• A systematic review of mercury ototoxicity Review

    Hoshino, Ana Cristina Hiromi; Ferreira, Heloisa Pacheco; Malm, Olaf; Carvallo, Renata Mamede; Câmara, Volney Magalhães

    Abstract in Portuguese:

    O mercúrio é neurotóxico e muitas pesquisas confirmam sua ação ototóxica. Porém, para o diagnóstico e acompanhamento da exposição é necessário entender a fisiopatologia da substância química. O objetivo do trabalho, por meio da revisão sistemática, é evidenciar se o mercúrio é ou não ototóxico e, sendo assim, qual seria sua forma de atuação no sistema auditivo periférico e central, de forma a contribuir para o diagnóstico e acompanhamento da exposição. É uma revisão sistemática dos trabalhos publicados sobre os efeitos da exposição ao mercúrio no sistema auditivo. Analisaram-se os estudos contemplados na íntegra e também sua qualidade metodológica. A pesquisa identificou 108 artigos publicados sobre o tema, sendo que 28 se enquadraram nos critérios de inclusão. Todos os artigos analisados evidenciaram que a exposição ao mercúrio é ototóxico e induz ao dano periférico e/ou central. A exposição aguda e de longo prazo produzem danos irreversíveis ao sistema auditivo central. Os biomarcadores não puderam predizer a relação do grau de intoxicação com o grau de lesão do sistema auditivo.

    Abstract in English:

    Mercury is neurotoxic, and numerous studies have confirmed its ototoxic effect. However, the diagnosis and follow-up of mercury exposure require understanding the pathophysiology of the chemical substance. Based on a systematic literature review, this study aimed to demonstrate whether mercury is ototoxic and to analyze its mechanism of action on the peripheral and central auditory system, in order to contribute to the diagnosis and follow-up of exposure. This was a systematic review of studies published on the effects of mercury exposure on the auditory system. The full text of the studies and their methodological quality were analyzed. The review identified 108 studies published on the theme, of which 28 met the inclusion criteria. All the articles in the analysis showed that mercury exposure is ototoxic and produces peripheral and/or central damage. Acute and long-term exposure produces irreversible damage to the central auditory system. Biomarkers were unable to predict the relationship between degree of mercury poisoning and degree of lesion in the auditory system.
Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: cadernos@ensp.fiocruz.br