• Crack cocaine users who attend outpatient services Nota

    Horta, Rogério Lessa; Horta, Bernardo Lessa; Rosset, Adriana Palma; Horta, Cristina Lessa

    Abstract in Portuguese:

    O artigo descreve o perfil de 95 usuários de crack acolhidos em três Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) da Região Metropolitana de Porto Alegre, no Sul do Brasil, entre agosto de 2009 e março de 2010. Todos os usuários de crack que buscaram atendimento no período foram entrevistados. Utilizou-se questionários desenvolvidos pela equipe, mais o Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20) e inventários de critérios de dependência e abuso (SAMHSA). Houve predomínio de pacientes homens, adultos jovens, com escolaridade fundamental, sem ocupação regular, mas com renda individual informada, em uso frequente e pesado há mais de um ano, e a maioria preenchia critérios para dependência e abuso do crack e tinha escores elevados de SRQ-20. Os resultados evidenciam que os CAPS são buscados por usuários de crack em sofrimento, que deve ser valorizado, mas também a existência de algum tipo de seleção na oferta destes serviços, caracterizada pelas especificidades de renda, escolaridade e grupo primário de apoio aos entrevistados.

    Abstract in English:

    This paper describes the profile of 95 crack cocaine users attending three community mental health services (CAPS) in Greater Metropolitan Porto Alegre, Rio Grande do Sul State, Brazil, from August 2009 to March 2010. The instruments employed were questionnaires developed by the team, the Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20), and inventories of criteria for dependence and abuse (SAMHSA). The data depict a group of users consisting predominantly of young males with elementary schooling, without regular employment but reporting individual income, none of whom living on the streets. They were currently addicted, with heavy daily use of crack for more than two years, and with high SRQ-20 score. This group's characteristics showed that the community mental health services are attended by crack users that suffer losses resulting from their addiction, but also some possible selection process in the supply of these health services (based mainly income, schooling, or primary support network).
  • Smoking of non-cigarette tobacco products by students in three Brazilian cities: should we be worried? Nota

    Szklo, André Salem; Sampaio, Mariana Miranda Autran; Fernandes, Elaine Masson; Almeida, Liz Maria de

    Abstract in Portuguese:

    O consumo de outros produtos de tabaco fumado vem crescendo no mundo pelo fato de serem socialmente aceitos e pela crença generalizada de causarem menos dano à saúde do fumante, ajudados também pela globalização das indústrias do tabaco. Recentemente, no Brasil, os profissionais envolvidos com o controle do tabaco atentaram para a importância de monitorar este consumo. Analisaram-se os dados provenientes do Vigescola conduzido, em 2009, em três cidades. As prevalências de uso de outros produtos de tabaco fumado nos últimos 30 dias entre os escolares de 13 a 15 anos foram elevadas em Campo Grande (18,3%; IC95%: 14,4%-22,9%) e São Paulo (22,1%; IC95%: 19,0%-25,6%). Em Vitória, a prevalência encontrada não foi tão alta quanto às demais (4,3%; IC95%: 3,1%-5,7%). Não houve diferenças estatisticamente significativas por sexo. Entre os fumantes, o narguilé se destacou por seu alto consumo. É possível que a queda da prevalência de fumantes de cigarro observada nos últimos anos no Brasil tenha favorecido o uso de outros produtos do tabaco como o narguilé, sobretudo entre estudantes.

    Abstract in English:

    Smoking of non-cigarette tobacco products is increasing worldwide because of their high social acceptability, misperceptions about their purported harmlessness, and globalization of the tobacco industry. In Brazil, tobacco control experts have recently focused their attention on the importance of monitoring the use of such products. We analyzed data from the Global Youth Tobacco Survey (2009) in three cities. Prevalence rates of non-cigarette tobacco smoking in the previous 30 days among students 13 to 15 years of age were high in Campo Grande (18.3%; 95%CI: 14.4%-22.9%) and São Paulo (22.1%; 95%CI: 19.0%-25.6%), while Vitória showed comparatively lower prevalence (4.3%; 95%CI: 3.1%-5.7%). No statistical differences were observed in prevalence rates according to gender. Water pipes were the most frequent form of non-cigarette tobacco smoking. The decline in cigarette smoking in Brazil in recent years may have contributed to other forms of tobacco smoking, especially among students.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br