Physis: Revista de Saúde Coletiva, Volume: 23, Issue: 3, Published: 2013
  • The limits of the concept of empowerment in HIV/Aids prevention among young gay and bisexual men in Brazil Artigos do tema

    Zago, Luiz Felipe; Santos, Luís Henrique Sacchi dos

    Abstract in Portuguese:

    O artigo objetiva realizar uma análise teórica dos limites do conceito de empowerment inserido em uma política de prevenção ao HIV/Aids entre jovens gays e bissexuais no Brasil. Parte de proposições de um documento oficial do Ministério da Saúde do Brasil, cuja forma é de um manual metodológico, que coloca o empowerment como conceito central na execução da prevenção para essa população. A análise utiliza-se do arcabouço teórico pós-estruturalista para examinar os modos como o conceito é descrito e operacionalizado nas atividades sugeridas pelo manual. Indica-se que o empowerment é uma estratégia de governamento dos corpos e das autonomias dos indivíduos que funciona dentro de uma racionalidade ampla de controle, constituindo-se em uma tecnologia de regulação das práticas sexuais e medição calculável das subjetividades. Exploram-se as noções de risco e responsabilização que circunscrevem a comunidade de jovens gays e bissexuais à qual a prevenção se dirige. Como conclusão, sublinham-se os impasses que a introdução desse conceito pode gerar no campo da resposta brasileira à epidemia de HIV/Aids, sem que seja feita uma revisão crítica dos modos como ele é concebido e implementado.

    Abstract in English:

    The paper seeks to analyze the limits of the concept of empowerment within HIV/Aids prevention among young gay and bisexual men in Brazil. It uses propositions of an official document of the Ministry of Health of Brazil, in form of a methodological handbook for prevention. It employs empowerment as the main theoretical and methodological tool to conduct prevention actions in this population, and the text develops a conceptual discussion on the possibilities for its implementation. The analysis draws on the post-structuralist framework to examine the ways through which the concept is described and used in the activities that are suggested by the manual. The analyses indicate that empowerment is a strategy that functions within a wide rationality of government of bodies and autonomies of the targeted individuals through their insertion in communities, for the concept becomes a technology of regulation of sexual practices and countable measurement of subjectivity. The analyses also explore notions of risk and accountability which circumscribe the community of young gay and bisexual men. Finally, the analyses underline the impasses that may be generated by the insertion of empowerment within the Brazilian HIV/Aids activism without previous critical review of the ways it is conceived and used.
  • The non-return of individuals to know their HIV status at a Voluntary Counseling and Testing Service in the state of Rio de Janeiro Artigos do tema

    Soares, Priscilla da Silva; Brandão, Elaine Reis

    Abstract in Portuguese:

    Investigou-se o não retorno de usuários para conhecimento da sorologia para HIV em um Centro de Testagem e Aconselhamento do Estado do Rio de Janeiro em 2009. Trata-se de estudo socioantropológico que integra a Pesquisa CTA-RJ, a qual analisou motivações e repercussões da testagem para prevenção de DST/Aids. Utilizaram-se quatro fontes de dados: a etnografia das sessões de aconselhamento pré-teste; 384 questionários aplicados aleatoriamente em usuários que procuraram o serviço para fazer o teste em 2009; o banco de dados SI-CTA no período entre 2008-2009; e 14 entrevistas semiestruturadas com jovens usuários (18 a 28 anos) de diferentes perfis (escolaridade, sexo, orientação sexual, sorologia, raça/cor). Entre 2008-2009, 62% dos usuários, excluindo-se as gestantes, não resgataram resultados de seus testes nesse CTA. As circunstâncias que determinam o não retorno referem-se à dinâmica de funcionamento do serviço (acolhimento precário ao usuário e não garantia de direitos como anonimato e confidencialidade, por exemplo), às dificuldades operacionais (como atraso na entrega de resultados) e também perpassam a trajetória pessoal do usuário (medo, ansiedade, representações negativas da testagem, discriminação). As propostas no âmbito do Ministério da Saúde para reduzir as taxas de "falha no retorno" apontam testes rápidos e aconselhamento pré-teste facultativo. A observação etnográfica do CTA indica que a qualidade da interação entre profissional de saúde e usuário influencia sobremaneira a adesão ao serviço.

    Abstract in English:

    This paper investigated the non-return of users to know their HIV test results in a HIV Testing and Counseling Center of the state of Rio de Janeiro in 2009. A socio-anthropological study integrated to RJ-CTA Research, which analyzed the motivations and implications of testing for STD / AIDS, using four data sources: ethnography of counseling sessions, questionnaires applied to 384 users who reached for the test in 2009, database SI-CTA from 2008 to 2009; 14 interviews with young users (18-28 years old). Between 2008 and 2009, the rate of users who did not receive their test results in CTA was 62%, except for pregnant women. Issues were relate to the dynamics of the service, such as reception, coverage of rights such as anonymity and confidentiality, operational difficulties such as delay in test results, but also cut across the life trajectory of the user: fear, anxiety, negative representations of testing and discrimination. Proposals of the Health Ministry to reduce the non-return mark rapid tests and pre-test counseling as optional. Against what have been pointed out, institutional responses, solely, do not ensure the return of most users to get HIV test results.
  • Management and work processes in Voluntary Counseling and Testing Services in Porto Alegre city, Brazil, in the perspective of their counselors Artigos do tema

    Haag, Cristina Beatriz; Gonçalves, Tonantzin Ribeiro; Barcellos, Nêmora Tregnago

    Abstract in Portuguese:

    O estudo objetivou avaliar o trabalho nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTAs) do município de Porto Alegre-RS na perspectiva de seus aconselhadores. Tratou-se de pesquisa qualitativa envolvendo a realização de seis grupos focais com 13 aconselhadoras dos três CTAs do município. Os relatos foram submetidos à análise de conteúdo qualitativa, resultando na categoria temática central Conjugações entre gestão e processos de trabalho nos CTAs. Na visão das aconselhadoras, os serviços são essenciais para o diagnóstico e a prevenção em HIV/Aids e contribuem muito para a efetivação dos atendimentos nessa área. Contudo, os serviços estariam vivendo uma crise quanto ao seu papel, em função da expansão do aconselhamento e da testagem anti-HIV para a rede básica de saúde. Essas mudanças trouxeram angústias e incertezas, principalmente pela falta de diálogo com as esferas gestoras e pela ausência de diretrizes claras para o trabalho no contexto das novas políticas nacionais. Os achados também evidenciaram a preocupação com a qualidade e a forma como o aconselhamento será realizado na Atenção Básica, bem como a necessidade de mais profissionais para o atendimento em HIV/Aids e de consultas com especialidades médicas. Acredita-se que estratégias de gestão participativa poderiam contribuir no redirecionamento da atuação dos CTAs, fortalecendo o matriciamento da testagem e do aconselhamento em HIV e reforçando os CTAs na atenção de maior complexidade e como formadores de recursos humanos na área.

    Abstract in English:

    This qualitative study aimed to assess the work in Voluntary Counseling and Testing Services (VCT) in Porto Alegre, Brazil in the perspective of their counselors. It was conducted six focus groups with 13 counselors from the three VCT services in the city. Qualitative content analysis of the reports resulted in a central theme named Joining management and work processes in the VCT services. Counselors have emphasized that services are essential for HIV/AIDS diagnosis and prevention, and contributed significantly to effective healthcare. However, VCT services were facing a crisis regarding its role in the healthcare system since counseling and HIV testing activities were being extended as a responsibility of primary health care. These changes have brought anxiety and uncertainness among counselors, especially because the poor relationships with management levels and the lack of clear guidelines in the new policy context. Findings also pointed out counselors' concerns about the quality of counseling offered in the primary health care services, the lack of professionals to HIV/AIDS healthcare and the lack of medical specialist appointments. We endorsed that participatory management strategies could help to redirect VCT services activities, strength the matrix support testing and counseling for HIV and value these services as specialized healthcare providers and human resources reference for training in the area.
  • Proposals for training counselors on HIV / AIDS Artigos do tema

    Galindo, Wedna Cristina Marinho; Francisco, Ana Lúcia; Rios, Luís Felipe

    Abstract in Portuguese:

    Problematiza-se a formação de aconselhadores em HIV/Aids, exigência do Ministério da Saúde, para que profissionais de saúde desenvolvam essa prática junto ao usuário que busca testagem anti-HIV. Abordar a formação é estratégico para qualificar sua prática na direção de construção de respostas mais eficazes e efetivas à Aids. Análises de manuais do ministério e de entrevistas com aconselhadores, realizadas em pesquisa de tese (em andamento), subsidiam a discussão. Destacam-se das análises dos manuais uma concepção de subjetividade-identidade, como uma marca inexorável definida pelas práticas sexuais do usuário, e tendência prescritiva e diretiva nas recomendações aos profissionais. Das análises de entrevistas, destacam-se os modos de aconselhar identificados - instrução e relação. Esses achados se somam às reflexões em torno do aconselhamento - tratado como dispositivo em saúde e como produção não material no contexto das reflexões sobre o mundo do trabalho nas sociedades capitalistas. Sugere-se que o aconselhamento tende a ser capturado por uma perspectiva mercadológica, pela íntima associação entre racionalidade científica e econômica, no campo da saúde. Esse arranjo é sustentado pela ainda hegemônica ideologia biomédica nas práticas em saúde. Para escapar dessa direção, sugere-se posicionamento crítico do aconselhador na execução de seu trabalho, evitando postura diretiva e protocolar. O aconselhamento-relação apresenta-se como modo de aconselhar alternativo, pelo uso de tecnologias leves, relações horizontalizadas, respeito às singularidades e o protagonismo do usuário nos cuidados de si. São apresentadas, finalmente, proposições (princípios e conteúdos) para a realização de processos formativos na direção do aconselhamento-relação.

    Abstract in English:

    This paper discusses the formation of counselors in HIV / AIDS, requirement of the Ministry of Health for health professionals to develop this practice among users seeking HIV testing. To addressing training is strategic to qualify their practice, building more efficient and effective responses to AIDS. Analyses of manuals of the ministry and interviews with advisors, conducted within a research thesis (in progress), subsidize the discussion. From the analyses of textbooks are highlighted the concept of subjectivity-identity, as a relentless brand defined by the user's sexual practices, and prescriptive and directive trend in recommendations for professionals. From the analysis of interviews, we highlight the identified advising ways - education and respect. These findings add to the reflections on the advice - treated as health device and non material production in the context of reflections on the world of labor in capitalist societies. It is suggested that counseling tends to be captured by the commodity perspective, the close association between scientific and economic rationality in the health field. This arrangement is supported by the still hegemonic ideology in biomedical health practices. To escape this direction, it is suggested critical positioning for counselors in conducting their work, avoiding directive and protocol posture. The counseling-relationship is presented as an alternative advisory way by using lightweight technologies, aligned relationships, respect for differences and the role of the user in his own care. Finally, propositions (principles and contents) are presented to conduct training processes towards relationship-advice.
IMS-UERJ RJ - Brazil
E-mail: publicacoes@ims.uerj.br