• Interexaminer agreement dental caries epidemiological surveys: the importance of disease prevalence in the sample Original Article

    Tonello, Aline Sampieri; Silva, Renato Pereira da; Assaf, Andréa Videira; Ambrosano, Gláucia Maria Bovi; Peres, Silvia Helena de Carvalho Salles; Pereira, Antonio Carlos; Meneghim, Marcelo de Castro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo: Objetivo: Identificar características desejáveis, considerando diferentes tamanhos de amostra e prevalências de cárie em amostras virtuais que possibilitem, simultaneamente, altos valores de porcentagem geral de concordância (PGC) e do coeficiente Kappa (κ), sob baixo intervalo de confiança (IC), em estudos de reprodutibilidade. Método: Ao total, 384 simulações estatísticas de calibração interexaminador, variando o tamanho da amostra (12, 15, 20, 60, 200 e 500 indivíduos), a prevalência de cárie (30, 50, 60 e 90%) e as taxas de concordâncias positiva (CP) e negativa (CN) (30, 50, 60 e 90%) foram realizadas. Os valores de PGC e κ foram utilizados para mensurar a reprodutibilidade e o desvio entre as respectivas medidas PGC/Kappa. Resultados: A amostra de 60 indivíduos, com prevalência de cárie de 50% e taxas de concordância positiva e negativa de 90%, apresentou um valor de PGC = 90%, Kappa = 80%, um intervalo de confiança (IC95% 0,65 - 0,95) relativamente pequeno e um desvio PGC/Kappa de 10,00. Conclusão: A amostra virtual de 60 indivíduos parece ser viável, em condições epidemiológicas, para produzir uma concordância interexaminadores satisfatória. Contudo, estudos epidemiológicos para corroborar ou refutar esta conclusão são necessários.

    Abstract in English:

    Abstract: Objective: To identify desirable characteristics, including different sample sizes and dental caries prevalences, in virtual samples that allow, at the same time, higher values of general agreement percentage (GPA) and Kappa coefficient (κ), under a low confidence interval (CI), in reproducibility studies. Method: A total of 384 statistical simulations of inter-examiner calibration, varying sample size (12, 15, 20, 60, 200 and 500 individuals), caries prevalence (30, 50, 60 and 90%) and percentages of positive (PA) and negative (NA) agreement (30, 50, 60 and 90%) were undertaken. GPA and κ were used to measure reproducibility and define deviation between them. Results: The sample of 60 individuals, under caries prevalence of 50%, PA and NA of 90%, presented a GPA and Kappa values of 90 and 80%, respectively, a relative small confidence interval (95%CI 0.65 - 0.95) and a GPA/Kappa deviation of 10.00. Conclusion: A virtual sample of 60 individuals, under caries prevalence of 50%, seems feasible to produce a satisfactory interexaminer agreement at epidemiological conditions. However, epidemiological studies to corroborate or refute this assertion are necessary.
  • Active aging is associated with low prevalence of depressive symptoms among Brazilian older adults Original Article

    Galli, Rosangela; Moriguchi, Emílio Hideyuki; Bruscato, Neide Maria; Horta, Rogerio Lessa; Pattussi, Marcos Pascoal

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Envelhecimento ativo é o processo de otimizar oportunidades para a saúde, participação e segurança, de modo a promover qualidade de vida enquanto as pessoas envelhecem. Estudos demonstram que menores prevalências de depressão são encontradas em idosos fisicamente ativos. Objetivo: Avaliar a associação entre indicadores de envelhecimento ativo e sintomas depressivos em idosos (60 ou mais anos de idade). Métodos: O delineamento foi transversal de base populacional. Entrevistas estruturadas foram realizadas com 1.006 idosos, pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, residentes em um município de pequeno porte do Sul do Brasil. Sintomas depressivos foram mensurados através da Escala de Depressão Geriátrica com ponto de corte maior ou igual a seis pontos. O envelhecimento ativo foi avaliado com indicadores tais como: participação em grupos, situação ocupacional ativa, trabalhos manuais, leituras, conversa com amigos e atividades físicas. A análise dos dados utilizou Regressão de Poisson para obter as razões de prevalência (RP) brutas e ajustadas. Resultados: A maioria dos idosos eram mulheres, idade entre 60 e 74 anos e cor da pele branca. Todos os indicadores de envelhecimento ativo estavam associados com o desfecho. Após o controle para aspectos sociodemográficos, psicossociais e variáveis relacionadas à saúde, idosos com situação ocupacional ativa, que participavam em grupos, que relatavam realizar trabalhos manuais, com hábito de leitura e de socializar com os amigos possuíam menores prevalências de sintomas depressivos quando comparados àqueles que realizavam tais atividades. Conclusões: Abordagens com foco no envelhecimento ativo podem ser uma estratégia importante para promoção da saúde mental em idosos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: Active aging is the process of optimizing opportunities for health, participation and security, aiming to improve quality of life as people age. A series of studies had demonstrated that a lower prevalence of depression is found among more active elderly. Objective: To evaluate the association between indicators of active aging and depressive symptoms among the elderly (aged 60 years or more). Method: A population-based cross-sectional study was conducted with 1,006 elderly people (aged 60 years or over) from a small-sized Brazilian municipality. Depressive symptoms were assessed using the Geriatric Depression Scale - 15, with cutoff point ≥ 6 symptoms. Active aging was evaluated using indicators such as: active occupational situation, manual work, reading and physical activities. Data analyses used modified Poisson regression to obtain crude and adjusted prevalence ratios (PR). Results: Most of the elderly people were: white, women and aged between 60 and 74 years. All the indicators of active aging were associated with the outcome. After controlling for socioeconomic, demographic and health variables, elderly people who worked, participated in groups, did manual work and maintained interests such as reading and talking to friends had lower prevalence of depressive symptoms compared to those not doing these activities. Conclusions: Active aging approaches may serve as a valuable mental health promotion strategy aimed at the elderly.
  • Incidence and causes of lower-limb amputations in the city of Ribeirão Preto from 1985 to 2008: evaluation of the medical records from 3,274 cases Original Article

    Barbosa, Bruna Maria Bueno; Monteiro, Rosane Aparecida; Sparano, Lucas Françolin; Bareiro, Rodolfo Fabiano Niz; Passos, Afonso Dinis Costa; Engel, Edgard Eduard

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: Identificar as tendências temporais de causas traumáticas e não traumáticas de amputações de membros inferiores, e os efeitos do envelhecimento da população, do aumento de violência no trânsito, da política de saúde pública do programa de controle de diabetes e das leis de controle do uso de álcool em motoristas sobre as taxas de amputações. Método: Foram analisados os dados das folhas de alta de pacientes submetidos a amputações de todos os 32 hospitais localizados na região de Ribeirão Preto, Brasil, de 1985 a 2008. Resultado: De 3.274 amputações de membros inferiores, 95,2% estavam relacionadas a causas não traumáticas, principalmente complicações do diabetes mellitus. Câncer (2,8%) e causas congênitas (1,3%) foram incluídos neste grupo. Apenas 4,8% estavam relacionados às causas traumáticas. A taxa média de amputação traumática foi de 1,5 amputações por 100.000 habitantes, com uma ligeira tendência de aumento nos últimos 5 anos. As causas não traumáticas mostraram uma taxa média de 30 amputações por 100.000 habitantes e mantiveram-se relativamente constantes durante todo o período. As causas não traumáticas foram predominantes em pacientes com mais de 60 anos, e as amputações traumáticas ocorreram mais frequentemente em pacientes com menos de 39 anos. Conclusão: A taxa total de amputações e as taxas de amputações traumáticas e não traumáticas permaneceram praticamente constantes durante o período de estudo. O impacto das políticas de controle do diabetes e da introdução de leis de repressão do uso de álcool no trânsito não pode ser identificado nas taxas de amputação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: It was to identify trends of traumatic and non-traumatic causes of lower limb amputations, as well as the role played by population aging, traffic violence increase, public health policy of diabetes control program and drivers anti-alcohol laws on these amputations. Method: Hospitalization data recorded in the discharge forms of 32 hospitals located in the region of Ribeirão Preto, Brazil, from 1985 to 2008 were analyzed. Result: A total of 3,274 lower-limb amputations were analyzed, of which 95.2% were related to non-traumatic causes, mainly infectious and ischemic complications of diabetes mellitus. Cancer (2.8%) and congenital (1.3%) causes were included in this group. Only 4.8% were related to traumatic causes. Traumatic amputation average rate was 1.5 amputations in 100,000 habitants with a slight tendency of increase in the last 5 years. Non-traumatic causes showed an average rate of 30.0 amputations for 100,000 habitants and remained relatively constant during the whole period. Non-traumatic were much more predominant in patients older than 60 years and traumatic amputations occurred more frequently in patients younger than 39 years. Conclusion: The overall rates of amputation and the rates of traumatic and non-traumatic amputations remained nearly constant during the study period. The impact of diabetes control policies and the introduction of traffic safety laws could not be identified on the amputation rates.
  • Mortality in Brazil according to gender perspective, years 2000 and 2010 Original Article

    Moura, Erly Catarina de; Santos, Wallace dos; Neves, Alice Cristina Medeiros das; Schwarz, Eduardo; Gomes, Romeu

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Objetivo: O artigo avaliou a mortalidade geral no Brasil em 2000 e 2010. Métodos: A fonte de dados foi o Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde. Resultados: Os dados evidenciam alto índice de mortalidade dos homens em relação às mulheres na faixa etária dos 20 aos 59 anos e uma expectativa de vida expressivamente menor por parte da população masculina. Os principais grupos de morte são: causas externas; doenças do aparelho circulatório; doenças do aparelho digestivo; doenças infecciosas e parasitárias; doenças do aparelho respiratório; transtornos mentais e comportamentais; doenças do sistema nervoso; doenças endócrinas, nutricionais e metabólicas; neoplasias e doenças do aparelho geniturinário. Conclusão. As relações desiguais de gênero e as características distintas de exposição a fatores de risco podem explicar esses índices de mortalidade, realçando a necessidade da incorporação crítica da perspectiva relacional de gênero por parte das políticas públicas de saúde.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Objective: The article assessed the overall mortality in Brazil in 2000 and 2010. Methods: Data source was the Mortality Information System from Ministry of Health of Brazil. Results: The data show the high rate of mortality among men compared to women between ages of 20 to 59 years and an expressive lower life expectancy by this population. The main groups of death were: external causes; diseases of the circulatory system, diseases of the digestive system, infectious and parasitic diseases, diseases of the respiratory system; mental and behavioral disorders; diseases of the nervous system; endocrine, nutritional and metabolic diseases; neoplasia and diseases of the genitourinary system. Conclusion: Unequal gender relations and distinct characteristics of exposure to risk factors can explain this mortality, highlighting the need to bring critical incorporation of relational gender perspective by public health policies.
  • Comparison between self-reported sleep duration and actigraphy among adolescents: gender differences Original Article

    Guedes, Luciane Gaspar; Abreu, Gabriela de Azevedo; Rodrigues, Daniel Frossard; Teixeira, Liliane Reis; Luiz, Ronir Raggio; Bloch, Katia Vergetti

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO: Introdução: Existem poucos estudos de concordância entre as medidas subjetivas de sono e a actigrafia entre adolescentes. Objetivo: Comparar o sono autodeclarado e a actigrafia neste grupo etário, estudando as diferenças quanto ao sexo e, usando uma nova abordagem gráfica, o gráfico de concordância e sobrevivência. Métodos: Trinta e sete indivíduos de 12 a 17 anos responderam a questões sobre a duração do sono noturno e usaram actigrafia por sete dias. As diferenças entre as médias e as medianas entre sono informado e a medida objetiva, o coeficiente de correlação intraclasse e os gráficos de Bland-Altman e de concordância e sobrevivência foram aplicados. Resultados: Uma diferença média de aproximadamente uma hora (DP = 2,1; mediana = 0,5; p < 0,01) foi encontrada entre ambas as estratégias, a qual foi maior entre os meninos, com 1,9 horas (DP = 2,8; mediana = 1,6; p < 0,05), do que entre as meninas, 0,5 horas (DP = 1,4; mediana = 0,3; p = 0,11). A avaliação gráfica mostrou resultados semelhantes, bem como o coeficiente de correlação intraclasse: 0,06 (IC95% = -0,33 - 0,46; p = 0,489) para os meninos e 0,43 (IC95% = 0,12 - 0,83; p < 0,001) para as meninas. Conclusões: Nossos dados são consistentes com prévios estudos em relação à não concordância entre os dois métodos. Esses resultados são relevantes porque este é o primeiro estudo de concordância entre medidas subjetivas de sono e actigrafia em adolescentes brasileiros, do nosso conhecimento. Além disso, eles reforçam a necessidade de um cuidadoso uso das medidas de sono noturno entre adolescentes, principalmente entre os meninos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT: Introduction: There are only few agreement studies between subjective measures of sleep and actigraphy among adolescents. Objective: To compare self-reported sleep and actigraphy in this age group, by studying gender differences and, using a new graphical approach, the survival agreement plot. Methods: Thirty-seven subjects, aged 12 to 17 years, answered questions about nocturnal sleep duration and used actigraphy for seven days. The mean and median differences between the informed sleep and the recorded one, the intraclass correlation coefficient, the Bland-Altman plot and the survival-agreement plot were used. Results: A mean difference of about one hour (SD = 2.1; median = 0.5; p < 0.01) was found between both strategies, which was higher among boys, 1.9 hours (SD = 2.8; median = 1.6; p < 0.05), than among girls, 0.5 hours (SD = 1.4; median = 0.3; p = 0.11). The graphical evaluation showed similar results, as well as the intraclass correlation coefficient: 0.06 (95%CI = -0.33 - 0.46; p = 0.489) for boys and 0.43 (95%CI = 0.12 - 0.83; p < 0.001) for girls. Conclusions: Our data are consistent with previous studies as to non-agreement between the two methods. These results are relevant because this is the first study of concordance between subjective measures of sleep and actigraphy among Brazilian adolescents, as far as we know. In addition, they reinforce the need of a careful use of nocturnal sleep measures among adolescents, mainly among boys.
Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revbrepi@usp.br