• Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly (IQCODE): cross-cultural adaptation for use in Brazil Artigo

    Sanchez, Maria Angélica dos Santos; Lourenço, Roberto Alves

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho tem como objetivo apresentar os resultados do processo de tradução e adaptação transcultural do Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly (IQCODE) e da confiabilidade teste-reteste de uma versão para uso no Brasil. Um comitê para revisão do instrumento analisou a equivalência conceitual e de itens. Para análise de equivalência semântica, foram realizadas três traduções e três retrotraduções; elaboração de uma versão síntese; pré-teste e elaboração de uma versão teste. A consistência interna e a confiabilidade teste-reteste foram mensuradas pelo coeficiente ± de Cronbach e o coeficiente de correlação intraclasse (CCI), respectivamente. Dos 169 informantes avaliados, 97 foram retestados. O ± de Cronbach foi 0,94 e o CCI foi de 0,92. Os níveis de confiabilidade obtidos permitem concluir que a versão do IQCODE-BR se mostrou de fácil compreensão, sendo observada uma boa equivalência com a versão original.

    Abstract in English:

    This article presents the results of the translation and cross-cultural adaptation of the Informant Questionnaire on Cognitive Decline in the Elderly (IQCODE) and the test-retest reliability of a version to be used in Brazil. An instrument review committee analyzed the conceptual and item equivalence. In order to analyze semantic equivalences, three translations and three back-translations were performed; a summary version was devised and pre-tested, and a test version elaborated. The Cronbach's ± coefficient and intraclass correlation coefficient (ICC) were used to measure the internal consistency and test-retest reliability, respectively. Of the 169 informants assessed, 97 were retested. A Cronbach's ± of 0.94 and an ICC of 0.92 were found. The reliability levels lead to the conclusion that the IQCODE-BR version is easy to comprehend. Satisfactory equivalence to the original version was observed.
  • Compression of mortality: a study on the variability of age at death in the State of São Paulo, Brazil, 1980-2005 Artigo

    Gonzaga, Marcos Roberto; Queiroz, Bernardo Lanza; Machado, Carla Jorge

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho analisou as mudanças na estrutura de mortalidade da população do Estado de São Paulo, Brasil, entre 1980 e 2005, na tentativa de identificar os efeitos destas mudanças na variabilidade da idade à morte. As evidências de um deslocamento da distribuição de óbitos para as idades mais avançadas foram claras, pois o tempo médio de vida da população aumentou cerca de sete anos. Buscou-se analisar se esse deslocamento foi acompanhado por uma redução na variabilidade da idade à morte, o que daria suporte para o início de um processo de compressão da mortalidade. Dois períodos distintos de mudança na variabilidade da idade à morte foram evidenciados. No primeiro (1980 a 1995), identificou-se aumento na variabilidade da idade à morte. Já no segundo (1995 a 2005) reconheceu-se tendência de redução nessa variabilidade. Estimativas acima de determinado quartil da distribuição dos óbitos por idade indicaram que o processo de compressão da mortalidade ocorreu em quase todo o período. Destaca-se que as mulheres apresentaram variabilidade da idade à morte significativamente menor que os homens em todo o período analisado.

    Abstract in English:

    In the present study, changes in the population mortality structure in the State of São Paulo, Brazil, were analyzed from 1980 to 2005, aimed at identifying the effects of these changes on the variability of age at death. Evidence of a change in the distribution of deaths toward more advanced ages was found, and the mean lifespan for the overall population increased by seven years during the period. Two different scenarios were observed. The first (1980-1995) showed an increase in the variability of age at death. The second (1995-2005) showed a downward trend in variability. Estimates beyond a given quartile of the death distribution by age indicated that compression of mortality took place throughout the entire period. However, variability of age at death was lower for males as compared to females.
  • Malaria and hematological aspects among residents to be impacted by reservoirs for the Santo Antônio and Jirau Hydroelectric Power Stations, Rondônia State, Brazil Artigo

    Katsuragawa, Tony Hiroshi; Cunha, Roberto Penna de Almeida; Souza, Daniele Cristina Apoluceno de; Gil, Luiz Herman Soares; Cruz, Rafael Bastos; Silva, Alexandre de Almeida e; Tada, Mauro Shugiro; Silva, Luiz Hildebrando Pereira da

    Abstract in Portuguese:

    Em Rondônia, prevê-se a construção de mais duas usinas hidrelétricas (UHE) no rio Madeira, a montante da cidade de Porto Velho, Rondônia, Brasil (de Santo Antônio e Jirau). O objetivo deste trabalho foi analisar a prevalência da malária antes do início da implantação das obras civis e fazer considerações sobre os impactos da doença com o ingresso de milhares de trabalhadores e agregados atraídos pelas oportunidades de emprego e comércio. Os resultados obtidos mostram que a malária se faz presente em toda região, em variados graus de prevalência. Além disso, a existência de potenciais portadores assintomáticos de malária entre a população nativa pode ter relevância epidemiológica e deve ser considerada nos programas de controle da malária, vinda tanto das autoridades públicas quanto das empresas responsáveis pela instalação das UHE, visando o diagnóstico e tratamento precoce, controle vetorial, abastecimento de água e aplicação de infra-estrutura nos centros urbanos.

    Abstract in English:

    In Rondônia State, Brazil, two new hydroelectric plants, Santo Antônio and Jirau, are scheduled for construction on the Madeira River, upriver from the State capital, Porto Velho. The current study analyzes malaria prevalence before the construction and provides information on the possible impacts of malaria burden related to the influx of thousands of persons attracted by direct and indirect employment opportunities. According to the findings, malaria is present throughout the region, with varying prevalence rates. The existence of potential asymptomatic malaria carriers among the local population may be epidemiologically relevant and should be considered in the malaria control programs organized by public authorities and companies responsible for building the power plants, aimed at early diagnosis and treatment, vector control, water supply, and infrastructure in the urban areas.
  • Exploring breast cancer risk factors in Kaingáng women in the Faxinal Indigenous Territory, Paraná State, Brazil, 2008 Artigo

    Silva, Edimara Patrícia da; Pelloso, Sandra Marisa; Carvalho, Maria Dalva de Barros; Toledo, Max Jean de Ornelas

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo do presente estudo foi analisar a saúde das mulheres Kaingáng da Terra Indígena Faxinal, Paraná, Brasil, quanto aos fatores de risco para o câncer de mama. O estudo, de caráter descritivo-exploratório, foi realizado com 95,4% da população feminina com vinte anos ou mais. O aleitamento materno por mais de 1 ano foi relatado por 92,3% das mulheres; 41,4% tinham mais de cinco filhos; a idade média da menarca foi 13,4 anos; 61,5% nunca tinham ouvido falar do câncer de mama; o auto-exame da mama era realizado por apenas 2,9% das mulheres; o médico não realizava o exame clínico da mama, segundo 81,7% delas, e 99% nunca fizeram mamografia. Não foi relatado caso de câncer de mama ou extramamário. Destacaram-se a presença dos fatores de proteção para a carcinogênese e a ausência de alguns fatores de risco, como o uso de terapia de reposição hormonal por mais de cinco anos e etilismo, na maioria das mulheres Kaingáng.

    Abstract in English:

    This study analyzes the health of Kaingáng women in the Faxinal indigenous territory in Paraná State, Brazil, with regard to risk factors for breast cancer. A descriptive and exploratory investigation was undertaken that included 95.4% of females 20 years or over. Data showed that 92.3% of Kaingáng women reported breastfeeding for more than one year; 41.4% had more than 5 children; mean age at menarche was 13.4 years; 61.5% had never heard of breast cancer; breast self-examination was only performed by 2.9%; 81.7% reported no clinical breast examination by a physician; 99% had never had a mammogram. No cases of breast or non-breast cancer were reported. The study highlights protective factors against carcinogenesis and the absence of key risk factors like hormone replacement therapy for more than five years and alcohol consumption in most Kaingáng women.
  • Utilization of fully Bayesian modeling to detect patterns in relative risk variation for infant mortality in Rio Grande do Sul State, Brazil Artigo

    Kato, Sérgio Kakuta; Vieira, Diego de Matos; Fachel, Jandyra Maria Guimarães

    Abstract in Portuguese:

    Neste artigo são analisados os fatores possivelmente associados à mortalidade infantil nos 496 municípios do Rio Grande do Sul, Brasil, com base em dados acumuladas entre os anos de 2001 a 2004, obtidos pela análise de regressão utilizando modelagem inteiramente bayesiana como alternativa para superar a autocorrelação espacial e a instabilidade dos estimadores clássicos, como a taxa bruta e a SMR (Standardised Mortality Ratio). Foram comparadas diferentes especificações de componente espacial e covariáveis, provenientes dos blocos do Índice de Desenvolvimento Sócio-econômico da Fundação de Economia e Estatística (IDESE/FEE-2003). Verificou-se que o modelo que utiliza a estrutura espacial além da covariável educação apresenta melhor desempenho, quando comparado pelo critério DIC (Deviance Information Criterion). Comparando as estimativas das SMR com os riscos relativos obtidos pela modelagem inteiramente bayesiana, foi possível observar um ganho substancial na interpretação e na detecção de padrões de variação do risco de mortalidade infantil nos municípios do Rio Grande do Sul ao utilizar essa modelagem. A região da Serra Gaúcha destacou-se com baixo risco relativo e estimativas muito homogêneas.

    Abstract in English:

    The infant mortality rate is one of the key indicators used to measure a population's quality of life. The State of Rio Grande do Sul has a social and economic indicator called the Socioeconomic Development Index (IDESE). Most studies analyze the infant mortality rate in relation to risk factors, visually aided by maps. This study presents the methodology and an application of a Spatial Epidemiology method called the ecological correlation, using hierarchical Bayesian procedures. The article discusses the main problems found in ecological correlations, such as spatial autocorrelation and the estimator's instability for small areas. To overcome these difficulties, the relative risk estimate obtained by spatial regression analysis using fully Bayesian estimation is presented. The infant mortality rate is analyzed in all 496 municipalities of Rio Grande do Sul for the years 2001 to 2004. Several models with spatial component and different variables from the IDESE/2003 were compared. The model using spatial structure along with the variable "education" was considered the best choice. With this methodology, it was possible to obtain a more interpretable pattern of infant mortality risk in Rio Grande do Sul.
  • Knowledge on risk factors for chronic diseases: a population-based study Artigo

    Borges, Thiago Terra; Rombaldi, Airton José; Knuth, Alan Goularte; Hallal, Pedro C.

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste estudo foi avaliar o conhecimento populacional sobre as associações de quatro fatores comportamentais (sedentarismo, tabagismo, consumo excessivo de álcool e alimentação inadequada) com oito morbidades (diabetes, hipertensão arterial, AIDS, osteoporose, câncer de pulmão, depressão, cirrose hepática e infarto agudo do miocárdio). Foi realizado um estudo transversal de base populacional, incluindo 2.096 indivíduos de dez anos ou mais. O processo de amostragem foi probabilístico por conglomerados. Para cada fator comportamental, foi gerado um escore de conhecimento, que variava de zero a oito pontos. A maior média do escore foi registrada para o conhecimento sobre alimentação inadequada (5,3), seguida por tabagismo (5,1), sedentarismo (4,7) e consumo excessivo de álcool (4,5). Em geral, maiores escores de conhecimento estiveram relacionados com maior escolaridade, nível sócio-econômico e faixas etárias intermediárias. Estratégias governamentais a fim de aumentar o conhecimento populacional sobre fatores de risco para doenças crônicas são necessárias.

    Abstract in English:

    The aim of the present study was to evaluate public awareness of the association between four behavioral factors (sedentary lifestyle, smoking, alcohol abuse, and inadequate diet) and eight diseases (diabetes, hypertension, AIDS, osteoporosis, lung cancer, depression, liver cirrhosis, and acute myocardial infarction). We conducted a population-based cross-sectional study including 2,096 individuals 10 years or older. A random clustered sampling strategy was used. For each behavioral factor, a knowledge score was constructed, ranging from zero to eight points. The highest mean score was observed for inadequate diet (5.3), followed by smoking (5.1), sedentary lifestyle (4.7), and alcohol abuse (4.5). Overall, higher knowledge scores were observed among people with high socioeconomic status and more schooling, and in intermediate age groups. Government health promotion strategies are needed to raise public awareness of risk factors for chronic diseases.
  • Contributions by Conversation Analysis to healthcare studies: reflections based on patients' attributions Artigo

    Ostermann, Ana Cristina; Souza, Joseane de

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo deriva de um projeto de pesquisa maior que investiga interações entre médicos e pacientes na saúde da mulher. Neste artigo, ao investigarmos dados naturalísticos, que consistem de 144 gravações, transcritas em sua íntegra, de interações face a face entre ginecologistas/obstetras e pacientes mulheres, propomos: (1) apresentar a abordagem teórico-analítica da Análise da Conversa aos estudos na área de saúde do Brasil; (2) refletir sobre como a Análise da Conversa pode revelar como questões macro (i.e., das Políticas Nacionais de Humanização) são traduzidas (ou não) para as práticas interacionais em nível mais micro (i.e., das relações interpessoais) e, assim, dar visibilidade às questões de linguagem e comunicação, apenas brevemente discutidas no Plano HumanizaSUS; e, finalmente, (3) analisar como um fenômeno interacional específico, o da "atribuição" (i.e., explicações voluntárias de pacientes sobre as causas de seus problemas de saúde e/ou sintomas), pode descrever práticas cotidianas concretas de humanização nos atendimentos à saúde.

    Abstract in English:

    This study is part of a larger research project aimed at investigating physician-patient interactions in women's health. In this article, by looking at naturalistic data, which consists of 144 fully transcribed audio recordings of face-to-face interactions between gynecologists/obstetricians and female patients, we propose to: (1) present the theoretical and methodological approach of Conversation Analysis to health studies in Brazil; (2) discuss how Conversation Analysis can reveal how "macro" questions (e.g. National Policy for the Humanization of Healthcare) are (or are not) translated into interactional practices at the "micro" level and, thus, emphasize the issues of language and communication, only briefly discussed in the HumanizaSUS documents; and (3) analyze how a specific interactional phenomenon, "attribution" (i.e. voluntary explanations about the possible causes of their problems), might describe ordinary and concrete humanization practices in healthcare services.
  • Linkage between live birth and infant death records in a municipality in Northeast Brazil: quality of the information system Artigo

    Silva, Cristiana Ferreira da; Leite, Álvaro Jorge Madeiro; Almeida, Nádia Maria Girão Saraiva de

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo foi analisar a qualidade dos Sistemas de Informações Sobre Nascidos Vivos (SINASC) e do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), a partir da aplicação do procedimento linkage. Foram utilizados o SINASC contendo 11.182 Declarações de Nascidos Vivos (DNV) entre 1º de janeiro de 2000 e 31 de dezembro de 2002, o SIM com 233 Declarações de Óbitos (DO) de menores de 1 ano entre 1º de janeiro de 2000 e 31 de dezembro de 2003, 207 óbitos das investigações de óbitos infantis e 17 DNV anexadas às investigações de óbitos infantis. Cada DO foi emparelhada com DNV por revisão manual. Dos 11.182 nascimentos do SINASC foram eliminadas 69 DNV duplicadas e 3 sem nome da mãe. Dos 211 óbitos do SIM/investigações de óbitos infantis foram localizadas: 25 DNV (35,2% dos óbitos), 33 DNV (55,9%), 57 DNV (75%) e 4 DNV (80% dos óbitos). Para 92 DO (43,6% de 211 óbitos) não foi possível o emparelhamento por não existir DNV. As investigações de óbitos infantis foi fonte complementar de 53 DO e 17 DNV. O estudo proporcionou a avaliação sobre a qualidade dos dados, identificação de falhas, favorecendo a confiabilidade dos registros.

    Abstract in English:

    The objective was to analyze the quality of the information systems for live births (SINASC) and mortality (SIM) based on database linkages. SINASC contained 11,182 certificates of live birth (CLB) from Jan. 1, 2000, to Dec. 31, 2002, and the SIM database recorded 233 death certificates (DC) for infants (< one year of age) from Jan. 1, 2000, to Dec. 31, 2003, 207 infant death investigations from Jan. 1, 2000, to Dec. 31, 2004, and 17 CLB attached to infant death investigations. Each DC was matched with a CLB through manual review. Of the 11,182 births in SINASC, 69 duplicate CLB and 3 CLB without the mother's name were eliminated. The 211 SIM/infant death investigations showed the following: 25 CLB (35.2% of deaths), 33 CLB (55.9% of deaths), 57 CLB (75% of deaths), and 4 CLB (80% of deaths). For 92 DC (43.6% of 211 deaths), matching was not possible, since there was no CLB. Infant death investigations were an important complementary source of 53 DC and 17 CLB. The study contributed to evaluation of the data quality and identification of flaws, favoring the reliability of birth and infant death records.
  • Prevalence of burnout syndrome in nursing staff in a large hospital in south of Brazil Artigo

    Moreira, Davi de Souza; Magnago, Renata Faverzani; Sakae, Thiago Mamôru; Magajewski, Flávio Ricardo Liberali

    Abstract in Portuguese:

    A síndrome de burnout é um transtorno adaptativo crônico que acomete trabalhadores e caracteriza-se por três expressões de sofrimento psíquico: cansaço emocional, despersonalização e baixa realização pessoal. Por meio de pesquisa quantitativa com delineamento transversal, foram aplicados questionários com dados sócio-culturais e o Maslach Burnout Inventory em 151 trabalhadores do serviço de enfermagem, correspondendo a 54,1% desta categoria profissional em hospital geral de grande porte localizado em Tubarão, Santa Catarina, Brasil. Foram encontradas pontuações médias em cansaço emocional (17), despersonalização (7,79) e em realização pessoal (36,6). Segundo o critério de Ramirez et al., não houve diagnóstico da síndrome. De acordo com os critérios de Grunfeld et al., 35,7% dos entrevistados apresentaram burnout. O perfil padrão do trabalhador com burnout encontrado pela pesquisa foi: cargo de técnico de enfermagem, sexo feminino, entre 26 e 35 anos, casado, sem filhos e com mais de cinco anos de profissão. Os locais de trabalho que concentraram maior número de trabalhadores com burnout foram os setores agrupados (42,6%), a UTI (25,9%) e a UTI Neonatal (18,5%). Não houve associação estatística entre local de trabalho e burnout.

    Abstract in English:

    Burnout syndrome is a chronic adaptive disorder that affects workers and is characterized by three forms of psychological distress: emotional exhaustion, depersonalization, and a sense of low personal fulfillment. A cross-sectional quantitative design was used to apply questionnaires including socio-cultural data and the Maslach Burnout Inventory in 151 nurses and nurse technicians, representing 54.1% of this professional category in a large general hospital in Tubarão, Santa Catarina State, Brazil. Mean scores were: emotional exhaustion (17), depersonalization (7.79), and low personal fulfillment (36.6). According to the criterion proposed by Ramirez et al., no cases of burnout were diagnosed. According to the criteria by Grunfeld et al., 35.7% of the interviewees displayed burnout. The standard profile of workers with burnout identified in the study was: nurse technicians, female gender, age 26-35 years, married, with no children, and with five or more years in the profession. Hospital wards or areas with the highest proportion of nursing staff with burnout were the grouped hospital sectors (42.6%), ICU (25.9%), and neonatal ICU (18.5%). There was no statistically significant association between ward or hospital area and burnout.
  • Obesity prevalence and associated factors in the elderly in Pelotas, Rio Grande do Sul State, Brazil: obesity classification according to two cutoff points for body mass index Artigo

    Silveira, Erika Aparecida; Kac, Gilberto; Barbosa, Larissa Silva

    Abstract in Portuguese:

    Estimar a prevalência e fatores associados à obesidade em idosos segundo dois pontos de corte do índice de massa corporal (IMC). Trata-se de estudo transversal de base populacional em amostra de idosos residentes em Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Avaliou-se o estado nutricional, pelo IMC, em 596 idosos, a partir de peso e estatura, referidos e validados. Utilizou-se regressão de Poisson múltipla com análise hierarquizada, com duas variáveis dependentes para definição da obesidade: IMC > 27kg/m² e IMC > 30kg/m², proposta de Lipschitz e da Organização Mundial da Saúde, respectivamente. A prevalência de obesidade foi 48,7% (IC95%: 44,6-52,7) para IMC > 27kg/m² e de 25,3% (IC95%: 21,9-29,0) para IMC > 30kg/m². Observou-se, nos dois modelos de regressão múltipla, associação da obesidade com sexo feminino e idade. Para o IMC > 27kg/m², observou-se associação com idade e tabagismo e, para o desfecho IMC > 30kg/m², com não prática de exercício físico. A prevalência de obesidade nos idosos foi elevada. Sugere-se, sob a ótica da saúde pública, a adoção de um ponto de corte de obesidade mais sensível, ou seja, IMC > 27kg/m² para a população idosa brasileira.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to estimate obesity prevalence and associated factors in the elderly, according to two cutoff points for body mass index (BMI). This was a cross-sectional, population-based study of a sample of 596 elderly residents in Pelotas, southern Brazil. Nutritional status was evaluated through BMI based on self-reported weight and stature. Poisson multiple regression with hierarchical analysis was applied, with two dependent variables for definition of obesity: BMI > 27kg/m² and BMI > 30kg/m², the cutoff points proposed by Lipschitz and the World Health Organization, respectively. Prevalence of obesity was 48.7% (95%CI: 44.6-52.7) for BMI > 27kg/m2 and 25.3% (95%CI: 21.9-29.0) for BMI > 30kg/m². Two multiple regression models showed an association between obesity and female gender and age. BMI > 27kg/m² showed an association with age and smoking and BMI > 30kg/m² with sedentary lifestyle. Obesity prevalence was high in this group of elderly. For the Brazilian elderly population and from a public health perspective, the study suggests the use of a more sensitive cutoff point, namely BMI > 27kg/m².
  • A population-based study on cost-related underuse of medicines by the elderly in Greater Metropolitan Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil Artigo

    Luz, Tatiana Chama Borges; Loyola Filho, Antônio Ignácio de; Lima-Costa, Maria Fernanda

    Abstract in Portuguese:

    O objetivo deste trabalho foi estimar a prevalência e avaliar os fatores associados à subutilização de medicamentos por motivos financeiros em amostra representativa de 1.134 idosos, residentes na Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. A prevalência da subutilização foi de 12,9%, estando independentemente associada à renda pessoal mensal inferior a dois salários mínimos (RP = 0,57; IC95%: 0,34-0,97), à filiação a plano privado de saúde (RP = 0,68; IC95%: 0,46-0,99), à freqüência com que o profissional de saúde esclareceu sobre a saúde/tratamento (raramente/nunca, RP = 1,79; IC95%: 1,10-2,90), à auto-avaliação de saúde (razoável, RP = 1,66; IC95%: 0,95-2,90 e ruim/muito ruim, RP = 2,49; IC95%: 1,38-4,48) e ao número de condições crônicas (uma, RP = 2,51; IC95%: 0,99-6,35; duas, RP = 3,51; IC95%: 1,40-8,72 e três ou mais, RP = 4,52; IC95%: 1,79-11,41). Os resultados confirmam a importância dos aspectos sócio-econômicos para a subutilização, mas indicam que sua determinação também está ligada à qualidade da comunicação médico-paciente. Evidencia-se ainda uma situação de risco para idosos em piores condições de saúde.

    Abstract in English:

    The aim of this study was to estimate the prevalence of cost-related underuse of medicines and associated factors in a representative sample of 1,134 elderly individuals in Greater Metropolitan Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil. Prevalence of cost-related underuse was 12.9%. After adjustments in the multivariate model, cost-related underuse was higher in individuals with income less than twice the minimum wage (PR = 0.57; 95%CI: 0.34-0.97), without health plan coverage (PR = 0.68; CI95%: 0.46-0.99), with low frequencies of physician-patient dialogue concerning health/treatment (rarely/never, PR = 1.79; 95%CI: 1.10-2.90), with fair to poor self-rated health (PR = 1.66; 95%CI: 0.95-2.90 and PR = 2.49; 95%CI: 1.38-4.48, respectively), and with multiple comorbidities (one, PR = 2.51; 95%CI: 0.99-6.35; two, PR = 3.51; 95%CI: 1.40-8.72 and three or more, PR = 4.52; 95%CI: 1.79-11.41). Our results suggest adherence problems within this population due to a communication gap between seniors and physicians on treatment-related aspects and to the lack of health plan coverage. Especially worrisome is the high risk of cost-related underuse among elderly with poor health.
  • Aspects related to choice of type of delivery: a comparative study of two maternity hospitals in São Luís, State of Maranhão, Brazil Artigo

    Mandarino, Natália Ribeiro; Chein, Maria Bethânia da Costa; Monteiro Júnior, Francisco das Chagas; Brito, Luciane Maria Oliveira; Lamy, Zeni Carvalho; Nina, Vinícius José da Silva; Mochel, Elba Gomide; Figueiredo Neto, José Albuquerque de

    Abstract in Portuguese:

    Esta pesquisa objetivou analisar aspectos relacionados à escolha do tipo de parto em uma maternidade do serviço público e outra do serviço privado, em São Luís, Maranhão, Brasil. Trata-se de um estudo transversal abordando comparativamente 163 primíparas de uma maternidade pública e 89 de maternidade privada, com médias de idade de 21,63 ± 5,24 e 28,8 ± 5,41 anos, respectivamente. Preferiam o parto vaginal 79,1% das gestantes da maternidade pública, e a cesariana 67,4% das da maternidade privada (p < 0,0001). O parto cesáreo foi realizado em 46% das mulheres da maternidade pública e em 97,8% das da maternidade privada (p < 0,0001). A satisfação das parturientes foi elevada com as duas vias de parto, porém o desejo de repetir foi mais freqüentemente referido por aquelas submetidas ao parto vaginal (71,6% vs. 41,3% na maternidade pública e 100% vs. 65,5% na privada). Na maternidade pública, o subgrupo cesariana apresentava mais mulheres brancas e de melhor renda. A taxa de cesarianas foi, portanto, elevada nas duas maternidades, sendo significativamente maior no maternidade privada, observando-se ainda preferência pelo parto vaginal na pública e pela cesariana na maternidade privada.

    Abstract in English:

    This study aimed to analyze aspects related to choice of type of delivery in two maternity hospitals, one public and the other private, in São Luís, Maranhão State, Brazil. This cross-sectional study compared 163 primiparous women in a public maternity hospital and 89 in a private hospital, with mean ages of 21.63 ± 5.24 and 28.8 ± 5.41 years, respectively. In the public hospital, 79.1% of the women reported preferring vaginal deliveries, while in the private hospital 67.4% of the women preferred cesareans (p < 0.0001). Cesareans were performed in 46% of the women in the public maternity hospital and 97.8% of those in the private hospital (p < 0.0001). Patient satisfaction was high for both modes of delivery, but the desire to repeat the same mode was reported more frequently by women with vaginal deliveries (71.6% vs. 41.3% in the public maternity hospital and 100% vs. 65.5% in the private). In the public maternity hospital, the cesarean subgroup included more white and higher-income women. The cesarean rate was thus high in both maternity hospitals and was significantly higher in the private hospital; the study also showed a preference for vaginal delivery in the public hospital and cesareans in the private.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br