a region in southern Mozambique, the second paper analyzes the notion of 'tradition' within the context of Mozambique and how it affects perceptions of the local population's vulnerability to STD/AIDS. The third and final article discusses common ground and differences between government and civil society in gender approaches by community HIV/AIDS projects in Mozambique. Their observations suggest that important mistakes have been made in STD/AIDS prevention discourse and initiatives in African countries because the unique features of local development models and cultural systems have not been taken into account.
  • STD/AIDS prevention in Portuguese-speaking Africa: a review of the recent literature in the social sciences and health Forum

    Monteiro, Simone

    Abstract in Portuguese:

    O artigo analisa a produção acadêmica, no campo das ciências sociais e da saúde, sobre os problemas e desafios das ações de prevenção das DST/AIDS nos países africanos de língua oficial portuguesa. A partir do levantamento bibliográfico nas bases SciELO, PubMed e Sociological Abstracts, entre 1997 a 2007, o conteúdo dos trabalhos selecionados foi organizado em dois eixos. O primeiro centra-se na descrição dos estudos sobre a relevância dos fatores culturais e sócio-econômicos locais, relacionados às dinâmicas de gênero, à sexualidade, cor/raça, religião e cuidados em saúde, para o entendimento da vulnerabilidade às DST/AIDS dos diversos grupos sociais. O segundo eixo aborda as avaliações críticas acerca dos equívocos das mensagens educativas sobre DST/AIDS, promovidas pelos governos e agências internacionais, bem como as implicações da presença dos sistemas de medicinas tradicionais e da ocorrência de guerras civis no período pós-colonial para a dinâmica das DST/AIDS nos contextos nacionais africanos pesquisados.

    Abstract in English:

    The article reviews academic literature in the social sciences and health on the problems and challenges of STD/AIDS prevention in Portuguese-speaking African countries. Based on a bibliographic survey of the SciELO, PubMed, and Sociological Abstracts databases between 1997 and 2007, the research under review was organized into two groups, according to content. The first group of studies sought to understand STD/AIDS vulnerability among social groups by examining local cultural and socioeconomic factors as related to gender dynamics, sexuality, color/race, religion and health care. The second group encompassed critical assessments of shortcomings in the STD/AIDS educational messages delivered by governments and international agencies. Attention is called to the way in which the presence of traditional medicine systems and the occurrence of civil wars in the post-colonial period impact the STD/AIDS epidemic in the African countries under study.
  • "Tradition", person, gender, and STD/HIV/AIDS in southern Mozambique Forum

    Passador, Luiz Henrique

    Abstract in Portuguese:

    No Sul de Moçambique, a noção "tradicional" de pessoa constrói-se numa perspectiva processual, como fluxo de relações sociais diacrônicas e sincrônicas que congregam parentes e outros pares, inclusive os espíritos. Pessoa e corpo são pensados como elementos atravessados e determinados por essas relações, que congregam as relações de gênero em termos de complementaridade realizada nas alianças e produção da descendência. Num sistema de descendência local, é através das mulheres que a filiação e a descendência são possíveis, gerando a pessoa masculina e feminina. Essa posição estrutural as coloca sob suspeitas de promoção da desconstrução da pessoa, sendo as doenças percebidas como dados objetivos que apontam para tal ação. Em certa medida, o HIV/AIDS tem sido experimentado nos termos dessa disposição sócio-cultural que define as doenças como ações de sujeitos sociais que colocam em risco a pessoa, construindo uma situação de vulnerabilidade das mulheres ao estabelecê-las como promotoras de doenças. Tal cenário tem determinado as experiências que os sujeitos têm com a epidemia e com os discursos e políticas públicas de prevenção e tratamento das DST e HIV/AIDS.

    Abstract in English:

    In southern Mozambique, the "traditional" notion of personhood is constructed through a process, as an outcome of diachronic and synchronic social relations that encompass kin and other peers, including spirits. Both person and body are thought of as elements traversed and determined by these relations, which include the gender relations whose complementarity finds expression in alliances and the production of descendants. In this system of agnatic kinship, descent is possible through women, who produce the male and female persons. Because of women's structural position, they may be suspected of fostering deconstruction of the person as well, with diseases providing the objective data that ground such a charge. To a certain degree, HIV/AIDS has been experienced in terms of this sociocultural arrangement, which defines disease as the result of action by social subjects that jeopardizes the person, placing women in the vulnerable position of being seen as the producers of disease. This has defined the ways in which people experience both the epidemic as well as STD/HIV/AIDS prevention and treatment messages and public policies.
  • The gender approach in community AIDS projects in Mozambique: agreement and disagreement between government and civil society Forum

    Villela, Wilza Vieira; Barber-Madden, Rosemary

    Abstract in Portuguese:

    Este artigo discute algumas convergências e desencontros entre governo e sociedade civil na abordagem de gênero de projetos comunitários de enfrentamento do HIV/AIDS em Moçambique. Baseia-se em material de pesquisa avaliativa realizada no país em 2006, incluindo 160 dos 1.124 projetos de organizações não governamentais desenvolvidos com apoio do Conselho Nacional de Combate ao SIDA (CNCS). A análise dos projetos e de documentos oficiais mostra que para o CNCS o termo gênero aparece destacando a dinâmica de epidemia em relação às mulheres. Nos projetos comunitários a abordagem de gênero muitas vezes será traduzida em ações de mitigação dos impactos econômicos da epidemia sobre viúvas. Atividades voltadas para a população masculina e para a população em geral pouco abordam as relações de poder entre homens e mulheres e suas conseqüências para a epidemia. Isto sugere que a transferência de tecnologias de análise e intervenção sobre a epidemia do HIV de países do ocidente para as demais regiões do planeta exige um cuidadoso trabalho de tradução e adaptação aos padrões culturais locais.

    Abstract in English:

    This article discusses some areas where government and civil society converge and clash in their gender approaches in community HIV/AIDS projects in Mozambique, based on an evaluative study conducted in 2006 encompassing 160 of the 1,124 NGO projects undertaken with the support of the country's national AIDS council, known as the Conselho Nacional de Combate ao SIDA (CNCS). An analysis of projects and official documents shows that, for the CNCS, the term "gender" represents a way of underscoring the epidemic's impact on women. In community projects, the gender approach often times finds expression in initiatives to mitigate the economic impact of the epidemic on widows. Initiatives aimed at men and at the population as a whole generally pay little attention to power relations between men and women or their affect on the epidemic. This suggests that any endeavor to transfer Western analytical techniques or forms of intervention for coping with the HIV/AIDS epidemic to other regions of the world demands painstaking efforts to translate these and adapt them to local cultural standards.
  • Forum: challenges in STD/AIDS prevention in Portuguese-speaking African countries: contributions from social research and from a gender approach. Postscript Forum

    Parker, Richard
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br