• Assessment of clinical trial quality and its impact on meta-analyses Artigos Originais

    Silva Filho, Carlos Rodrigues da; Saconato, Humberto; Conterno, Lucieni Oliveira; Marques, Iara; Atallah, Álvaro Nagib

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar se diferentes instrumentos de avaliação de qualidade, aplicados a um grupo de estudos clínicos que se correlacionam e qual seu impacto no resultado na metanálise. MÉTODOS: Foram analisados 38 estudos clínicos randomizados e controlados, selecionados para a revisão sistemática sobre a eficácia terapêutica do Interferon Alfa no tratamento da hepatite crônica pelo vírus B. Utilizaram-se os seguintes instrumentos: Maastricht (M), Delphi (D) e Jadad (J) e o método da Colaboração Cochrane (CC), considerado padrão-ouro. Os resultados definidos pelos três instrumentos foram comparados pelo teste de Correlação de Spearman. O teste de Kappa (K) avaliou a concordância entre os revisores na aplicação dos instrumentos e o teste de Kappa ponderado analisou o ordenamento de qualidade definido pelos instrumentos. O clareamento do HBV-DNA e HbeAg foi o desfecho avaliado na metanálise. RESULTADOS: Os estudos foram de regular e baixa qualidade. A concordância entre os revisores foi, de acordo com o instrumento: D=0.12, J=0.29 e M=0.33 e CC= 0,53. A correlação foi moderada e homogênea (D/J=0,51; D/M=0,53 e J/M=0,52). Os resultados da metanálise (HBV-DNA), variaram de RR=0,71; IC 95%: 0,66-0,77 a RR=0,67; IC 95%: 0,58-0,79 e (HbeAg) de RR=0,85; IC 95%: 0,80-0,90 a RR=0,85; IC 95%:0,77-0,93, dependendo da qualidade dos estudos incluídos. CONCLUSÕES: Os instrumentos de avaliação de qualidade têm boa correlação. Nas revisões sistemáticas que apontem à mesma direção do efeito, a avaliação pode não alterar significantemente seu resultado. O método da Colaboração Cochrane é o mais reprodutível e de simples aplicação.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate whether different quality assessment tools applied to a group of clinical trials could be correlated, and what would be their impact on meta-analysis results. METHODS: Thirty-eight randomized controlled clinical trials were analyzed. These had been selected for a systematic review of the therapeutic efficacy of alpha interferon for treating chronic hepatitis B. The following tools were utilized: Maastricht (M), Delphi (D), Jadad (J) and the Cochrane Collaboration (CC) method (gold standard). The Spearman correlation coefficient was used to compare the results from the three methods. The Kappa test was used to assess the concordance between the reviewers in applying the tools, and the weighted Kappa test was applied to compare the quality ranking determined by the tools. The outcomes assessed in the meta-analyses were clearance of HBV-DNA and HBeAg. RESULTS: The studies presented regular to low quality. The concordance between reviewers varied according to the instrument utilized: D=0.12; J=0.29; M=0.33; and CC=0.53. The correlation was moderate and homogeneous (D/J=0.51; D/M=0.53; and J/M=0.52). Thje meta-analysis result relating to HBV-DNA ranged from RR=0.71 (95% CI: 0.66-0.77) to RR=0.67 (95% CI: 0.58-0.79). For HBeAg, the results ranged from RR=0.85 (95% CI: 0.80-0.90) to RR=0.85 ( 95% CI: 0.77-0.93). These results depended on the quality of the studies included. CONCLUSIONS: The quality assessment tools presented good correlation. In systematic reviews with the same direction of effect, the quality assessment may not significantly change the results. The Cochrane Collaboration method was the most reproducible method and easiest to apply.
  • Public care for breast cancer women in the state of Rio de Janeiro, Brazil Artigos Originais

    Brito, Cláudia; Portela, Margareth Crisóstomo; Vasconcellos, Mauricio Teixeira Leite de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A nova política de assistência oncológica do Sistema Único de Saúde, implantada em novembro de 1999, propôs modificações substanciais na forma de credenciamento das unidades de tratamento. O objetivo do estudo foi descrever o perfil do atendimento ao câncer de mama e de suas usuárias, após a implantação dessa nova política. MÉTODOS: Foi realizado um estudo descritivo sobre o tratamento do câncer de mama nas unidades credenciadas pelo Sistema Único de Saúde, no Estado do Rio de Janeiro, de 1999 a 2002. As informações foram obtidas a partir das unidades de atendimento, por meio da ficha de cadastro ambulatorial do Sistema Único de Saúde, e das pacientes, pelas autorizações de procedimentos de alta complexidade em oncologia e de prontuários. Foi analisada uma amostra aleatória simples de 310 prontuários, provenientes das 15 unidades credenciadas. Para a análise dos dados utilizou-se a distribuição percentual dos dados pelas categorias de interesse e o teste chi2 para avaliar a associação entre variáveis. RESULTADOS: Houve predomínio do tratamento nos Centros de Alta Complexidade Oncológica (81,3%); em unidades públicas (73,5%) e localizadas na capital do Estado (78,1%). Observou-se má distribuição dos atendimentos em relação às unidades credenciadas, com 70% dos tratamentos sendo executados por apenas uma única unidade assistencial. O perfil de uso das intervenções terapêuticas variou nas unidades isoladas credenciadas entre pacientes cobertas e não cobertas por planos de saúde, com as últimas apresentando menor uso das intervenções consideradas. Foi identificada a subutilização de terapêuticas recomendadas, bem como o uso de intervenções contra-indicadas. A caracterização da população estudada mostrou que 43,9% foram diagnosticadas sem a perspectiva de cura e 68,4% residiam em municípios com serviço oncológico credenciado. CONCLUSÕES: Os resultados mostraram diferenças relevantes entre os tipos de unidades credenciadas e apontam para a necessidade de implantar recomendações práticas para a política nacional de controle do câncer.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: New policies on oncology care implemented in the Brazilian Unified Health System (SUS) in November 1999 established substantial changes to cancer treatment in affiliate units. The objective was to describe the profile of these cancer services and their users after the implementation of new policies. METHODS: A descriptive study was carried out on breast cancer care in health services covered by SUS in the state of Rio de Janeiro, from 1999 to 2002. Data was collected in the healthcare units from outpatient registries and from the patients' high-complexity cancer procedure authorizations and their medical records. A random sample of 310 medical records of breast cancer women treated in 15 cancer health units was analyzed. Data analysis was performed using the percentile distribution of data according to categories of interest and the Chi-square test to assess the association between variables. RESULTS: The study results show the predominance of breast cancer care in highly complex units (81.3%); public units (73.5%); and in the capital of the state (78.1%). There was also seen an imbalance among health units regarding patient attendance, where only one of them served 70% of women sampled. The use of interventions varied between patients with and without health insurance in lower complexity health services; non-insured patients were associated to lower use of interventions. It was also found underutilization of recommended interventions as well as utilization of contraindicated interventions. The characterization of population studied showed that 43.9% of the women were given a cancer diagnosis with no perspective of cure and 68.4% lived in cities having SUS-affiliated services. CONCLUSIONS: These results indicate relevant differences among health units and point out to the need of practical recommendations to the Brazilian national policy for cancer control.
  • Assessment of completeness of death reporting in Brazilian states for the year 2000 Artigos Originais

    Paes, Neir Antunes

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Calcular e avaliar a cobertura dos registros de óbitos da população adulta das Unidades da Federação brasileira. MÉTODOS: Foram estudadas as estatísticas de óbitos, captadas da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Ministério da Saúde, de 1999 a 2000,comparadas por sexo. A cobertura dos óbitos dos Estados foi estimada por meio de três técnicas de mensuração do sub-registro de óbitos. A estimativa final seguiu critérios pré-determinados que resultaram na classificação dos Estados em quatro categorias de avaliação. RESULTADOS: Pela primeira vez, a Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística captou menos óbitos do que o Ministério da Saúde. A cobertura dos óbitos foi classificada no mínimo como "satisfatória" para todos os Estados do Sul, Sudeste, Centro-Oeste e parte do Nordeste. Os demais Estados, a partir do Piauí em direção ao Norte, foram classificados como "regular", exceto para Roraima. A cobertura dos óbitos manteve-se mais completa para os homens. CONCLUSÕES: Houve aumento da cobertura dos óbitos para todas as regiões do País, particularmente para o Norte e o Nordeste. Mantendo-se esta tendência, é provável que todos os Estados terão superado a marca dos 80% de cobertura até o ano 2010.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To estimate and evaluate the completeness of adult death reporting for all Brazilian states. METHODS: Death statistics from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) and the Brazilian Ministry of Health for the period between 1999 and 2001 were compared by sex. Three techniques were used to evaluate the extent of death underreporting. The final estimative followed previously set criteria, resulting in four evaluation categories. RESULTS: For the first time, the Brazilian Institute of Geography and Statistics reported fewer deaths than the Ministry of Health. Death reporting showed to be at least "satisfactory" in all states in the South, Southeast, Mid-West and part of the Northeast region. The remaining states, from the Northeastern state of Piauí toward the North, were classified as "average" except for the state of Roraima. Fuller death reporting was seen among males. CONCLUSIONS: Increased death reporting was seen in all regions, particularly for those in North and Northeast regions. If this trend will continue, all Brazilian states will likely exceed 80% reporting by the year 2010.
  • Estimation of the dog and cat population in the State of São Paulo Artigos Originais

    Alves, Maria Cecilia Goi Porto; Matos, Marina Ruiz de; Reichmann, Maria de Lourdes; Dominguez, Margareth Harrison

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Estimar a população total de cães e a de gatos com proprietário, visando ao melhor planejamento das ações de controle das doenças que envolvam esses animais. MÉTODOS: O estudo foi realizado no interior do Estado de São Paulo, no período de maio a dezembro de 2002. Foram pesquisados 41 municípios e 100 setores censitários, sorteados por amostragem probabilística, estratificada, por conglomerados em dois estágios. Os estratos foram formados agrupando-se os municípios segundo tamanho da população e condições de vida. Para obter os dados da população canina, foi utilizada a Técnica Pasteur São Paulo, desenvolvida para estimar e classificar os cães segundo graus de dependência e restrição. RESULTADOS: Foram visitados 20.958 domicílios e em 52,6% deles o morador possuía cão. A média de cães por domicílio foi de 1,6. Em relação aos gatos, foram encontrados 4.624 deles, concentrados em 12,6% dos domicílios. Os resultados obtidos apontam para a relação cão/habitante de 1:4,0 e de gato/habitante de 1:16,4. CONCLUSÕES: As razões animal/habitante observadas foram bem mais elevadas do que o esperado. Ao serem incorporadas na avaliação da campanha de vacinação contra raiva canina, evidenciaram padrões mais reais de cobertura, levando à rediscussão das metas de vacinação dos municípios. Foi constatada a existência de associação entre o tamanho do município ou condições de vida da população e o nível de restrição dos cães.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To estimate the total dog and cat population with owners in order to enable better planning of the control actions against diseases involving these animals. METHODS: The study was carried out in the non-metropolitan regions of the State of São Paulo, Brazil, from May to December 2002. Forty-one municipalities and 100 census tracts were surveyed. These were selected by probabilistic stratified cluster sampling in two stages. The strata were formed by grouping the municipalities according to their populations and living conditions. The Pasteur São Paulo Technique was used to obtain data on the canine population. This technique was developed to estimate and classify dogs according to their degree of dependence and restriction. RESULTS: Almost 53% of the 20,958 households visited owned a dog, and the average was 1.6 dogs per household. A total of 4,624 cats were found, concentrated in 12.6% of the households. The results indicate a dog/inhabitant ratio of 1:4.0 and a cat/inhabitant ratio of 1:16.4. CONCLUSIONS: The animal/inhabitant ratios were much higher than expected. Incorporation of these ratios into evaluations of the vaccination campaign against rabies has revealed more realistic coverage patterns, thus leading to renewed discussion of the vaccination targets for municipalities. An association was observed between the size of the municipality or its inhabitant's living conditions and the level of restrictions on dogs.
  • Frequent return as a novel strategy for tuberculosis treatment adherence Artigos Originais

    Bergel, Fernando Skazufka; Gouveia, Nelson

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Um dos principais obstáculos para o controle da tuberculose é o abandono de tratamento. O objetivo do estudo foi avaliar a estratégia de retornos freqüentes instituída no Programa de Controle da Tuberculose de Ubatuba, bem como o Programa como um todo, identificando e quantificando os potenciais fatores de risco associados ao abandono. MÉTODOS: O estudo foi realizado em Ubatuba, Estado de São Paulo. Foram incluídos todos os pacientes (n=224) notificados pelo Programa de Controle da Tuberculose, nos dois anos anteriores e posteriores à implementação dos retornos freqüentes (1999). Efetuaram-se a análise descritiva dos pacientes, análise dos resultados de tratamento e de indicadores de avaliação do Programa. Foram realizadas análises univariadas e multivariadas para identificar possíveis fatores de risco associados ao abandono. Também foi avaliada a estratégia de retornos freqüentes por meio do teste do qui-quadrado. RESULTADOS: A estratégia reduziu o risco de abandono de tratamento de tuberculose de 12,3% para 4,9%. Os fatores de risco associados ao abandono foram não ter nenhuma escolaridade (OR=3,01; p=0,051), estar desempregado (OR=3,36; p=0,046) e ser dependente de álcool (OR=3,56; p=0,014). CONCLUSÕES: A estratégia de retornos freqüentes reduziu o risco de abandono de tratamento de tuberculose, embora os resultados não tenham alcançado significância estatística devido ao número reduzido de desfechos. Todavia, mostrou ser uma alternativa ao tratamento supervisionado para todos os pacientes, como recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Treatment dropout is one of the major obstacles to the control of tuberculosis. The aim of the present study was to evaluate the frequent return strategy instituted at the Tuberculosis Control Program, as well as the program as a whole, identifying and quantifying potential risk factors for dropout. METHODS: The present study was conducted in Ubatuba, Southeastern Brazil. All patients (n=244) notified by the Tuberculosis Control Program in the two years preceding and the two years following the introduction of the frequent return strategy in 1999 were included. We carried out a descriptive analysis of the data and analyzed treatment results and program evaluation indicators. We performed univariate and multivariate analysis in order to identify potential risk factors associated with dropout. We also analyzed the frequent return strategy using chi-squared tests. RESULTS: The strategy reduced the risk of treatment dropout from 12.3% to 4.9%. Risk factors associated with dropout were lack of schooling (OR=3.01; p=0.051), unemployment (OR=3.36; p=0.046), and alcohol dependence (OR=3.56; p=0.014). CONCLUSIONS: The frequent return strategy reduced the risk of treatment dropout, although results did not reach statistical significance due to the small number of dropouts. This strategy may be an alternative for the supervised treatment for all patients recommended by the World Health Organization.
  • Validation of Diabetes Mellitus knowledge (DKN-A) and attitude (ATT-19) questionnaires Artigos Originais

    Torres, Heloisa C; Virginia A, Hortale; Schall, Virginia T

    Abstract in English:

    OBJETIVO: Apresentar a adaptação transcultural dos instrumentos Diabetes Knowledge Scale e Attitudes Questionnaires, específicos para avaliação do conhecimento e atitudes de pacientes com Diabetes Mellitus. MÉTODOS: Os instrumentos foram submetidos às seguintes etapas: apresentação, tradução, back-translation, avaliação das equivalências semântica e idiomática, cultural e conceitual, e pré-teste. Os questionários foram aplicados em duas oportunidades, com intervalos de um mês, em uma amostra de 61 pacientes com Diabetes Tipo 2 cadastrados num hospital universitário. Utilizou-se um desenho de estudo de confiabilidade teste-reteste das respostas, que foram analisadas e estimadas pelo Coeficiente de Kappa. RESULTADOS: Os achados sugerem adequação do processo de adaptação cultural dos instrumentos para a língua portuguesa. Na análise de confiabilidade, o coeficiente de Kappa alcançou nível de concordância de moderada a forte (0,44 a 0,69) em grande parte das questões. CONCLUSÕES: Os instrumentos mostraram ser de fácil compreensão pelos sujeitos do estudo e confiáveis e válidos para uso na avaliação de programas educativos em Diabetes Mellitus na realidade brasileira.
  • Validity of the Portuguese version of Clinical Dementia Rating Artigos Originais

    Macedo Montaño, Maria Beatriz M; Ramos, Luiz Roberto

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar a validade da versão em português da Clinical Dementia Rating para classificar a função cognitiva de idosos. MÉTODOS: Utilizou-se o instrumento Mini-Mental State Examination para rastreamento de déficit cognitivo em coorte composta por 424 idosos. Foram selecionados todos que obtiveram escores <26 (108 idosos) e 48 idosos com escores >26. Os 156 idosos selecionados foram submetidos a uma avaliação clínica e testes neuropsicológicos para diagnóstico de casos de demência. Tanto os casos como os não-casos foram classificados segundo a versão em português da Clinical Dementia Rating em: normais, casos questionáveis e casos de demência leve, moderada ou grave. RESULTADOS: Entre os 156 avaliados, 122 eram não-casos, destes 62 (51%) foram classificados como normais (CDR=0) e questionáveis 60 (49%) (CDR=0,5). Entre os 34 casos de demência, 17 (50%) foram classificados como demência leve (CDR=1), 8 (23%) moderada (CDR=2) e 6 (18%) grave (CDR=3). Apenas três (9%) dos casos foram considerados questionáveis pelo Clinical Dementia Rating. Sua sensibilidade foi de 91,2% e a especificidade de 100%, com valor preditivo positivo de 100% e negativo de 97,6%. As pontuações no Mini-Mental State Examination declinaram significativamente conforme o grau de demência. CONCLUSÕES: O Clinical Dementia Rating mostrou ser instrumento válido para classificar o grau de demência entre idosos. Quase metade dos não-casos foram casos questionáveis pelo Clinical Dementia Rating e podem corresponder a casos de transtorno cognitivo leve, com maior risco de conversão em demência.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate the validity of the Portuguese version of the Clinical Dementia Rating for classifying the cognitive function among the elderly. METHODS: The Mini Mental State Examination was utilized as a screening method for cognitive deficit among a cohort of 424 elderly. All those who scored <26 points (108 elderly) and 48 elderly with scores >26 were included in the study. The 156 subjects selected were submitted to clinical evaluation and neuropsychological tests for the diagnosis of dementia. Afterwards, both cases and non-cases were classified, according to the Portuguese version of the Clinical Dementia Rating, in the categories normal, borderline, mild, moderate and severe dementia. RESULTS: Among the 156 subjects selected, 122 were non-cases, 62 (51%) were classified as normal (CDR=0) and 60 (49%) as borderline (CDR=0.5). Among the 34 cases of dementia, 17 (50%) were classified as mild dementia (CDR=1), eight (23%) as moderate (CDR=2) and six (18%) as severe dementia (CDR=3). Only three (9%) of the cases were considered borderline cases by the Clinical Dementia Rating. Its sensibility was 91.2% and the specificity was100%. The positive predictive value was 100% and the negative predictive value was 97.6%. The Mini Mental State Examination scores declined significantly according to the degree of dementia. CONCLUSIONS: The Portuguese version of the Clinical Dementia Rating is a valid instrument for classifying the dementia status of the elderly. Almost half the cases considered normal by the diagnostic criteria of the Mini Mental State Examination were borderline cases according to the Clinical Dementia Rating and might correspond to cases of mild cognitive impairment, with an increased risk of conversion to dementia cases.
  • Validation of geriatric depression scale in a general outpatient clinic Artigos Originais

    Paradela, Emylucy Martins Paiva; Lourenço, Roberto Alves; Veras, Renato Peixoto

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A Escala de Depressão Geriátrica, utilizada para o rastreamento de sintomas depressivos em idosos, ainda não teve suas características de medida avaliadas em ambulatórios gerais no Brasil. O objetivo foi estudar a validade da Escala, com 15 itens (EDG-15), na identificação de episódio de Depressão Maior ou Distimia em idosos atendidos em ambulatório geral. MÉTODOS: A Escala foi aplicada em 302 indivíduos com 65 anos ou mais, que em seguida foram examinados, de maneira independente, por um geriatra que não tinha conhecimento dos resultados da Escala. Os diagnósticos de Depressão Maior ou Distimia foram feitos utilizando-se os critérios do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-IV. A sensibilidade e a especificidade nos vários pontos de corte foram expressas pela curva Receiver Operating Characteristic. RESULTADOS: O ponto de corte de melhor equilíbrio foi 5/6, obteve sensibilidade de 81% e especificidade de 71%; e o valor da área sob a curva Receiver Operating Characteristic foi de 0,85 (IC 95%: 0,79-0,91). CONCLUSÕES: A Escala de Depressão Geriátrica pode ser utilizada para o rastreamento de sintomas depressivos na população geriátrica ambulatorial brasileira. O ponto de corte 5/6, sugerido inicialmente por outros autores, mostrou-se adequado.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The Geriatric Depression Scale for screening depressive symptoms in the elderly has not been assessed in elderly outpatients who seek primary health care in Brazil. The objective was to determine the validity of the Short Scale for Major Depressive Episode or Dysthymia (GDS-15) in elderly outpatients. METHODS: The scale was applied in 302 subjects with 65 years and older and then examined by an independent geriatrician, blinded to the results. Major depression and dysthymia were diagnosed using the Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders-IV criteria. Sensitivity and specificity were calculated at several cutoff values and a Receiver Operating Characteristic curve was plotted. RESULTS: The best equilibrium was at the cutoff value of 5/6 showing 81% sensitivity and 71% specificity; the area under the Receiver Operating Characteristic curve was 0.85 (95% CI: 0.79-0.91). CONCLUSIONS: The GDS-15 can be used for screening depressive symptoms in Brazilian elderly outpatients. The previously suggested cutoff value of 5/6 is adequate.
  • Drug use by the elderly in Southern Brazil Artigos Originais

    Flores, Liziane Maahs; Mengue, Sotero Serrate

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever o uso de medicamentos por idosos, avaliar a presença de polifarmácia, os efeitos de características sociodemográficas e as condições de saúde no uso da medicação. MÉTODOS: Pesquisa de estudo transversal, realizado em 2001 e 2002, em Porto Alegre, no Estado do Rio Grande do Sul, em uma amostra de 215 idosos. Os dados sobre o uso de medicamentos foram coletados por meio de um questionário preenchido durante visita domiciliar. Os medicamentos foram classificados de acordo com Anatomical-Therapeutical-Chemical Classification System. RESULTADOS: Dos entrevistados, 141 (66%) eram mulheres; 117 (54%) na faixa etária entre 60 e 70 anos, 157 (73%) brancos, 115 (53%) tinham companheiros(as) e 145 (67%) cursaram até o ensino fundamental. A prevalência de uso de medicação foi de 91% (n=195). Na semana anterior à entrevista foram utilizados 697 medicamentos, com média de 3,2 (DP=2,5) medicamentos por pessoa. Do total da amostra, 187 (87%) haviam realizado no mínimo uma consulta médica no último ano, 71 (33%) pessoas usavam medicamento sem prescrição médica e em 57 (27%) casos foi caracterizada polifarmácia. CONCLUSÕES: Constatou-se padrão elevado de uso de medicamentos entre pessoas de faixa etária igual ou superior a 60 anos que vivem na comunidade, com pequenas variações conforme as condições de saúde e características sociodemográficas.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To describe self-reported drug use by the elderly, evaluating the occurrence of polypharmacy and the influence of sociodemographic and health conditions on the use of medications. METHODS: A cross-sectional study comprising a sample of 215 elderly was carried out in Porto Alegre, Southern Brazil, in 2001 and 2002. Data on the use of medications were collected using questionnaires filled out during home visits. Drugs were classified according to the Anatomical-Therapeutical-Chemical Classification System. RESULTS: Of all respondents, 141 (66%) were women, 117 (54%) aged between 60 and 70 years old, 157 (73%) were white, 115 (53%) lived with a partner, and 145 (67%) had some schooling. The prevalence of the use of medications by the elderly was 91% (n=195). In the week previous to the interview, 697 drugs were used, an average of 3.2 drugs per person (SD=2.5). A total of 187 (87%) subjects had attended at least one medical visit in the last year and 71 (33%) confirmed the use of over-the-counter drugs. Polypharmacy was evidenced in 57 (27%) cases. CONCLUSIONS: There is a pattern of increased drug use by the elderly aged 60 years or more who lives in the study community and slight differences were determined by their health conditions and socioeconomic factors.
  • Association between primary dental care and municipal socioeconomic indicators Artigos Originais

    Fernandes, Liliane Simara; Peres, Marco Aurélio

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Testar associações entre indicadores de atenção básica em saúde bucal e indicadores municipais socioeconômicos e de provisão de serviços odontológicos. MÉTODOS: Estudo ecológico realizado nos 293 municípios do Estado de Santa Catarina, no período 2000 a 2003. Foram utilizados indicadores de atenção básica a saúde bucal: (1) Cobertura; (2) Razão entre procedimentos odontológicos coletivos e a população de zero a 14 anos de idade; (3) razão entre exodontias de dentes permanentes e procedimentos odontológicos individuais na atenção básica. As variáveis investigadas foram: razão entre o número total de dentistas por mil habitantes, razão entre o número total de dentistas cadastrados no Sistema Único de Saúde por mil habitantes, fluoretação da água de abastecimento, índice de desenvolvimento infantil, índice de desenvolvimento humano municipal e a população do município. Foram realizadas as análises pelos testes de Kruskall-Wallis, qui-quadrado e o teste de Spearman para avaliar a correlação entre as variáveis. RESULTADOS: A cobertura foi de 21,8%, a razão de procedimentos coletivos na população entre zero a 14 anos foi de 0,37 e a proporção de exodontias em relação ao total de procedimentos odontológicos individuais foi de 11,9%. Menores proporções de exodontias foram associadas às maiores proporções de dentistas no Sistema (p<0,01). Maiores proporções de exodontias foram associadas aos menores índices de desenvolvimento humano municipal (p<0,01). CONCLUSÕES: Maiores coberturas foram associadas ao aumento de dentistas no SUS. Municípios com piores condições socioeconômicas foram associados a maiores proporções de exodontias. Políticas de saúde bucal devem priorizar municípios que apresentam piores indicadores socioeconômicos.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To test associations between primary dental care indicators and municipal socioeconomic and dental service provision indicators. METHODS: An ecological study was carried out in the 293 municipalities of the State of Santa Catarina, Brazil, between 2000 and 2003. The primary dental care indicators utilized were: (1) coverage; (2) the ratio between preventive dental procedures and the size of the population aged zero to 14 years; and (3) the ratio between the numbers of extractions of permanent teeth and individual dental procedures within primary dental care. The variables investigated were: number of dentists per 1,000 inhabitants; number of dentists within the public health service per 1,000 inhabitants; fluoridation of the water supply; child development index; human development index; and the size of the population in the municipality. Analyses were performed using the Kruskall-Wallis and Chi-square tests. The Spearman test was used to evaluate correlations between the variables. RESULTS:The coverage was 21.8%, the ratio of preventive dental procedures among the population aged zero to 14 years was 0.37 and the proportion of tooth extractions in relation to the total number of individual dental procedures was 11.9 %. Lower rates of tooth extraction were associated with higher numbers of dentists within the public health service (p<0.01). Higher rates of tooth extraction were associated with lower human development indices for the municipalities (p<0.01). CONCLUSIONS: Greater coverage was associated with higher numbers of dentists within the public health system. Municipalities with worse socioeconomic conditions were associated with greater tooth extraction rates. Oral health policies must target municipalities that present worse socioeconomic indicators.
  • Prevalence of trachoma in preschool and schoolchildren in the city of São Paulo Artigos Originais

    Koizumi, Inês Kazue; Medina, Norma Helen; D'Amaral, Rosa Kazuye Koda; Morimoto, Wilma Tiemi Miyake; Caligaris, Lígia Santos Abreu; Chinen, Nilton; Andrade, Yvone Marcondes R de; Cardoso, Maria Regina Alves

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Conhecer a prevalência de tracoma em pré-escolares e escolares das escolas públicas para redirecionar as atividades de seu controle. MÉTODOS: Realizou-se inquérito epidemiológico no Município de São Paulo, em 1999. A seleção das crianças com idade entre quatro e 14 anos foi feita por meio de amostragem por conglomerados, sendo o turno de estudo a unidade amostral. Foi realizado exame ocular externo para detectar a presença de sinais clínicos de tracoma. RESULTADOS: Das 27.091 crianças examinadas foram diagnosticados 597 casos de tracoma (2,2%; IC 95%: 1,86-2,55). A prevalência variou de 0,4% a 4,2% entre as 10 regiões do Município de São Paulo. A taxa de detecção entre os comunicantes foi de 8,7%. Tracoma folicular foi encontrado em 99,0% dos casos e tracoma intenso em 1,0% dos casos. Verificou-se que 22,5% dos casos eram assintomáticos. CONCLUSÕES: Embora a prevalência tenha sido baixa, a presença de formas graves aponta para a possibilidade da existência de casos cicatriciais no futuro, se não houver tratamento e controle adequado. A grande diferença entre as taxas encontradas para cada uma das regiões da cidade, indica a necessidade de intensificação das ações de vigilância epidemiológica do tracoma.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To assess the prevalence of trachoma among preschool and school children of public schools to give new focus to control programs. METHODS: An epidemiological survey was carried out in São Paulo City in 1999. Children between four and 14 years old were selected by a cluster sampling where school shift was the sampling unit. External eye examination was conducted to detect trachoma. RESULTS: A total of 27,091 children were examined and 597 cases of trachoma were found (2.2%; 95% CI: 1.86-2.55). The prevalence ranged from 0.4% to 4.2% in 10 city areas. The trachoma detection rate in the household contacts examined was 8.7%. Follicular trachoma was found in 99% of the cases and intense trachoma in 1.0%. It was observed that 21.8% of the cases were asymptomatic. CONCLUSIONS: Though the trachoma prevalence was low, the occurrence of severe cases points out to the likelihood of cicatricial trachoma cases in the future if they are not adequately treated and controlled. The great difference in the prevalences in different city areas indicates the need for strengthening epidemiological surveillance activities.
  • Epidemiology of sickle cell disease hospital admissions in Brazil Artigos Originais

    Loureiro, Monique Morgado; Rozenfeld, Suely

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A doença falciforme é uma enfermidade hereditária que afeta principalmente a população negra. O estudo teve por objetivo analisar as internações devido às complicações da doença, com enfoque nos aspectos epidemiológicos e clínicos. MÉTODOS: A população estudada foi constituída de 9.349 pacientes com diagnóstico de doença falciforme internados em hospitais da Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo, no período de 2000 a 2002. Utilizaram-se os dados do Sistema de Internações Hospitalares do Sistema Único de Saúde. As variáveis respostas foram o óbito e o tempo médio de permanência hospitalar. As covariáveis foram o sexo, a idade, o tipo de admissão e a natureza jurídica do hospital. As proporções foram comparadas utilizando-se o teste qui-quadrado ou de Fischer; e para as variáveis contínuas, foi utilizado o teste Mann-Whitney ou Kruskall-Wallis. RESULTADOS: A mediana de idade variou de 11,0 a 12,0 anos e cerca de 70% das internações foram abaixo dos 20 anos. A mediana de dias de permanência hospitalar variou com a idade e o tipo de admissão. O tipo de admissão mais freqüente foi pela emergência (65,6 a 90,8%). Foi observada maior letalidade hospitalar entre adultos. A mediana da idade do óbito foi baixa (26,5 a 31,5 anos). CONCLUSÕES: Os resultados confirmaram a alta morbidade na população jovem e evidenciaram predominância de óbitos entre adultos jovens.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Sickle cell disease is a hereditary disease, which affects mainly the black population. The aim of the present study was to analyze hospital admissions due to acute events resulting from sickle cell disease, at the epidemiological and clinical levels. METHODS: The study population included 9,349 patients with sickle cell disease admitted to hospitals in Bahia, Rio de Janeiro, and Sao Paulo, between 2000 and 2002. The national hospital database of the Brazilian Healthcare System was used. Response variables were death and mean duration of hospital admission. Covariables included sex, age, type of admission, and hospital legal status. Proportions were compared using Chi-square or Fischer tests; for continuous variables, the Mann-Whitney or Kruskall-Wallis tests were used. RESULTS: Median age ranged between 11.0 and 12.0 years, and 70% of admissions were of patients below age 20 years. Length of stay varied with age and type of admission. Emergency rooms were the most frequent form of admission (65.6 to 90.8%). Mortality was higher among adults. Median age of death was low (26.5 to 31.5 years). CONCLUSIONS: Our results confirm the high morbidity among youngsters and show a predominance of death among young adults.
  • Relationship between low birthweight and air pollution in the city of Sao Paulo, Brazil Artigos Originais

    Medeiros, Andréa; Gouveia, Nelson

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: A poluição do ar tem sido investigada como possível determinante do baixo peso ao nascer. O objetivo do estudo foi verificar o efeito da poluição do ar sobre o peso ao nascer. MÉTODOS: Foram analisados todos os partos de mães residentes no Município de São Paulo, nos anos de 1998 a 2000. Estimaram-se as prevalências de baixo peso ao nascer conforme características do recém-nascido, da mãe e do parto. Apenas os distritos mais centrais de São Paulo foram incluídos, totalizando uma amostra de 311.735 nascimentos. Para avaliação do efeito da poluição do ar foram excluídos os prematuros, gemelares e analisados somente os nascimentos das áreas mais centrais da cidade. Os elementos poluentes analisados foram ozônio (O3), dióxido de enxofre (SO2), dióxido de nitrogênio (NO2), partículas em suspensão (PM10) e monóxido de carbono (CO). O efeito da exposição materna à poluição do ar no peso ao nascer foi avaliado por meio de regressão linear e logística. RESULTADOS: Do total analisado, 4,6% dos recém-nascidos apresentaram menos de 2.500 g ao nascer. A exposição materna ao CO, PM10 e NO2 durante o primeiro trimestre de gestação mostrou associação estatisticamente significante com a diminuição no peso do recém-nascido. CONCLUSÕES: Os resultados reforçam que a exposição materna à poluição do ar no primeiro trimestre de gestação pode contribuir para o menor ganho de peso do feto.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: Air pollution has been investigated as a potential determinant for low birthweight. The aim of the present study was to study the effect of air pollution on birthweight. METHODS: We analyzed all deliveries by mothers living in the municipality of Sao Paulo, Southeastern Brazil, between 1998 and 2000. We estimated the prevalence of low birthweight according to newborn, mother, and delivery characteristics. Only births occurring in the most central districts of the city were analyzed, totaling 311.735 events. For the evaluation of the effects of air pollution, we excluded preterm and multiple deliveries. Pollutants analyzed were ozone (O3), sulfur dioxide (SO2), nitrogen dioxide (NO2), suspended particles (PM10), and carbon monoxide (CO). The effect of maternal exposure to air pollution on birthweight was evaluated using linear and logistic regression. RESULTS: A total of 4.6% of newborns weighed less than 2,500 g at birth. Maternal exposure to CO, PM10, and NO2 during the first trimester of pregnancy was significantly associated with decreased birthweight. CONCLUSIONS: Our results reinforce the notion that maternal exposure to air pollution during the first trimester of pregnancy may contribute to lesser weight gain in the fetus.
Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revsp@org.usp.br