• Mortality due to Chagas disease in the State of S. Paulo, Brazil: parameter for the establishment of adequate health care for the chagasic patient Artigos Originais

    Litvoc, Julio; Wanderley, Dalva Marli Valério; Camargo, Luiz Marcelo Aranha

    Abstract in Portuguese:

    Foram analisadas as informações existentes em 1.646 declarações de óbito de residentes no Estado de São Paulo, falecidos em 1987, identificando-se a causa básica segundo as regras de seleção utilizadas internacionalmente. Foram calculados o indicador "Anos Potenciais de Vida Perdidos" e a mortalidade proporcional para a doença de Chagas e para a doença isquêmica do coração, considerando somente a população de 15 a 70 anos. A doença de Chagas esteve presente como causa básica em 0,9% da totalidade dos óbitos do Estado, mantendo tendência já identificada desde 1977. A participação proporcional da doença de Chagas no conjunto dos anos potenciais de vida perdidos do Estado, foi 1,1%, e da doença isquêmica do coração foi de 2,4%, enquanto que em termos de mortalidade proporcional os valores foram 1,2% e 4,0%, respectivamente. A distribuição das pessoas segundo região de residência mostra que o maior número de óbitos ocorreu na Grande São Paulo, enquanto que Ribeirão Preto apresentou o coeficiente mais elevado; 20,8% dos óbitos do Estado ocorreram em municípios diferentes daquele em que a pessoa residia, tendo essa taxa de evasão variado de 17,8% a 29,1% nas diversas regiões. A comparação desses dois subgrupos mostrou uma maior diferença em relação à variável sexo, uma vez que 22,8% dos homens faleceram num município diferente, tendo sido verificado esse fato em 17,4% das mulheres. Confirmou-se a importância desse quadro no Estado de São Paulo, e ao mesmo tempo identificou-se informações relativas à distribuição da doença em várias regiões, quer em termos de se conhecer o risco de mortalidade da população adulta, quer em termos de planejamento de atenção ao chagásico.

    Abstract in English:

    In order to estimate the size of the population with Chagas' disease, an essential parameter for the establishment of an adequate health care policy for this group of patients, data from 1,646 death certificates from the "Fundação Sistema Estadual de Análises de Dados" in which Chagas' disease was mentioned in the State of S. Paulo in 1987 were examined. The population under study comprised adults between 15 and 70 years of age. Objectives also included the determination of Proportional Mortality, Potentially Lost Years of Life and regional distribution of the events in the counties of the State of S. Paulo. Chagas disease accounted for 0.9% of the totality of the causes of death, Proportional Mortality was 1.2% and the proportional participation of Chagas' disease in the Potentially Lost Years of Life was 1.1%. Corresponding data for Ischemic Heart Disease were, 4.0% and 1.2%. 20.8% of the deaths occurred in counties other than the county of residence, the indexes of evasion varying from 17.8% to 29.1% for different regions. Males (22.8%) more often than females (17.4%) died outside their county of residence. The largest number of deaths occurred in the metropolitan area of S. Paulo, although Ribeirão Preto county presented the highest mortality indexes.
  • Assessment of epidemiological surveillance practice in the public health services of Brazil Artigos Originais

    Carvalho, Marília Sá; Marzocchi, Keyla B. F.

    Abstract in Portuguese:

    São apresentados os resultados da avaliação de processo das atividades de vigilância epidemiológica, realizada em 1985, em 948 unidades de saúde situadas em 98 dos mais populosos municípios de cada Estado brasileiro. Foram analisados os seguintes aspectos: fluxo de informações, análise de dados e realização de investigação epidemiológica. Foram considerados potencialmente determinantes do desempenho: inserção institucional, atividades de vacinação, aspectos gerenciais e capacitação em serviço. A análise estatística baseou-se na análise de correspondência múltipla e na classificação hierárquica ascendente, disponíveis no programa "Systeme Portable Pur L' Analise De Données -SPAD". As unidades avaliadas não apresentaram padrão uniforme de desempenho, sendo classificadas em seis grupos segundo a atuação na vigilância epidemiológica. Em 53,7% das unidades foi observado desrespeito às normas mais elementares das atividades de vigilância epidemiológica. A presença de atividades de vacinação nas unidades estava relacionada com um melhor desempenho em vigilância epidemiológica. Foi apontada a necessidade de rever o modelo de vigilância epidemiológica ainda em uso no país, pois não é mais concebível a redução da epidemiologia dos serviços de saúde às doenças transmissíveis ou o gerenciamento dos serviços e programas sem a informação epidemiológica.

    Abstract in English:

    The results of a process evaluation of the epidemiological surveillance activities in 948 health units, situated in 98 of the most populated cities of each State in the country are presented, The survey was conducted towards the end of 1985. The following aspects were analised: information system, data analysis, epidemiological investigation. Institutional insertion, vaccination activities, management aspects and capacitation of the health worker were considered as potential determinants of performance. Data were submitted to correspondence analysis and a process of ascendent hierarchical classification, using the statistical package "Systeme Portable Pour L' Analise de Données - SPAD". The performance pattern was not found to be homogeneous. Six different classes of epidemiological surveillance practice in the health units were observed. In 53.7% of the services visited, even the most elementary norms of activity were not complied with. The presence of vaccination activities in the health units was associated with better performance in epidemiological surveillance. The study points to the need to review the epidemiological surveillance model in use in Brazil. It is no longer acceptable to restrict the practice of epidemiology in health services to communicable diseases, now to manage programs and services without epidemiological information.
  • The prevalence of iron deficiency in pregnant women at their first consultation in health centers in a metropolitan area, Brazil: etiology of anemia in anemic pregnant women Artigos Originais

    Guerra, Elvira Maria; Barretto, Orlando Cesar de Oliveira; Pinto, Aymoré Vaz; Castellão, Kátia Gomes

    Abstract in Portuguese:

    No período compreendido entre abril e outubro de 1988, foram estudadas 363 gestantes de primeira consulta , que estavam inscritas no Programa de Atendimento à Gestante em oito Centros de Saúde da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo (Brasil). Na ocasião da coleta de material estas gestantes não faziam uso de medicamentos que continham ferro, ácido fólico, vitamina B12 ou associações destes. A idade média das gestantes foi de 25 anos; 65,9% delas pertenciam a famílias com renda de até um SMPC (salário mínimo per capita) e apenas 3,1% pertenciam a famílias com renda superior a 3 SMPC. Tomando-se a saturação da transferrina inferior a 15% como índice mínimo para definir a deficiência de ferro, a prevalência de deficiência de ferro no primeiro trimestre (4,6%) foi significativamente menor do que a observada no segundo (17,3%), e esta foi menor do que no terceiro trimestre (42,8%). A prevalência de deficiência de ferro total agrupada nos três trimestres foi de 12,4%. Não houve diferença significativa entre as prevalências de deficiência de ferro segundo o número de partos. Esta prevalência foi maior no grupo das gestantes que pertenciam a famílias com renda de até 0,5 SMPC. Nas gestantes anêmicas, 46,7% eram deficientes de ferro, 44,4% de ácido fólico, 20,0% de ferro e ácido fólico e nenhuma delas eram deficientes de vitamina B12.

    Abstract in English:

    Three hundred and sixty-three pregnant women enrolled in the Pregnancy Medical Care Program of S. Paulo Health Department in the district of Butantan, S. Paulo city, Brazil, were studied at their first routine consultation between April and October, 1988. Their average age was 25 and 65,9% of them belonged to families with a monthly income below US$ 50.00 per capita. Only 3.1% presented an income above US$ 150.00 per capita. Taking the minimum transferrin saturation threshold of 15% as determining iron deficiency, a 4.6% prevalence of iron deficiency was observed in the first trimester, 17.3% in the second trimester and 42.8% in the third trimester, resulting in an overall prevalence of 12.4%. There was no significant difference between prevalences of iron deficiency according to the number of pregnancies. The prevalence of iron deficiency was higher in women presenting incomes below US$ 50.00 per capita.
  • Determining the risk of tuberculosis infection in BCG-vaccinated populations Artigos Originais

    Arantes, Gilberto Ribeiro; Nardy, Stella Maria C.; Weiler, Rosa M.G.; Belluomini, Marília; Nogueira, Péricles A.

    Abstract in Portuguese:

    A revacinação de escolares com BCG, capaz de restaurar a alergia remanescente de vacinação realizada nos primeiros meses de vida, porém incapaz de modificar a alergia devida à infecção pelo M. tuberculosis, possibilitaria a quantificação da parcela dessa população infectada pelo bacilo de Koch. Foi desenvolvida pesquisa com o objetivo de avaliar a aplicabilidade desses pressupostos na estimativa do risco de infecção tuberculosa em áreas sob elevada cobertura com BCG. A população de estudo foi constituída por escolares com 6 a 9 anos de idade freqüentando escolas municipais da zona leste da cidade de São Paulo, durante o primeiro semestre letivo de 1988. De 11.455 vacinados, apenas 7.470 foram submetidos ao teste tuberculínico, revacinados em seguida e retestados dez semanas depois. Destes, 3.314 tinham sido vacinados no primeiro trimestre de vida com meia dose e os demais 4.156 receberam dose plena acima dessa idade (75% no primeiro ano de vida, 20% no segundo e 5% no terceiro). A contagem dos infectados, pelo confronto dos resultados pré e pós vacinais em tabelas de correlação, foi realizada segundo os critérios do método original e modificação introduzida pelos autores, separadamente para os vacinados no primeiro trimestre de vida e após essa idade. O risco de infecção foi, respectivamente, 0,35% e 0,37% com o critério original e 0,45% e 0,49% com o modificado. O referencial médio disponível para a área estudada, estimado por outros métodos, foi 0,55%. As diferenças entre critérios e idades e destes com o referencial não foram significantes (P > 0,05). Os resultados sugerem que o método é aplicável para a estimativa do risco de infecção tuberculosa na idade escolar, em vacinados com BCG no primeiro ano de vida, com dose plena de vacina.

    Abstract in English:

    The revaccination of schoolchildren can restore the residual allergy induced by vaccination in the first years of life but can not modify the allergy resulting from a natural infection. So revaccination in this population should indicate the group infected by the Koch bacilli. To assess the applicability of these assumptions in estimating the risk of tuberculosis infection in regions with high BCG coverage a study was undertaken on schoolchildren between 6 and 9 years of age who were attending the municipal schools in the east zone of S. Paulo City, in the course of the first semester of 1988. Of 11,455 who were vaccinated only 7,470 were tested with PPD, revaccinated and retested ten weeks later; 3,314 of these were vaccinated in the first trimester of life with a half dose and 4,156 received a full dose at later ages (75% during the first year, 20% during the second and 5% during the third). In comparing the results pre and post vaccination by correlation table, the calculation of infection was made according to the criteria of the original method and to the modifications made by the authors under separate cover for those vaccinated in the first trimester and those vaccinated later. The risk of infection was 0.35% and 0.37%, respectively, for the original model and 0.45% and 0.49% for the modified model. The referencial was 0.55%. The difference between model and age or with the referencial was not significant (p > 0.005). Data suggest that the method is applicable to estimate the risk of tuberculosis infection in schoolchildren vaccinated with a full dose of BCG during the first year of life.
  • Microhabitats of Aedes albopictus (Skuse) in the Paraíba Valley region of the State of S. Paulo, Brazil Artigos Originais

    Gomes, Almério de Castro; Forattini, Oswaldo Paulo; Kakitani, Iná; Marques, Gisela Rita A. M.; Marques, Cristiano C. de Azevedo; Marucci, Daniel; Brito, Marylene de

    Abstract in Portuguese:

    Objetivou-se determinar o nível de disseminação de Ae. albopictus na região do Vale do Paraíba, Estado de São Paulo, Brasil. Foram realizadas coletas de larvas e pupas em seis locais distintos, segundo transecto com 10 km de extensão. O alvo principal foi oco de árvores, tendo sido também incluídos artefatos antrópicos. As espécies Ae. terrens e Ae. albopictus foram as únicas do gênero Aedes presentes e, algumas vezes, coexistiram no mesmo microhabitat natural. A segregação de sete espécies da comunidade de oco variou de acordo com os macro e microhabitats examinados. Assim, a distribuição de Ae. albopictus envolveu as zonas rural, rural-urbana e urbana, porém a segunda área foi a mais preferida. Como fator favorável à infestação de Ae. albopictus na região, destacou-se a vacância de nichos ecológicos naturais resultante da influência antrópica. As chuvas foram relevantes no "input" de larvas e pupas e os ocos, com volumes superiores a 600 ml, foram os mais produtivos. A abundância desses dois estádios ocorreu nas estações verão-outono, sendo o pico máximo alcançado nos meses de março-abril. Essa sazonalidade foi comum em bambu experimental e recipientes artificiais. Os dados de temperatura média sugeriram a faixa de 23 a 17°C como o período mais favorável ao desenvolvimento larvário. Face a isso, a cepa de Ae. albopictus estudada parece ser oriunda da Ásia tropical e, portanto, se reveste de elevada importância epidemiológica pela possibilidade dessa espécie vir a exercer, além do dengue, papel vetorial para a febre amarela no Brasil.

    Abstract in English:

    The objective of this study was the determination of extent of the spacial distribution of Aedes albopictus in the Paraíba River Valley, State S. Paulo, Brazil. Thus, collections of larvae and pupae mosquitoes were carried out at six sites distributed along a transection with a 10-km extension. The target was the treeholes but artificial containers were also used in this invest igation. Aedes terrens and Ae. albopictus were the only species of genus Aedes present in the treeholes mentioned. The segregation of seven species of the treehole community was undertaken in the light of macro-habitat and microhabitat features. Thus, the distribution of Ae. albopictus was found to cover the rural, rural-urban and urban zones, but the rural-urban held the preference. Ae. albopictus never present in the residual and primary forest. The favorable factor to infestation with Ae. albopictus in lhe Paraíba Valley seems to have been the large number of natural niches made vacant by human influence. The rain has been important in the production of larvae and pupae, but the rainfall period does not coincide with the maximum production on them. The treeheles whose volume exceeded 600 ml were the most productive breeding places. The abundance of these two stages occurs in the summer and autunm. However, the highest peak was observed in the months of March and April. These seasonal variations were found to be common in both the bamboo trap and the artificial container. The temperature data suggest a limit of from 17 to 23°C for the best development of larvae. In the light of this, the strain of Ae. albopictus studied seems to have originated in tropical Asia. Just as happaned with Ae. aegypti it may become an important epidemiological vector for the dengue fever and provide links for yellow fever transmission in Brazil.
  • Prevalence of serological markers of hepatitis B in a small rural community of S. Paulo State, Brazil Artigos Originais

    Passos, Afonso D.C.; Gomes, Uilho A.; Figueiredo, José F. de C.; Nascimento, Margarida M. P. do; Oliveira, Jacqueline M. de; Gaspar, Ana M. C.; Yoshida, Clara F. T.

    Abstract in Portuguese:

    Foi realizado estudo epidemiológico com vistas a determinar a prevalência de marcadores sorológicos de hepatite B na população de um pequeno município, de características rurais, do Estado de São Paulo. Observou-se prevalência total de marcadores igual a 7,74%, com valores de HBsAg, anti-HBs e anti-HBc, respectivamente iguais a 0,10%, 1,69% e 7,64%. Ressalta-se a importância da determinação do anti-HBc em estudos epidemiológicos, bem como discute-se a relevância de se comparar a reduzida circulação viral, observada na área, com as elevadas prevalências verificadas em outras regiões, buscando assim levantar hipóteses acerca de mecanismos alternativos de transmissão.

    Abstract in English:

    Prevalence of three hepatitis B markers was measured by immunoassay techniques in small rural community of the State of S. Paulo, Brazil. Total prevalence was 7.74%, corresponding to values of 0.10%, 1.69% and 7.74% for HBsAg, anti-HBs and anti-HBc, respectively. The importance of anti-HBc determination in such studies is stressed. Comparisons between the low viral circulation observed in this area and high prevalences described in other rural communities may contribute to the raising of new hypothesis concerning alternative transmission mechanisms of hepatitis B.
  • Susceptibility tests of the bed-bug Cimex lectularius L. (Hemiptera, Cimicidae) to DDT in Belo Horizonte, MG (Brazil) Artigos Originais

    Nagem, Ronaldo L.; Williams, Paul

    Abstract in Portuguese:

    O nível de susceptibilidade de percevejos adultos, Cimex lectularius, ao DDT, em Belo Horizonte, Minas Gerais (Brasil), foi determinado durante o período de 1985 a 1986. Os resultados indicaram, para os insetos testados, que uma dose de 4,0% do inseticida não foi suficiente para matar 55% dos insetos. Os dados permitem concluir que existem colonias de percevejos resistentes ao DDT em Belo Horizonte.

    Abstract in English:

    Susceptibility levels for the adult bed-bug, Cimex lectularius, in Belo Horizonte, Minas Gerais - Brazil, to DDT, were determined during the period 1985 to 1986. The test results showed that a 4% dosage of DDT is not enough to kill 55% of the insects. The data are sufficient to show that there exists bed-bug resistance to DDT in Belo Horizonte.
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@org.usp.br